Varoufakis ainda acredita que um acordo pode ser alcançado

d.r. GOV.gr

O ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis

O ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis

O ministro das Finanças da Grécia, Yanis Varoufakis, admitiu que persistem muitas diferenças entre a Grécia e os credores quanto às medidas a adotar, mas disse acreditar que um acordo pode ser alcançado em breve.

“Concordamos que um acordo será difícil, mas vai acontecer e vai acontecer rapidamente porque é a única opção que temos”, disse Varoufakis esta sexta-feira, numa conferência de imprensa após o Eurogrupo informal de hoje, em Riga, capital da Letónia.

Os relatos da imprensa dão conta de que nesta reunião se viveu um ambiente hostil para com Varoufakis, com muitos ministros a tecerem palavras duras para com a atitude do ministro das Finanças grego.

O próprio presidente do Eurogrupo, o holandês Jeroen Dijsselbloem, admitiu na conferência de imprensa que esta foi uma “discussão muito crítica“.

Já a ministra das Finanças de Portugal, Maria Luís Albuquerque, que disse que não interveio na parte da Grécia por não ter nada a acrescentar ao que outros colegas disseram, considerou que um “tom de frustração” dominou essa parte do encontro.

Há já dois meses que a Grécia está a negociar com o chamado Grupo de Bruxelas – constituído por Comissão Europeia, Banco Central Europeu, Fundo Monetário Internacional e ainda Mecanismo Europeu de Estabilidade – reformas estruturais e medidas de consolidação orçamental para que possa aceder à última tranche do programa de resgate, de 7,2 mil milhões de euros.

Em fevereiro foi definido que deveria ser conseguido um acordo abrangente até final de abril, mas perante a aproximação da data e as continuas divergências o que todos os líderes lembram agora é o prazo de 30 de junho, data em que termina a extensão do atual programa de resgate à Grécia.

Apesar do tom crítico do presidente do Eurogrupo, quase inédito, este também falou aos jornalistas em “sinais positivos” nos últimos dias, mas referindo sempre que ainda falta percorrer muito caminho para se chegar a um acordo. E, reiterou, apenas quando se chegar a um acordo será desembolsado dinheiro a Atenas.

A ministra das Finanças portuguesa explicou que, da informação que é transmitida no Eurogrupo, o que melhorou é que “parece haver um melhor entendimento entre as partes” mas, adiantou, isso não significa para já qualquer acordo em áreas específicas.

As instituições continuam a exigir medidas mais aceitáveis, sobretudo em termos de finanças públicas, pensões, legislação laboral e privatizações.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

A guerra contra o plástico está a distrair-nos da poluição invisível

O atual foco na poluição de plástico está a fazer com que as pessoas descurem o tipo de poluição que não é possível ver, alerta uma equipa de investigadores. O plástico é um material incrivelmente útil …

A pandemia veio interromper as touradas no Peru. Mas há quem não esteja muito satisfeito com isso

Em poucos meses a pandemia do novo coronavírus conseguiu um feito há muito desejado por ativistas de todo o mundo: interrompeu as touradas. O cancelamento dos espetáculos - criticados pela sua violência para com os …

Dezenas de sites franceses com propaganda islâmica após pirataria informática

Várias dezenas de pequenos websites franceses foram afetados por uma onda de pirataria informática, publicando mensagens de propaganda islâmica, indica hoje a agência noticiosa France-Press (AFP). Mensagens como “Vitória para Maomé, vitória para o Islão e …

Jogos Olímpicos em 2021 vão mostrar que "humanidade derrotou o vírus"

O primeiro-ministro japonês, Yoshihide Suga, disse esta segunda-feira que o país está "determinado" em organizar os Jogos Olímpicos no verão de 2021 e declarou que o evento servirá "como prova de que a humanidade derrotou …

Herdeiro da Samsung assume as rédeas da empresa depois da morte do pai

Lee Jae-Yong, filho do presidente da Samsung, assumiu a liderança da empresa depois do seu pai ter falecido este domingo. O herdeiro assume as rédeas numa altura em que a gigante da tecnologia procura evoluir. Sob …

Vídeos de suicídios, abortos ou abusos sexuais. Ex-moderadora do YouTube descreve pesadelo (e processa plataforma)

Uma ex-moderadora do YouTube apresentou uma queixa contra a plataforma na segunda-feira, acusando-a de não proteger os funcionários que são sujeitos a uma análise e remoção de vídeos violentos publicados na página. O processo contra o …

Resultados nos Açores levam PS a pensar em eleições antecipadas

O PS voltou a ganhar as eleições regionais dos Açores, obtendo 39,13% dos votos, o que não garante a maioria absoluta. Os resultados levam o partido a pensar já em eleições antecipadas. "[O governo regional] está …

"Ainda não sei bem o que fiz". João Almeida e Rúben Guerreiro de volta a Portugal

João Almeida e Rúben Guerreiro foram duas das maiores figuras desta edição do Giro, a volta a Itália em bicicleta. Os dois ciclistas aterraram esta segunda-feira, em Lisboa, e parece que ainda não perceberam a …

Autarca de Pedrógão Grande critica "péssima investigação" sobre reconstrução de casas

O presidente da Câmara de Pedrógão Grande acusou o Ministério Público e a Polícia Judiciária de terem feito uma "péssima investigação" no processo sobre a reconstrução das casas, cujo julgamento se iniciou esta segunda-feira. "[As acusações] …

Novo Banco e TAP são "riscos não negligenciáveis" para o défice

A TAP e o Novo Banco podem ter um efeito orçamental maior que o estimado pelo Governo em 2021, constituindo "riscos não negligenciáveis" para o défice, segundo uma avaliação do Conselho das Finanças Públicas (CFP) …