Venezuela entra em recessão com inflação recorde de 63,6%

Lex Arias / Flickr

Mercado em Caracas, na Venezuela

Mercado em Caracas, na Venezuela

O Banco Central da Venezuela (BCV) revelou hoje que a inflação do país entre Novembro de 2013 e o mesmo mês deste ano foi de 63,6%, percentagem recorde, sendo que o país entrou também oficialmente em recessão.

“A inflação, a um nível anual, registada no mês de Novembro 2014 subiu para 63,6%”, afirmou o BCV num relatório hoje divulgado.

O Índice de Preços no Consumidor (IPC) situou-se nos 63,6% nos últimos 12 meses, enquanto os dados do PIB mostravam a entrada em recessão, uma vez que caiu por três trimestres consecutivos: no primeiro 4,8%, no segundo 4,9% e, no terceiro, 2,3%, segundo o BCV.

O banco atribuiu “a subida inflacionária” à onda de manifestações antigovernamentais no país.

Com frequência os cidadãos radicados na Venezuela queixam-se de dificuldades para conseguir alguns produtos do cabaz básico alimentar e medicamentos, alguns dos quais muitas vezes são obtidos através da “buhonería” (venda informal).

A Venezuela entrou também em recessão após registar três trimestres consecutivos de quebra económica, caindo 2,3% no último trimestre.

O presidente dvenezuelano, Nicolás Maduro, anunciou esta terça-feira um plano de recuperação económica, que inclui um novo sistema de controlo cambial, mais investimento social e cortes na despesa pública do país que entrou em recessão.

A um dia de fechar o ano de 2014, Maduro afirmou que se colocará na frente da batalha para recuperar a economia venezuelana.

Agencia de Noticias ANDES

Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro

Maduro tinha criado grande expectativa relativamente ao anúncio de terça-feira, depois de na véspera ter informado que facultaria dados do programa de recuperação da económica.

Esse plano contempla a criação de um organismo – que designou de “estado-maior” para a recuperação económica – o qual ficará responsável por coordenar todos os esforços para a saída da crise e que entra oficialmente em funções no sábado, sob a direcção do próprio Presidente.

“Nesse dia arrancamos já com todos os mecanismos de supervisão e controlo e vamos elevar a ‘parada’ ao máximo, desde o produtor ao consumidor, desde o importador e do sistema logístico até ao consumidor, e verificar todos os detalhes”, disse o chefe de Estado venezuelano, em conferência de imprensa.

“Vamos seguir em frente”, sublinhou Maduro, explicando que o plano de recuperação económica vai avançar em três momentos – a seis meses e a dois e a quatro anos – e terá impacto nas variáveis de crescimento, na “inflação induzida” e fará frente à queda do preço do petróleo que já se situa abaixo dos 47 dólares por barril.

Adiantou ainda que as linhas de acção incluem, além de um novo sistema cambial, uma reforma fiscal, “a optimização do gasto público”, e o reforço das reservas internacionais.

Como parte desses objectivos figura o “aperfeiçoamento do modelo económico-social de distribuição da riqueza” e o investimento em programas sociais “do modelo socialista” para os quais, assegurou, conta com os recursos em bolívares.

Insistiu ainda que todas as vicissitudes que atravessa a economia venezuelana se devem a uma “guerra económica” promovida por sectores empresariais nacionais e internacionais, às quais se soma agora a queda dos preços do petróleo, fenómeno pelo qual responsabiliza os Estados Unidos.

“Todas estas dificuldades vão-nos permitir reordenar, com maior rigor, exigência e disciplina, os gastos do Estado, o investimento social e económico, a estratégia de crescimento real, a conquista de resultados no desenvolvimento e crescimento da economia”, afirmou.

O governante pediu a toda a “pátria” para entrarem em 2015 “com vontade trabalhar, com esperança, com infinita força” e, apesar de reconhecer que será “um ano de luta”, apelou para que se acredite que será um período de “grande mudança do modelo económico”, do qual sairá um novo esquema “assente no trabalho”.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Morreu Paul Bocuse, o "papa da gastronomia"

Paul Bocuse, impulsor da "nouvelle cuisine" francesa e o cozinheiro mais famoso do seu país, morreu neste sábado aos 91 anos de idade, anunciou a família do chef à imprensa francesa. "Bocuse morreu, a gastronomia está …

Isolamento social faz desenvolver diabetes tipo 2

Um estudo recente descobriu uma intrigante relação entre isolamento social e o desenvolvimento da diabetes tipo 2, sugerindo que ter um pequeno grupo de amigos pode tornar-nos mais propensos ao desenvolvimento da doença. Enquanto a diabetes …

Escutas de Sócrates infectadas com vírus informático

Os advogados dos dois principais arguidos na Operação Marquês, José Sócrates e Ricardo Salgado, denunciam a existência de vírus informáticos nas escutas que lhes foram entregues. Segundo afirmou ao jornal Público o advogado Pedro Delille, os …

Angola prepara-se para fechar 9 embaixadas e 18 consulados, incluindo em Portugal

O Governo angolano está a estudar a possibilidade de encerrar 9 embaixadas e 18 consulados-gerais, nomeadamente em Lisboa, Faro e Macau, além de 10 representações comerciais, incluindo em Portugal, para poupar mais de 66 milhões …

Sondagem: PS aumenta vantagem, Rui Rio não tem hipóteses, Passos sobe

O PS continua a aumentar a sua distância com o PSD nas sondagens, e tem agora uma vantagem de 14,4 pontos percentuais. Entre os líderes políticos, quem mais subiu foi o presidente cessante do PSD, …

Patrocinadora do programa "Supernanny" pondera sair

A marca que patrocina o polémico programa da SIC diz que está a considerar suspender o patrocínio, uma vez que o "tumulto social" causado pelo reality show não é compatível com os seus princípios. De acordo …

PJ faz buscas em esquadra da PSP na Amadora por suspeitas de corrupção

A Polícia Judiciária realizou buscas, esta sexta-feira, na esquadra da Brandoa, na Amadora, por suspeitas de corrupção passiva e ativa e de abuso de poder por parte de alguns agentes da PSP. Segundo o Correio da Manhã, …

"Conta invisível" do GES pagou a 106 pessoas (com Zeinal Bava à cabeça)

Um enorme saco azul do Grupo Espírito Santo pagou de forma explícita durante 8 anos a 106 pessoas e manteve 96 avenças ocultas. À frente da lista de pagamentos, o antigo administrador da PT Zeinal …

Ministério Público desconhece paradeiro dos filhos do ex-embaixador iraquiano

O Ministério Público desconhece o paradeiro dos gémeos iraquianos acusados de tentativa de homicídio de um jovem, tendo a procuradora do processo solicitado à Procuradoria-Geral da Republica para pedir às autoridades do Iraque que notifiquem …

Hugo Vau surfou "bomba" na Nazaré (e pode ter quebrado recorde de McNamara)

O surfista português surfou uma "bomba", na quarta-feira passada, na Praia do Norte, na Nazaré, que se calcula ter 35 metros e que poderá ter quebrado o recorde do norte-americano Garrett McNamara. "Esta sim, foi diferente de …