Vaticano demorou quase 20 anos a destituir padre acusado de pedofilia

paval hadzinski / Flickr

Praça de São Pedro, no Vaticano

Praça de São Pedro, no Vaticano

A Igreja Católica demorou quase 20 anos a destituir um padre acusado de abusar sexualmente de menores na Austrália, segundo foi discutido hoje na comissão governamental que investiga estes crimes.

John Gerard Nestor era sacerdote numa diocese da cidade de Wollongong quando foi acusado, em 1997, de ter abusado de um menino, disse o advogado Angus Stewart, que assiste a comissão no inquérito, citado pela agência AAP.

O caso de Nestor está a ser abordado hoje pela comissão governamental incumbida de investigar a resposta por parte das instituições aos abusos sexuais a menores cometidos no seio de instituições públicas, sociais e religiosas da Austrália.

A comissão centra-se na forma como a Igreja Católica, apoiando-se no direito canónico, enfrentou os casos de pedofilia cometidos por sacerdotes, explicou o advogado.

Nestor admitiu, em 1997, que dormiu num colchão colocado no chão com o adolescente e o seu irmão menor em julho de 1991, mas negou qualquer contacto sexual.

O ex-padre de 50 anos, que costumava dirigir acampamentos de verão para acólitos, foi condenado por atentado ao pudor agravado, apesar de depois, em 1997, ter sido absolvido.

Angus Stewart explicou hoje durante uma audiência na cidade de Sydney que essa decisão judicial veio pôr a descoberto queixas contra Nestor, como fazer com que os meninos nadassem nus e competissem entre si para comparar os seus atributos físicos durante os acampamentos.

Foi assim que, em 1997, o então bispo de Wollongong, Philip Wilson, expôs o caso de Nelson junto das autoridades eclesiásticas e decretou formalmente a sua cessão de funções como sacerdote.

Após 11 anos de investigações ao caso de Nestor, levadas a cabo em várias instâncias, incluindo no Vaticano, Bento XVI destituiu-o, em 2008, depois de as autoridades australianas e a diocese de Wollongong terem recebido novas informações relativas a graves ofensas cometidas por Nestor contra as leis da Igreja Católica.

“Foi assim que a ordenação de John Nestor como sacerdote e o seu trabalho na diocese de Wollongong terminaram, quase 20 anos depois de terem surgido acusações relativamente à sua conduta com menores”, sublinhou o mesmo advogado.

A comissão, que prevê entregar um relatório preliminar ao Governo federal até ao final do mês antes de concluir o seu trabalho, em dezembro, recebeu em audiências privadas cerca de 1.700 denúncias de abusos sexuais, das quais mais de mil implicam instituições religiosas.

O estabelecimento desta comissão foi anunciado em novembro de 2012, depois de a polícia do estado australiano de Nova Gales do Sul ter acusado a Igreja Católica de encobrir casos de pedofilia, alegadamente organizada, de tentar silenciar as investigações e de destruir provas cruciais para evitar processos judiciais.

A Igreja Católica reconheceu, em setembro de 2012, a existência de 620 casos de abusos sexuais contra menores cometidos por sacerdotes na Austrália desde a década de 1930.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Papa cínico e psicopata que está na foto acima, foi um cancro enquistado no corpo da igreja católica.
    Ascendeu ao papado por via dum crime de homicídio na pessoa do seu antecessor ( Luciano de Veneza) porque havia um plano orquestrado pela elite mundial judaico/semita e que ele serviu fielmente.
    A divulgação dos crimes de pedofilia perpetrados pelos padres e não condenação e afastamento dos mesmos da igreja, eram atitudes com duplo sentido negativo para desacreditar a mesma e tentar, como tem sido feito pelos judeus, a sua destruição.
    Pedofilia são crimes cometidos por homens inspirados por satanás. Mas não são, nem de longe, exclusivos da igreja católica. Pesquise-se e ver-se-á em todas as religiões crimes horrendos para além de pedofilia, como por exemplo, rapto e tráfico de crianças para venda a redes de prostituição onde as religiões são organizadoras e executantes.
    Vem-me à memória a actividade duma rede liderada por rabis judeus nos estados unidos que raptava jovens adolescentes a quem extraiam orgãos para venda no mercado negro a 50.000 dolares. O mais escabroso disto é que estes são crimes não considerados como tal pela religião judaica desde que cometidos contra ‘gentios’ ou ‘goyins’, como eles chamam aos não judeus. Quem consegue ler algo sobre isto nos jornais ou ouvir nas tv’s?
    Aquele papa, Karol Voytilia, foi um agente colocado pela CIA/MOSSAD no mais alto cargo da Igreja Católica Apostólica Romana com dois objectivos fundamentais:
    1) Na sua qualidade de cidadão polaco, tentar minar a todo o custo o regime da união soviética explorando o seu calcanhar de aquiles que era a Polónia, tendo cumprido plenamente esse objectivo.
    2) Infiltar na Cúria Romana toda a espécie de criminosos para minar o Vaticano por dentro. Crimes de corrupção e tráfico de capiais. Actos de terrorismo com assassinatos. Roberto Calvi e outros dos seus foram suas vítimas.
    3) Promover à condição de cardeais e colocá-los na estrutura da Cúria, conhecidos pedófilos que, como já se sabe, montaram dentro do próprio Vaticano uma rede para práticas pedófilas e depravações afins de modo a destroçar a credibilidade da igreja aos olhos do mundo.
    A depravação, deboche e crime na estrutura cardinalícia é de tal ordem que o pobre do Ratzinger (Bento XVI), renunciou por absoluta incapacidade de ‘limpar’ o esterco metido na igreja por João Paulo II para cumprimento do programa de destruição da mesma cujo guião está bem definido no novo testamento judeu, o Talmud.

