Vírus Zika é eficaz contra células cancerígenas no cérebro de adultos

Midiamax

O Aedes aegypti pode transmitir três doenças: Zika, dengue e chikungunya

Investigadores da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp), no Brasil, descobriram que o vírus Zika se mostrou eficaz no combate a células cancerígenas no cérebro de adultos.

Os investigadores chegaram a essa conclusão, publicada numa revista científica norte-americana, depois de terem injetado o vírus em células que continham “glioblastoma”, o tumor do sistema nervoso central mais comum e maligno, dado que apenas 24 horas depois, o Zika já tinha eliminado metade das células cancerígenas.

Esse processo foi repetido nas horas seguintes sem que as células saudáveis fossem afetadas pela ação do vírus.

A experiência ocorreu sob a premissa de que o vírus Zika é consideravelmente destrutivo em células cerebrais em recém-nascidos, mas não em adultos.

“As células do bebé têm uma alta taxa de proliferação. Parecida com as do cancro, que nada mais é do que uma doença que prolifera de forma descontrolada. E as células saudáveis, não. Então ele protegeria as células normais do adulto, mas eliminaria apenas as células do cancro, tornando um tratamento mais específico do que uma quimioterapia”, explicou a investigadora Estela de Oliveira Lima, citada pelo portal de notícias brasileiro G1.

Além disso, os investigadores notaram que quando ocorreu o contacto entre o Zika e a célula cancerígena aumentou significativamente a quantidade de “digoxina”, uma substância responsável pela morte dos tumores e que é utilizada já na medicina no tratamento de algumas doenças cardíacas.

“A descoberta da substância e o mecanismo com que ela também atua no glioblastoma, nesse tipo de cancro, é inédito no mundo“, afirmou o médico Rodrigo Ramos Catarino.

Após as descobertas em laboratório, o próximo passo será realizar testes com animais e, por fim, em humanos, o que poderá levar, a confirmarem-se os resultados da investigação, a um novo tratamento contra o referido tumor e mesmo ao desenvolvimento de uma vacina.

O Zika, tal como a dengue, a chikungunya e a febre amarela, é transmitido pelo Aedes aegypti, um mosquito cuja população se multiplica com a chegada do verão.

O Brasil foi um dos países mais afetados pelo Zika em 2016, que declarou estado de emergência antes de a própria Organização Mundial de Saúde (OMS) alertar para a gravidade da doença.

Em 2016, foram registados 216.207 casos prováveis de febre pelo vírus Zika no Brasil e foram confirmadas laboratorialmente oito mortes.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

IA prevê a estrutura de uma proteína e supera um dos maiores desafios da biologia

Um sistema de Inteligência Artificial desenvolvido pela DeepMind, empresa britânica detida pela Google, conseguiu superar um dos maiores desafios da biologia ao prever com precisão a estrutura de uma proteína a partir de apenas a …

Novo estado de emergência. Especialistas voltam a reunir no Infarmed, Marcelo recebe partidos

Especialistas, dirigentes dos partidos políticos e parceiros sociais voltam a reunir-se esta quinta-feira para analisar a situação epidemiológica da covid-19, em vésperas de nova renovação do estado de emergência e da decisão sobre as medidas …

A tríade Mendes-Fosun-Wolves. O quid pro quo que pode estar perto do fim

A ligação entre Jorge Mendes, a Fosun e o Wolverhampton há muito que é contestada. Agora, pode estar perto do fim graças a novos regulamentos para agentes de jogadores. As participações sociais da Gestifute S.A. e …

Greve de fome. Ljubomir Stanisic assistido no hospital, Governo desmente recusa em receber manifestantes

O chef Ljubomir Stanisic, um dos rostos do movimento "A Pão e Água" e que estava há seis dias a fazer greve de fome em frente ao parlamento, foi na quarta-feira transportado para o Hospital …

"Não tenhamos ilusões". Marcelo alerta que o processo de vacinação vai levar muitos meses

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, alertou esta quarta-feira que o processo de vacinação contra a covid-19 em Portugal vai levar "muitos meses", apelando aos portugueses para não baixarem a guarda. “Não tenhamos ilusões, …

As primeiras vacinas de combate à covid-19 exigem conservação a temperaturas negativas. A ciência explica porquê

O mês de novembro trouxe notícias encorajadoras sobre a produção de vacinas de combate à covid-19. Contudo, tanto a promissora descoberta da Moderna como a da Pfizer /BioNTech, usam uma tecnologia que obriga a que …

Já dois nomes na calha para substituir Zidane no Real Madrid

Já há dois nomes na calha para substituir o treinador do Real Madrid, Zinedine Zidane, cuja continuidade no emblema espanhol está em risco depois de alguns desaires no campeonato e na Liga dos Campeões.  A notícia é …

Câmara do Porto quer isentar estacionamento em parques municipais por 120 minutos

A Câmara do Porto vai propor isentar do pagamento da taxa de estacionamento em cinco parques municipais, por um período de 120 minutos, por cada cliente, entre os dias 8 de dezembro e 8 de …

Registada a maior explosão solar dos últimos 3 anos

No domingo, dia 29 de novembro, o Sol desencadeou a erupção solar mais potente dos últimos três anos. A explosão foi medida como um M4.4 na escala que os astrónomos usam para tempestades solares. No dia …

Puxar, torcer e deformar. A Grande Nuvem de Magalhães perturba violentamente a nossa galáxia

O disco espiral de estrelas e planetas, na Via Láctea, está a ser puxado, torcido e deformado com extrema violência pela força gravitacional de uma galáxia mais pequena, a Grande Nuvem de Magalhães. Os cientistas acreditam …