Ventiladores chineses recebidos no Algarve estão com falhas técnicas

Giuseppe Lami / EPA

Os 30 ventiladores, provenientes da China, apresentam falhas técnicas e estão ainda a ser analisados. Aguarda-se o relatório final dos Serviços de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH). 

O Correio da Manhã avançou, esta sexta-feira, que os 30 ventiladores comprados pela Comunidade Intermunicipal do Algarve (AMAL) para doar ao Centro Hospitalar Universitário do Algarve (CHUA) apresentam problemas técnicos que ainda estão a ser analisados.

Desta forma, os ventiladores provenientes da China, que custaram cerca de 1,3 milhões de euros, ainda não puderam ser utilizados pelos hospitais de Faro e de Portimão.

Em declarações ao diário, o CHUA confirmou ter encaminhado estes equipamentos para serem testados no Serviço de Utilização Comum dos Hospitais (SUCH) e aguarda agora pelo “relatório final”.

Ao jornal Público, o presidente da AMAL, António Pina, explicou que “os equipamentos passam por uma bateria de testes e num ou dois não terão atingido os parâmetros expectáveis”.

O responsável disse ainda que os ventiladores funcionam e que, por isso, acredita que o problema deverá ser de fácil resolução, tendo dado o exemplo dos aparelhos de telemetria que também foram adquiridos neste pacote (estes não cumpriam uma determinada especificação, mas o problema foi facilmente resolvido).

Na conferência de imprensa desta sexta-feira sobre a evolução da pandemia em Portugal, a ministra da Saúde, Marta Temido, foi questionada pelos jornalistas sobre esta situação. A governante afirmou que “os ventiladores não foram comprados pelo SNS, foram uma doação, e o generoso doador está já a tratar das questões com o fornecedor”.

A governante explicou que, em março, foram “identificados mais de 1100 ventiladores para serem afetos” a doentes covid-19, reforçados, até ao momento, com mais 1743. Destes ventiladores, o SNS comprou 946, alguns dos quais já foram entregues, 156 correspondem a um empréstimo e 522 foram doados, disse.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Debaixo de fogo devido a comparações a Hitler, Amazon altera ícone da sua aplicação

A Amazon mudou o novo logótipo da sua aplicação de smartphone depois de várias vozes críticas terem comparado a imagem ao ditador alemão Adolf Hitler. A gigante do comércio eletrónico lançou o novo ícone em janeiro …

Este ano não vai haver NOS Primavera Sound. Festival regressa em 2022

Após já ter sido adiada de 2020 para 2021, a 9ª edição volta a ser reagendada e já tem novas datas. O NOS Primavera Sound é o primeiro grande festival de verão português a anunciar …

Vice-presidente do Zimbabué demite-se após acusações de abuso sexual

O vice-presidente do Zimbabué, Kembo Mohadi, acusado de assédio sexual, anunciou esta segunda-feira a sua demissão do cargo, tendo reafirmado a sua inocência. "Demito-me do cargo de vice-presidente da República do Zimbabué com efeito imediato", escreveu …

Variante inglesa em 29 países europeus. Estirpe do Brasil mais transmissível (e ilude sistema imunitário)

A variante britânica do SARS-CoV-2, presente em 29 países da União Europeia, é responsável por mais de metade das infeções totais. A estirpe detetada no Brasil, apesar de pouco prevalecente na Europa, pode ter uma …

EUA extraditam pai e filho acusados de ajudar Ghosn a fugir do Japão

Dois norte-americanos, pai e filho, procurados por ajudar o ex-presidente da Nissan, Carlos Ghosn, a escapar do Japão numa caixa, foram entregues à custódia japonesa esta segunda-feira. De acordo com o jornal britânico The Guardian, Michael …

Até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão", diz António Lacerda Sales

O Secretário de Estado da Saúde, António Lacerda Sales, admitiu, em entrevista ao SAPO24, que foram cometidos erros desde o início da pandemia e defendeu que até à Páscoa "as coisas devem ficar como estão". Um …

Trabalhar no Interior. Benefícios fiscais tiveram impacto de 27 milhões (e programa deve ser prorrogado)

Os benefícios fiscais previstos no Programa de Valorização do Interior (PVI) tiveram um impacto de cerca de 27 milhões de euros em 2020, revelou o Ministério da Coesão Territorial, destacando a aprovação de projetos …

Regulador da aviação trava construção do aeroporto do Montijo

O parecer negativo das câmaras do Seixal e da Moita e a não emissão por Alcochete levaram a Autoridade Nacional da Aviação Civil (ANAC) a recusar emitir um parecer prévio de viabilidade do aeroporto do …

França aprova vacina da AstraZeneca para maiores de 65 anos. Única dose das vacinas reduz hospitalização nos mais idosos

O Governo francês alargou a idade de toma da vacina da AstraZeneca, que estava reservada para pessoas entre os 50 e os 64 anos. A partir de agora, pessoas com até 75 anos também vão …

OMS diz que é prematuro e "não realista" pensar-se que a pandemia acaba este ano

O diretor executivo do Programa de Emergências em Saúde da OMS diz que é prematuro pensar-se que a pandemia termina até ao fim do ano, mas que é possível é reduzir as hospitalizações e as transmissões …