Vaticano demorou quase 20 anos a destituir padre acusado de pedofilia

paval hadzinski / Flickr

Praça de São Pedro, no Vaticano

Praça de São Pedro, no Vaticano

A Igreja Católica demorou quase 20 anos a destituir um padre acusado de abusar sexualmente de menores na Austrália, segundo foi discutido hoje na comissão governamental que investiga estes crimes.

John Gerard Nestor era sacerdote numa diocese da cidade de Wollongong quando foi acusado, em 1997, de ter abusado de um menino, disse o advogado Angus Stewart, que assiste a comissão no inquérito, citado pela agência AAP.

O caso de Nestor está a ser abordado hoje pela comissão governamental incumbida de investigar a resposta por parte das instituições aos abusos sexuais a menores cometidos no seio de instituições públicas, sociais e religiosas da Austrália.

A comissão centra-se na forma como a Igreja Católica, apoiando-se no direito canónico, enfrentou os casos de pedofilia cometidos por sacerdotes, explicou o advogado.

Nestor admitiu, em 1997, que dormiu num colchão colocado no chão com o adolescente e o seu irmão menor em julho de 1991, mas negou qualquer contacto sexual.

O ex-padre de 50 anos, que costumava dirigir acampamentos de verão para acólitos, foi condenado por atentado ao pudor agravado, apesar de depois, em 1997, ter sido absolvido.

Angus Stewart explicou hoje durante uma audiência na cidade de Sydney que essa decisão judicial veio pôr a descoberto queixas contra Nestor, como fazer com que os meninos nadassem nus e competissem entre si para comparar os seus atributos físicos durante os acampamentos.

Foi assim que, em 1997, o então bispo de Wollongong, Philip Wilson, expôs o caso de Nelson junto das autoridades eclesiásticas e decretou formalmente a sua cessão de funções como sacerdote.

Após 11 anos de investigações ao caso de Nestor, levadas a cabo em várias instâncias, incluindo no Vaticano, Bento XVI destituiu-o, em 2008, depois de as autoridades australianas e a diocese de Wollongong terem recebido novas informações relativas a graves ofensas cometidas por Nestor contra as leis da Igreja Católica.

“Foi assim que a ordenação de John Nestor como sacerdote e o seu trabalho na diocese de Wollongong terminaram, quase 20 anos depois de terem surgido acusações relativamente à sua conduta com menores”, sublinhou o mesmo advogado.

A comissão, que prevê entregar um relatório preliminar ao Governo federal até ao final do mês antes de concluir o seu trabalho, em dezembro, recebeu em audiências privadas cerca de 1.700 denúncias de abusos sexuais, das quais mais de mil implicam instituições religiosas.

O estabelecimento desta comissão foi anunciado em novembro de 2012, depois de a polícia do estado australiano de Nova Gales do Sul ter acusado a Igreja Católica de encobrir casos de pedofilia, alegadamente organizada, de tentar silenciar as investigações e de destruir provas cruciais para evitar processos judiciais.

A Igreja Católica reconheceu, em setembro de 2012, a existência de 620 casos de abusos sexuais contra menores cometidos por sacerdotes na Austrália desde a década de 1930.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. O Papa cínico e psicopata que está na foto acima, foi um cancro enquistado no corpo da igreja católica.
    Ascendeu ao papado por via dum crime de homicídio na pessoa do seu antecessor ( Luciano de Veneza) porque havia um plano orquestrado pela elite mundial judaico/semita e que ele serviu fielmente.
    A divulgação dos crimes de pedofilia perpetrados pelos padres e não condenação e afastamento dos mesmos da igreja, eram atitudes com duplo sentido negativo para desacreditar a mesma e tentar, como tem sido feito pelos judeus, a sua destruição.
    Pedofilia são crimes cometidos por homens inspirados por satanás. Mas não são, nem de longe, exclusivos da igreja católica. Pesquise-se e ver-se-á em todas as religiões crimes horrendos para além de pedofilia, como por exemplo, rapto e tráfico de crianças para venda a redes de prostituição onde as religiões são organizadoras e executantes.
    Vem-me à memória a actividade duma rede liderada por rabis judeus nos estados unidos que raptava jovens adolescentes a quem extraiam orgãos para venda no mercado negro a 50.000 dolares. O mais escabroso disto é que estes são crimes não considerados como tal pela religião judaica desde que cometidos contra ‘gentios’ ou ‘goyins’, como eles chamam aos não judeus. Quem consegue ler algo sobre isto nos jornais ou ouvir nas tv’s?
    Aquele papa, Karol Voytilia, foi um agente colocado pela CIA/MOSSAD no mais alto cargo da Igreja Católica Apostólica Romana com dois objectivos fundamentais:
    1) Na sua qualidade de cidadão polaco, tentar minar a todo o custo o regime da união soviética explorando o seu calcanhar de aquiles que era a Polónia, tendo cumprido plenamente esse objectivo.
    2) Infiltar na Cúria Romana toda a espécie de criminosos para minar o Vaticano por dentro. Crimes de corrupção e tráfico de capiais. Actos de terrorismo com assassinatos. Roberto Calvi e outros dos seus foram suas vítimas.
    3) Promover à condição de cardeais e colocá-los na estrutura da Cúria, conhecidos pedófilos que, como já se sabe, montaram dentro do próprio Vaticano uma rede para práticas pedófilas e depravações afins de modo a destroçar a credibilidade da igreja aos olhos do mundo.
    A depravação, deboche e crime na estrutura cardinalícia é de tal ordem que o pobre do Ratzinger (Bento XVI), renunciou por absoluta incapacidade de ‘limpar’ o esterco metido na igreja por João Paulo II para cumprimento do programa de destruição da mesma cujo guião está bem definido no novo testamento judeu, o Talmud.

