Venezuela diz que foram vencidos demónios da guerra com demissão de John Bolton

EneasMx / Wikimedia

Ministro venezuelano de Finanças, Tareck El Aissami

O ministro venezuelano das Finanças diz que foram vencidos demónios da guerra com demissão de John Bolton e sublinhou que o futuro pertence à população.

O Governo venezuelano considerou, esta terça-feira, que a demissão do conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Bolton, é um sinal de que foram vencidos os demónios da guerra.

“Foi [John Bolton] quem mais mentiu e mais dano fez ao nosso povo. A verdade histórica venceu os demónios da guerra“, escreveu o ministro venezuelano de Finanças na sua conta no Twitter.

Tareck El Aissami, que também é vice-presidente para a Área Económica da Venezuela”, frisou ainda que o futuro pertence à população. “Somos mais os que apostamos na paz. Venceu a verdade“, escreveu numa outra mensagem.

Para o deputado da Assembleia Constituinte (composta unicamente por simpatizantes do regime) Jesus Faria, a demissão de John Bolton é o resultado da política desastrosa dos Estados Unidos da América.

Dirigente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, o partido do Governo), lusodescendente e ex-ministro de Comércio Externo da Venezuela, Jesus Faria explicou aos jornalistas que as políticas norte-americanas têm desencadeado mudanças desnecessárias e trouxeram novos conflitos ao mundo.

“A nós não nos abre nenhuma esperança positiva [a demissão de Bolton]. Eles têm demasiados genocidas para encarregar-se desse cargo. No entanto, a nossa esperança está em chegar a um acordo, em poder dialogar”, frisou.

Já o presidente da Assembleia Nacional, onde a oposição está em maioria, a saída de John Bolton “é uma decisão soberana dos Estados Unidos“.

“Agradecemos-lhe tudo o que fez pela causa democrática venezuelana. Era uma pessoa comprometida com a Venezuela e com a democracia na região e no mundo”, disse aos jornalistas Juan Guaidó. Segundo o opositor, o afastamento de Bolton não representa um risco para o apoio internacional que a Venezuela e a oposição têm tido.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou esta terça-feira a demissão de John Bolton, o seu conselheiro de Segurança Nacional, alegando fortes discordâncias “com muitas das suas sugestões”.

Donald Trump anunciou a demissão de Bolton na sua conta pessoal na rede social Twitter, agradecendo-lhe os seus préstimos, mas reconhecendo a incapacidade para continuar a lidar com os desencontros de ideias. “Discordo totalmente de muitas das suas sugestões”, escreveu Trump, no Twitter, acrescentando que deverá nomear um novo assessor de Segurança Nacional na próxima semana.

John Bolton, 70 anos, foi assessor de dois outros presidentes Republicanos, George H. W. Bush e Ronald Reagan, tendo sido nomeado conselheiro de Segurança Nacional de Trump em março de 2018.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Cientista diz que avanços científicos podem levar à extinção humana

A evolução da ciência e tecnologia pode ser fundamental para evitar catástrofes, mas, ironicamente, pode também ser a causadora do fim da nossa espécie. O estudo das mudanças climáticas baseia-se em simulações cada vez mais de …

A ilha mais remota do mundo tem nome português

Tristão da Cunha é uma ilha com apenas 250 habitantes, onde ninguém fala português. Não há hotel nem aeroporto. Há quem parta em busca de um lugar sossegado para evitar as grandes multidões turísticas. Caso esteja …

Costa não tinha dúvidas. O parecer da PGR sobre familiares é “absolutamente inequívoco”

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu hoje que o parecer da Procuradoria-Geral da República (PGR) sobre as incompatibilidades entre governantes e negócios com empresas de familiares é “absolutamente inequívoco”. “O parecer é absolutamente inequívoco sobre …

Jovens do mundo inteiro ocupam a ONU em inédita Cimeira do Clima

Mais de 500 jovens, representantes de mais de 140 países, ocuparam este sábado o espaço habitualmente destinado aos diplomatas da ONU. A United Nations Youth Climate Summit, primeira cimeira da juventude sobre o clima, em Nova …

Esta zebra nasceu com bolas em vez de riscas

No Quénia, foi avistada uma cria de zebra com uma particularidade: em vez de riscas, esta tinha bolinhas brancas. Habitualmente, as zebras com condições semelhantes acabam por não viver durante muito tempo. Um rara cria de …

Há rochas "saltitantes" e colapsos de penhascos no cometa da Rosetta

  Cientistas que analisam o tesouro de imagens obtidas pela missão da Rosetta da ESA descobriram mais evidências de curiosas rochas "saltitantes" e quedas dramáticas de penhascos. A Rosetta operou no Cometa 67P/Churyumov-Gerasimenko entre agosto de 2014 …

PS e BE afastados "porque dá jeito" (e os riscos de andar para trás)

O líder do PSD alertou este domingo para o distanciamento do PS em relação ao BE, porque “dá jeito para as eleições”, notando ser uma tentativa de “limpar” a proximidade dos últimos quatro anos e …

A KLM vai passar a "voar" de comboio

A KLM, que já tinha sugerido que se voasse menos e se viajasse mais de comboio, confirmou que vai retirar um dos voos Bruxelas-Amesterdão, passando os passageiros a efetuar a rota sobre carris, num comboio …

Cientistas fazem reconstrução facial de um guerreiro escocês do séc XV

Cientistas reconstruiram digitalmente o rosto daquele que terá sido um membro poderoso de um clã do século XV da Escócia, que terá morrido num violento conflito com um clã vizinho. Corria o ano de 1957 quando …

Estudo mostra que os golfinhos também já são resistentes aos antibióticos

Um novo estudo realizado nos Estados Unidos mostra que os golfinhos Tursiops truncatus também já mostram resistência aos antibióticos. Não é segredo que os seres humanos usam demasiados antibióticos, tanto que estamos a desenvolver uma resistência …