Visa investe milhões de dólares em startup que armazena criptomoedas

A empresa Visa investiu milhões de dólares na Anchorage, uma ‘startup’ que garante participações em criptomoedas para investidores institucionais. As duas empresas são membros fundadores do projeto de alto perfil de criptografia do Facebook, designado Libra.

A Visa coliderou a nova ronda de financiamento da Anchorage, no valor de 40 milhões de dólares (cerca de 35,5 milhões de euros), juntamente com a Blockchain Capital, uma empresa de capital de risco focada em criptomoeda, avançou a Fortune.

Este é o segundo investimento conhecido da Visa numa ‘startup’ de criptografia, tendo sido a primeira há quatro anos, na Chain, uma empresa de ‘blockchain’ corporativa adquirida em setembro pela Lightyear, por sua vez uma ‘startup’ afiliada à criptomoeda Stellar.

A Anchorage era pouco conhecida antes de 18 de junho, quando o seu logótipo apareceu ao lado de nomes como a Mastercard, a PayPal, a Uber, a Spotify e a Visa, numa apresentação sobre a Associação Libra. O Facebook instigou a criação da associação, uma instituição suíça sem fins lucrativos, composta por 28 organizações que planeia crescer para 100 no próximo ano, para apoiar o seu esforço por uma criptomoeda global.

Terry Angelos, que lidera os esforços da Visa na área da tecnologia financeira, disse num comunicado que a empresa está interessada em apoiar projetos como Anchorage, “que trabalham para fornecer infraestrutura segura no crescente ecossistema de ativos digitais”. A ‘startup’ “está a construir a fundação para apoiar uma série de novos serviços financeiros”, acrescentou.

O tamanho exato da contribuição da Visa, bem como a avaliação privada da Anchorage, não foram divulgados.

À Fortune, o co-fundador e presidente da Anchorage, Diogo Monica, disse que a equipa tem trabalhado com o Facebook nos fundamentos técnicos da criptomoeda do projeto Libra “desde o primeiro dia, visto que somente duas pessoas o estavam a fazer”. Essas duas pessoas eram David Marcus, um executivo que lidera o projeto, e Morgan Beller, que dirige a estratégia da Calibra, uma subsidiária do Facebook focada no Libra.

Diogo Monica e Nathan McCauley, o outro cofundador e CEO da Anchorage, são parceiros de negócios de longa data. Em março de 2011, a dupla começou a trabalhar na equipa de segurança da Square na mesma semana, onde construíram o seu primeiro leitor de cartão para pagamento criptografado. Mais tarde, em 2015, juntaram-se à Docker, antes de começar a construir Anchorage, o que aconteceu dois anos depois.

Segundo a Fortune, o produto da Anchorage oferece uma alternativa ao “armazenamento a frio”, uma medida de segurança normalmente utilizada pelos investidores normalmente para armazenar de forma segura as suas participações em criptomoeda.

O armazenamento a frio envolve geralmente o armazenamento das chaves privadas – cadeias de caracteres e números semelhantes a senhas que garantem a criptografia -, em locais ‘offline’ difíceis de alcançar, como dentro de cofres dos bancos.

Em contraste, a Anchorage usa um software baseado em biometria, em conjunto com um sistema de múltiplas aprovações e revisões humanas, para garantir a segurança das criptomoedas dos investidores.

A vantagem, explicou Diogo Monica, é que os investidores têm um maior acesso e controle, permitindo que participem livre e ativamente de redes de criptomoedas.

Bart Stephens, sócio-gerente da Blockchain Capital, que liderou o investimento da empresa na Anchorage, disse que nunca ficou tão impressionado com a tecnologia de uma ‘startup’. “Foi a demonstração de produto mais convincente que vi em sete anos, tendo revisado 4.500 empresas”, referiu à Fortune.

A Anchorage, com 35 funcionários, suporta até agora a Bitcoin, a Ethereum e mais de 50 outras moedas virtuais. Diogo Monica contou que planeia usar o novo financiamento para continuar a adiciona diferentes criptomoedas, bem como novos recursos – como troca de criptomoedas e ferramentas automatizadas de auditoria e preparação de impostos.

Até ao momento, a Anchorage conseguiu arrecadar, em duas rondas de financiamento, um total de 57 milhões de dólares (aproximadamente 51 milhões de euros).

TP, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista americana diz estar certa de que a Terra será atingida por asteroide

https://vimeo.com/355132338 Uma cientista americana de uma ONG dedicada a proteger a Terra diz que é 100% certo que um asteroide atingirá o nosso planeta. A cientista é Danica Remy, presidente da Fundação B612. Após um asteroide não …

NASA vai mesmo explorar Europa, a lua de Júpiter que pode ter vida extraterrestre

A NASA deu luz verde a uma missão para explorar uma lua de Júpiter que é considerada um dos melhores candidatos para a vida extraterrestre. A Europa - que é um pouco mais pequena do que …

País de Gales cancela plano controverso de criar "casas de banho robô"

O objetivo da construção era impedir atividade sexual, vandalismo e dormidas nas casas de banho públicas. O projeto ia recorrer às tecnologias de piso sensível ao peso, jatos de água, sensores anti-movimento e alarmes. O conselho …

Sem saber, uma mulher viveu durante 17 anos com a sua "gémea" dentro dela

Uma jovem na Índia, sem saber, viveu com uma das condições médicas mais raras e perturbadoras durante quase duas décadas. De acordo com um relatório de caso desta semana, a mulher tinha um saco que continha …

Novo filme da saga 007 já tem nome e data de estreia marcada

O novo filme da saga 007, realizado por Cary Fukunaga chama-se "No time to die" e estreia-se no Reino Unido e nos Estados Unidos em abril de 2020. "Daniel Craig regressa como James Bond, 007 em... …

Comporta pode tornar-se na nova Ibiza (e tudo começou com a queda do BES)

Após anos de um quase esquecimento, em termos de desenvolvimento imobiliário, a Comporta está a atrair investidores internacionais que encaram a pequena vila de Setúbal como uma "nova Ibiza". Um cenário que está a preocupar …

Família de Aretha Franklin cria fundo para a investigação de cancro raro

Um ano após a morte da cantora, a família de Aretha Franklin criou um fundo de apoio à investigação na área dos tumores neuroendócrinos, a doença rara que se revelou fatal para a celebridade, a …

Sporting vai monitorizar tudo o que se diz e escreve sobre jogadores

A empresa Noisefeed tem uma enorme base de dados relativa à atividade nas redes sociais de milhares de jogadores a nível global. Os jogadores de futebol de todo o mundo usam, cada vez mais, as redes …

Boris janta hoje com Merkel para mudar acordo. Maioria quer novo referendo

A pouco mais de dois meses da data marcada para a saída do Reino Unido da União Europeia, uma nova sondagem mostra que a maioria dos britânico quer que qualquer novo acordo vá a referendo. Um …

Oficial: Pardal Henriques candidato a deputado pelo partido de Marinho Pinto

O advogado Pedro Pardal Henriques anunciou esta quarta-feira que aceitou o convite para encabeçar a lista do PDR a Lisboa, deixando de ser porta-voz do Sindicato Nacional dos Motoristas de Matérias Perigosas para "não misturar …