Ventura ataca Costa: é um “tipo desagradável” com “ar de pai Natal indiano”

7

Manuel de Almeida / Lusa

André Ventura

Este sábado, em Coimbra, num comício como candidato presidencial, o líder do Chega dedicou várias críticas ao primeiro-ministro, António Costa.

André Ventura chegou a Coimbra, pisou o púlpito e, munido de um microfone, criticou duramente o primeiro-ministro, afirmando que António Costa é “um tipo de desagradável, que acha que tem piada”.

“Porque com aquele ar dele…”, acrescentou André Ventura, não terminando a frase. De acordo com o Observador, o líder do Chega disse que estava com dúvidas sobre o que ia dizer para a complementar, sublinhando não querer dizer nada “que me arrependa amanhã”.

Depois do suspense, continuou: “Com aquele ar de pai Natal indiano“.

António Costa tem ascendência goesa, sendo que o seu pai, Orlando Costa, embora tenha nascido em Maputo (Moçambique) é filho de um goês católico. Apesar de afirmar que não o dizia com “más intenções”, o líder do Chega antecipou as críticas que as suas palavras iriam provocar: “‘Racismo no Chega’. Agora temos a prova, vão dizer eles”.

No mesmo comício como candidato presidencial, Ventura disse que fará, no próximo domingo, uma “nova manifestação”, desta vez “contra a podridão e a pedofilia”. O objetivo é sair à rua para pedir a “castração química de pedófilos” e para enviar os “pedófilos para a prisão”.

Sobre Paulo Pedroso, que integra a equipa de coordenação de campanha de Ana Gomes à Presidência da República, André Ventura disse ser uma “vergonha”, fazendo várias referências ao processo Casa Pia e afirmando que Pedroso foi “ilibado pelos tribunais da forma como sabemos”.

“Os Paulos Pedrosos desta vida não passarão na vida política portuguesa”, disse Ventura, acusando o antigo ministro de representar “o pior que a política portuguesa tem: a ligação aos lóbis socialistas” e “as influências que fez o PS mover no chamado processo Casa Pia.”

  ZAP //

7 Comments

  1. Ventura andas a fazer campanha eleitoral para P.R. ou para 1º ministro? Ainda não te ouvi falar sobre o que farias se fosses P.R. mas como nunca chegaras a ser P.R. e ainda bem para Portugal e dos portugueses continuas na baixa política a falar dos outros, isso acontece a muito boa gente que tem o rabo de palha será o teu caso? E dizes tu que não és racista faria se fosses.

  2. Para Pai Natal Indiano só lhe faltam as barbas brancas. Indiano já ele é, cabelo branco já tem, de vermelho ele se veste e a distribuir presentes é o maior!! Quanto ao “ar” de cigano de Ventura… Há uma coisa que a extrema esquerda entende mas insiste em fazer de conta que não; é que o ser cigano não depende apenas de ter “ar” ou não. Ser cigano é viver à custa de subsídios, fazer as necessidades ao ar livre, não ir à escola, estacionar em cima dos jardins, mostrar a coleção de navalhas ao técnico do centro das inspeções de automóveis, agredir médicos, enfermeiros, professores… O ser cigano é uma atitude perante a vida, uma atitude anti social, uma atitude de exclusão das regras mínimas de convivência!!

  3. Mais se aproxima a data , mais nojento é, este individuo que só insulta e apregoa ódio. Os adversários Políticos combatem-se com elevação politica, e não com atitudes dignas de simples arruaceiros !…… Baixeza de gente!..

  4. Não esquecer que ele confessou em 2019, ao polígrafo, que também fumava ganzas. Há que dar um desconto quando diz estes disparates, deve ser erva fora do prazo.

  5. Tal como foi sugerido por Ana Gomes, devemos manter a elevacão. Quando não se têm capacidade de criticar as politicas, usa-se o ataque pessoal. É fácil e dá ruído mediático. Mas não acrescenta nada, mesmo nada à resolução dos problemas do país. Lamentável uma vez mais. Não nos podemos conformar com isto!

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.