Verão chega hoje, mas vem só cumprir calendário

~BostonBill~ / Flickr

-

Este sábado é o dia mais longo do ano, e marca a data em que oficialmente chega o Verão – mas apenas para cumprir calendário, porque as temperaturas serão amenas e o sol vai por-se à mesma hora, ou mesmo mais tarde, até ao fim do mês.

Ainda assim, do lado norte da terra assinala-se o solstício de verão e a estação substitui a primavera precisamente às 11:51, mantendo-se durante 93,65 dias, até chegar o equinócio do outono, a 23 de setembro.

O sol nasceu este sábado às 06:12 e só se põe às 21:05. É na verdade o dia do ano com mais sol, mas também o será este domingo.

De segunda a quarta-feira da próxima semana nascerá um minuto mais tarde, mas mantém-se a hora de se pôr.

Na quinta-feira, 26, nasce um minuto ainda mais tarde mas também se vai pôr um minuto mais tarde, às 21:06. Na prática, até quase ao fim do mês, a diferença será de apenas um minuto.

“É normal, o solstício é quando o sol atinge a declinação máxima” em latitude, mas essas pequenas variações em relação ao pôr-do-sol são normais, disse à Agência Lusa a astrónoma Suzana Ferreira.

Como normais são também as temperaturas que não devem de exceder os 25 graus no dia em que chega a estação do calor, como disse também à Lusa a meteorologista Maria João Frada.

Na verdade, alerta, no primeiro dia de verão até podem ocorrer chuviscos ocasionais, tudo por culpa de uma região depressionária a oeste do continente.

E o pior é que essa depressão deve deslocar-se no fim de semana e tornar o tempo ainda menos de verão até quarta-feira. Mas diz a especialista “é perfeitamente normal para a época”.

Como é normal para muitos ser o verão das estações mais esperadas, associada a férias, a “pouco trabalho e muita micose” segundo o escritor brasileiro Luis Fernando Veríssimo, a dias de calor e de praia, a bons momentos.

“O meu país sabe as amoras bravas no verão”, escreveu a poetisa portuguesa Sophia de Mello Breyner Andresen.

Mas são relativos os estereótipos. Não há relatos de que sejam mais felizes os habitantes de Spitsbergen, no arquipélago ártico de Svalbard, onde o dia começou a 17 de abril e onde só a 25 de agosto se vai começar de novo a pôr o sol.

Nem que sejam infelizes os habitantes de Ushuaia, Argentina, no hemisfério sul já perto da Antártida, onde no sábado o sol nasce às 11:00 e se põe pouco depois das 18:00. E onde se comemora com muitas festas o solstício de inverno.

Quando as pessoas são felizes não reparam se é inverno ou verão“, escreveu o dramaturgo russo Anton Tchekhov.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Há uma forma de reduzir erros na computação quântica (e já sabemos qual é)

Na computação quântica, assim como no trabalho em equipa, um pouco de diversidade pode ajudar a melhorar o resultado. Esta pode mesmo ser a chave para pôr fim aos erros na computação quântica. Ao contrário dos …

Coimbrões 0-5 FC Porto | Dragões goleiam e seguem em frente na Taça

O FC Porto venceu hoje o Coimbrões, por 5-0, em jogo da terceira eliminatória da Taça de Portugal que os «dragões» resolveram com três golos nos 12 minutos iniciais. Aproveitando a inexperiência e nervosismo da formação …

Produção de filmes em Hollywood é um inimigo silencioso do ambiente

Hollywood é casa para a maioria dos grandes filmes produzidos que estreiam nas salas de cinema espalhadas por todo o mundo. Contudo, consegue ser bastante prejudicial para o meio ambiente e, mais do que nunca, …

O escorbuto era uma doença comum entre piratas, mas pode estar de regresso

O número de casos de escorbuto no Reino Unido mais do que duplicou nos últimos anos. A desnutrição é um dos principais responsáveis pelo regresso desta doença. O escorbuto está em ascensão no Reino Unido e …

Dois veleiros robotizados vão medir alterações climáticas no Atlântico

Dois veleiros de navegação robotizada vão medir, durante os próximos quatro meses, a pegada das mudanças climáticas no oceano Atlântico e irão passar pela Madeira e Cabo Verde. A Plataforma Oceânica das Canárias (PLOCAN) libertou esta …

A educação científica está sob ataque legislativo nos Estados Unidos

São inúmeros os professores de ciências que trabalham diariamente nas escolas públicas dos Estados Unidos para garantir que os alunos estão equipados com o conhecimento teórico e prático necessário para enfrentar o futuro. No entanto, …

João Félix saiu lesionado com gravidade no jogo contra o Valência

João Félix, avançado português do Atlético de Madrid, saiu este sábado lesionado com "forte torção no tornozelo direito", ao minuto 78 do jogo contra o Valência, da nona jornada da Liga espanhola de futebol, disputado …

As traças ficaram mais escuras por causa da Revolução Industrial? Cientistas já sabem a resposta

No virar do século XIX, na Grã-Bretanha, traças de todo o país começaram a ficar gradualmente mais escuras em resposta à forte poluição provocada pela Revolução Industrial. A Revolução Industrial foi um período de grandes transformações …

Mais de mil médicos foram alvo de processos disciplinares. 45 foram condenados, nenhum foi expulso

Mais de 1.070 processos disciplinares a médicos foram abertos no ano passado pelos conselhos disciplinares da Ordem, tendo sido condenados 45, segundo dados este sábado divulgados. Segundo os dados da Ordem dos Médicos, os conselhos disciplinares …

Publicar no Instagram rende mais a Ronaldo do que jogar na Juve

As publicações pagas no Instagram rendem mais a Cristiano Ronaldo do que jogar na Juventus, revela um estudo do Buzz Bingo. O internacional português foi a personalidade mais bem paga neste rede social em 2018. De …