Vaticano suspeita que Cardeal pagou apartamento de luxo com donativos de crianças doentes

catholicism / Flickr

O Cardeal Tarcisio Bertone (à direita)

Há mais um escândalo a assombrar o Vaticano. Desta feita, por causa de obras de restauro, de quase meio milhão de euros, num apartamento habitado pelo Cardeal Tarcísio Bertone, havendo suspeitas de desvio de dinheiro de uma Fundação que apoia crianças doentes.

O caso já está a ser investigado pelos tribunais do Vaticano e, enquanto se elogia a rápida intervenção da Santa Sé, também surge o alerta de que se poderá estar a abrir uma verdadeira Caixa de Pandora, com implicações que podem chegar às mais altas figuras da Igreja.

A investigação centra-se no alegado uso de 422 mil euros dos fundos da Fundação do Hospital Pediátrico Bambino Gesù, que visa apoiar crianças doentes, para a restauração do apartamento habitado pelo Cardeal Bertone, ex-Secretário de Estado do Vaticano, e que é propriedade do Governatorato do Vaticano.

Em jogo estão “crimes gravíssimos”, revela o jornal italiano Espresso, que divulga cartas comprometedoras para os envolvidos, nomeadamente para o Cardeal. A acusação dos juízes do Vaticano menciona “peculato, apropriação e uso ilícito de dinheiro“.

As obras terão custado 422 mil euros, um valor que não foi pago directamente à empresa que fez o restauro, a Castelli Re.

O dinheiro terá sido transferido para uma holding britânica com sede em Londres, a LG Concractor Ltd, que será controlada por um amigo pessoal do Cardeal Bertone, Gianantonio Bandera, que também é o proprietário da Castelli Re.

O Cardeal tem negado o conhecimento do envolvimento de qualquer verba da Fundação e diz inclusivamente ter pago “300 mil euros” do seu bolso. Mas o Espresso divulga cartas que asseveram que ele estava a par do uso dos fundos do hospital pediátrico nas obras.

Numa dessas missivas, o ex-presidente do hospital, Giuseppe Profiti, oferece-se para pagar as obras do apartamento habitado pelo Cardeal, através da Fundação sem fins lucrativos dedicada ao apoio de crianças doentes, em troca de este acolher naquela habitação “encontros institucionais”.

Um dia depois, o Cardeal terá respondido à carta aceitando a oferta e enviando uma “lista de pedidos”, salienta o jornal italiano.

Bertone tinha reagido ao seu envolvimento no caso como “uma calúnia”.

“Paguei 300 mil euros do meu bolso, segundo as facturas que me mandou o Governatorato, proprietário do imóvel. Sobre os 200 mil da Fundação? Não vi nada. E excluo em absoluto ter dado quaisquer indicações à Fundação para algum pagamento”, disse o Cardeal.

Outra dúvida que surge, à luz das palavras de Bertone, é que ou está a mentir, mais uma vez, quando diz que pagou o valor, com o conluio de elementos do Governatorato, ou o construtor recebeu 422 mil euros da Fundação, mais os 300 mil euros do Cardeal.

Na investigação aberta pelo Vaticano constam apenas os nomes de Giuseppe Profiti e do ex-tesoureiro do hospital, Massimo Spina.

Mas muito dificilmente o Cardeal Bertone sairá ileso do caso.

Por ser Cardeal, só poderá ser julgado pelo Tribunal de Cassação da Cidade do Vaticano e se isso vier a acontecer, será o primeiro caso da história da Santa Sé.

SV, ZAP

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Se o Cardeal “tem negado desconhecimento absoluto do envolvimento de qualquer verba”, então confirma esse envolvimento …
    Vale a pena ter mais cuidado com a redacção dos textos …

Miranda Sarmento acusa ministro da Economia de ter faltado à verdade

Joaquim Miranda Sarmento considera que o ministro da Economia "disse duas coisas que não são verdade" ao comentar as 18 propostas apresentadas pelo PSD esta segunda-feira. Em entrevista à Rádio Observador, Joaquim Miranda Sarmento, Presidente do …

Hospital da Cruz Vermelha acusa Francisco George de pôr em risco sobrevivência da unidade

Clínicos do Hospital da Cruz Vermelha Portuguesa (HCVP) acusam Francisco George de estar a colocar em risco "a sobrevivência clínica e económica" daquela unidade de saúde de Lisboa. Mais de 50 clínicos do Hospital da Cruz …

André Ventura acredita que será reeleito

A demissão do líder do Chega deverá ser feita oficialmente esta semana, mas André Ventura acredita que será reeleito com o apoio das distritais, das regionais e dos militantes. O líder da distrital do Porto apresentou …

Primeira linha de crédito de 400 milhões de euros para empresas já esgotou

A primeira linha de crédito criada pelo Governo para apoiar empresas, no âmbito da crise desencadeada pela pandemia de covid-19, já esgotou. De acordo com o semanário Expresso, já não estão a ser aceites candidaturas para …

Recém-nascidos vão poder ser registados pela Internet

O registo de recém-nascidos vai poder ser feito através da plataforma digital dos Serviços da Justiça, de modo a evitar as saídas de casa. Os balcões "Nascer Cidadãos", que garantiam o registo de bebés após o …

Quase 30% dos brasileiros diz não fazer isolamento social

Quase um terço dos brasileiros não faz isolamento social para evitar a proliferação do novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, segundo uma sondagem divulgada pelo Instituto Datafolha. De acordo com os inquéritos feitos pelo Instituto …

Sindicato dos magistrados do MP quer legislação para dispensa de autópsias

O Sindicato dos Magistrados do Ministério Público (SMMP) defende a criação de uma legislação temporária para a dispensa de autópsias médico-legais durante a pandemia de Covid-19. De acordo com o Observador, numa carta aberta enviada à …

Rússia nega "categoricamente" subornos na atribuição do Mundial 2018

Esta terça-feira, Dmitri Peskov, porta-voz do Kremlin, disse que o Mundial 2018 de futebol foi atribuído pela FIFA de “forma absolutamente legal”. A Presidência russa negou “categoricamente”, esta terça-feira, a existência de qualquer tipo de subornos …

Na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. É um "trabalhador essencial"

Este ano, na Nova Zelândia, nem a covid-19 vai parar o Coelho da Páscoa. Esta segunda-feira, Jacinda Ardern, primeira-ministra do país, classificou o famoso coelho como um "trabalhador essencial". Segundo a primeira ministra neozelandesa, o Coelho …

Assassino do jornalista eslovaco Jan Kuciak condenado a 23 anos de prisão

Um tribunal eslovaco condenou na segunda-feira a 23 anos de prisão o assassino do jornalista Jan Kuciak, que investigava as relações entre o crime organizado e o poder. O repórter foi morto a tiro em …