RESPONDER

Viagens expresso no Sistema Solar. Nave espacial pode chegar a Titã em apenas 2 anos

Uma equipa de cientistas está a trabalhar num propulsor de nave espacial que, segundo eles, poderia alcançar a misteriosa lua de Saturno, Titã, em menos da metade do tempo que o satélite Cassini demoraria. Apesar de …

Depois do "selo Brexit", os correios da Áustria emitem o "selo corona" impresso em papel higiénico

O serviço postal da Áustria uniu dois pontos da pandemia do novo coronavírus ao criar um selo impresso em papel higiénico que, segundo os correios, as pessoas também podem, a qualquer momento, usar para ajudar …

A Moog celebra os 100 anos do Theremin com um novo instrumento: o Claravox Centennial

Este ano marca o 100º aniversário do Theremin - um dos primeiros instrumentos musicais completamente eletrónicos, controlado sem qualquer contacto físico pelo músico. Para celebrar vai ser lançado o Claravox Centennial. Foi em 1920 que Leon Theremin, …

Depósito inexplorado na Sibéria tem uma das maiores reservas de ouro do mundo

O maior produtor de ouro da Rússia, PJSC Polyus, anunciou esta semana que o seu depósito inexplorado em Sukhoi Log, na região siberiana de Irkutsk, possui uma das maiores reservas mundiais deste metal preciosos. De …

Os novos iPhones não trazem carregador. Apple poupa muito nos custos, mas não no ambiente

A Apple decidiu vender os seus novos iPhones sem carregador ou auscultadores, alegando que a alteração tem em conta o ambiente, uma vez que serão utilizados menos produtos na embalagem dos telemóveis, mas os especialistas …

Caça ao tesouro secular. Lendária ilha pode esconder Santo Graal, manuscritos de Shakespeare e jóias reais

Perto da Nova Escócia, no Canadá, há uma lendária ilha com misteriosos túneis e estranho artefactos. Há quem acredite que esconde o Santo Graal, os manuscritos de Shakespeare e um tesouro de um capitão. Porém, …

Aprender "baleiês" pode evitar choque de navios com o animal

Uma equipa de cientistas da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, tem uma nova ideia para salvar as baleias-azuis em migração das colisões com navios. Durante a época de migração das baleias-azuis, os animais enfrentam sérios …

Afinal, os carros elétricos não são a melhor resposta para combater as alterações climáticas

Os carros elétricos, surgem como alternativas mais sustentáveis aos veículos a gasolina ou gasóleo, podem não ser a melhor forma de combater as alterações climáticas no âmbito dos transportes, de acordo com um novo estudo. …

Seria Jesus um mágico? Há arte romana que parece sugerir que sim

Em alguma arte antiga, Jesus é retratado a fazer milagres com algo na mão que parece ser uma varinha. Investigadores sugerem que se trata de um cajado, que era usado como símbolo de poder. Segundo a …

Nem todos os clubes estão a afundar – alguns estão a prosperar durante a pandemia

Nem todos os clubes estão a sofrer às mãos desta pandemia de covid-19. Alguns deles têm conseguido bons resultados financeiros apesar da crise. A covid-19 provou ser um adversário devastador para o desporto profissional em todo …