RESPONDER

A água é comum nos mundos extraterrestres (mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava)

A presença de água em exoplanetas é comum, mas surpreendentemente mais escassa do que se esperava, concluiu uma nova investigação levada a cabo por cientistas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido. Para chegar a …

"Encontrei a minha alma gémea". Presidente do Flamengo disposto a (quase) tudo para segurar Jesus

O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, ficou encantado com Jorge Jesus logo quando o conheceu. É o que o dirigente diz numa entrevista, onde admite que encontrou a sua "alma gémea", não revelando dados sobre …

COP25: uma traição ao Acordo de Paris "e às pessoas em todo o mundo"

Organizações não governamentais ambientalistas consideraram que os projetos de resolução que a cimeira do clima da ONU tem para aprovar são "uma traição" do Acordo de Paris e dos milhões de pessoas que sofrem com …

Governo admite novo aumento extra das pensões (com a simpatia das Finanças e de olho na geringonça)

O Governo está a equacionar um novo aumento extraordinário das pensões no âmbito da preparação da proposta de Orçamento do Estado para 2020 (OE2020). A medida agrada a PCP e Bloco de Esquerda e terá …

Na última noite no Porto, Óliver foi sozinho à Ponte D. Luís (e vieram-lhe as lágrimas aos olhos)

O médio espanhol Óliver Torres confessa que a sua saída do Porto foi "emotiva" e que se despediu do clube e da cidade na Ponte D. Luís, de noite e sozinho, com "as lágrimas nos …

Costa e Centeno discutiram no Conselho Europeu (e foi Centeno quem ganhou)

António Costa e Mário Centeno envolveram-se numa "discussão directa" em pleno Conselho Europeu que deixou os restantes membros do Eurogrupo perplexos. Em causa esteve o primeiro orçamento da Zona Euro, com o primeiro-ministro de Portugal …

Sondagens. Livre cai a pique, Montenegro lidera corrida ao PSD

O PS lidera as intenções de voto com 37,1% e um avanço de 10,2 pontos percentuais sobre o PSD numa sondagem em que o Livre surge com metade da votação alcançada nas legislativas em outubro. Num …

ONU chama a atenção para consumo de tramadol (erradamente considerado menos letal que fentanil)

A crise derivada do consumo excessivo de opóides e as mortes daí decorrentes já levaram empresas norte-americanas que os produzem a receber milhares de ações judiciais. Contudo, a Organização das Nações Unidas (ONU) chama a …

Mais de 50 jornalistas subscrevem abaixo-assinado em defesa de Maria Flor Pedroso

Mais de 50 jornalistas, entre os quais Adelino Gomes, Henrique Monteiro, Anabela Neves e Francisco Sena Santos, subscreveram esta sexta-feira um abaixo-assinado em defesa da jornalista Maria Flor Pedroso, diretora de informação da RTP. "Confrontados com …

O maior sítio arqueológico submerso do mundo é no México (e está a surpreender os especialistas)

Uma equipa de especialistas está a explorar há cerca de quatro anos o Grande Aquífero Maia, localizado no México, e tem feito descobertas surpreendentes que vão desde numerosos sítios arqueológicos a vestígios de homens primitivos.  Durante …