Dois vice-presidentes e vários altos dirigentes da FIFA detidos por corrupção

Marcello Casal Jr. / ABr

O presidente da FIFA, Joseph Sepp Blatter

Vários dirigentes da FIFA foram detidos esta quarta-feira na Suíça, a pedido da Justiça norte-americana, que solicitou a sua extradição para que sejam julgados por corrupção.

A operação foi levada a cabo pela polícia suíça, às primeiras horas do dia, no luxuoso hotel Baur au Lac, nos Alpes, onde os dirigentes se reuniam para o seu encontro anual. Segundo o The New York Times, após pedirem as chaves na receção, os agentes dirigiram-se aos quartos para realizar as detenções. Pelo menos dois homens saíram do hotel sem algemas.

Em comunicado, o Departamento de Justiça dos EUA informou que as autoridades suíças em Zurique prenderam sete suspeitos, nomeadamente Jeffrey Webb (CONCACAF), Eduardo Li (Costa Rica), Julio Rocha (Nicarágua), Costas Takkas (Ilhas Caimão), Eugenio Figueredo (Uruguai), Rafael Esquivel (Venezuela) e José Maria Marin (Brasil).

De acordo com três fontes com conhecimento direto do caso, estarão em causa suspeitas de corrupção nas duas últimas décadas, envolvendo os concursos para acolher os Mundiais de Futebol, bem como negócios de marketing e transmissão de jogos,

O diário afirma que a investigação representa uma ameaça ao presidente da FIFA, Joseph Blatter, apesar de este não ter sido acusado.

Entretanto, o Ministério da Justiça e a polícia da Suíça confirmaram a detenção, com acusações de corrupção, dos dirigentes, além de buscas na sede da FIFA, em Zurique, durante as quais apreenderam documentos e dados informáticos.

O ministério público suíço tinha instaurado em março um inquérito contra desconhecidos por “branqueamento de capitais e gestão danosa” na atribuição dos mundiais de futebol de 2018, na Rússia, e 2022, no Qatar.

“Os enriquecimentos ilícitos ocorreram, em parte, na Suíça”, esclareceu, numa nota, o ministério suíço da Justiça, acrescentando que este inquérito foi aberto a 10 de março de 2015.

As autoridades helvéticas indicaram que se prevê a sua extradição para os Estados Unidos, onde as autoridades de Nova Iorque os investigam por terem, alegadamente, aceitado subornos desde o início dos anos 1990.

No comunicado, as autoridades norte-americanas afirmam ter indiciado 14 pessoas por fraude, lavagem de dinheiro e formação de quadrilha: nove dirigentes da FIFA e cinco executivos de empresas ligadas ao futebol.

De acordo com as autoridades, o grupo é acusado de armar um esquema de corrupção com subornos de pelo menos 150 milhões de dólares, que existe há pelo menos vinte e quatro anos.

Dois vice-presidentes

O New York Times identifica diretamente apenas Eduardo Li, da Costa Rica, mas afirma que Jack Warner, antigo vice-presidente da FIFA, “está entre aqueles que devem enfrentar acusações nos Estados Unidos”.

As autoridades norte-americanas “planeiam avançar com acusações contra mais de 10 dirigentes”, apesar de nem todos estarem em Zurique. Um deles é Jeffrey Webb, das Ilhas Caimão e vice-presidente da comissão executiva.

Na lista do jornal consta também Eugenio Figueredo, do Uruguai, vice-presidente da comissão executiva, e que era, até recentemente, presidente da Associação de Futebol da América do Sul.

Entretanto, a imprensa brasileira avança que José Maria Marin, ex-presidente da Confederação Brasileira de Futebol, está também entre os dirigentes detidos.

A detenção dos seis dirigentes da FIFA não surpreendeu Luís Figo, disse hoje à agência Lusa uma fonte da ex-candidatura do português, que relembra que a suspeição em torno do organismo foi um dos motivos “que o levou a desistir”.

Na quinta-feira passada, Luís Figo anunciou a desistência da candidatura à presidência da FIFA, marcadas para sexta-feira, comparando o atual estado do organismo que rege o futebol mundial a uma “ditadura”.

O anúncio de Figo surgiu horas depois de o holandês Mitchell van Praag ter desistido, anunciando o apoio ao jordano Ali bin Al Hussein, que se mantém na luta com o atual presidente, o suíço Joseph Blatter.

Futebol365 / Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

Responder a Eu Cancelar resposta

Cientistas obrigados rebatizar dezenas de genes humanos por causa do Excel

Só no ano passado, os cientistas viram-se obrigados a mudar os nomes de 27 genes humanos por causa de um erro de leitura do Microsoft Excel. Tal como explica o portal The Verge, que avança …

"Vai continuar a queimar". Covid-19 é parecida com fogo florestal, não com ondas e picos

Com o surgimento do novo coronavírus no mundo, vários especialistas previam que este iria surgir em ondas e picos. Agora a visão de futuro é outra e os especialistas dizem que a pandemia se compara …

Mudanças climáticas podem vir a causar mais mortes do que a covid-19, alerta Bill Gates

  As mudanças climáticas podem custar muito mais vidas nas próximas décadas do que a pandemia do novo coronavírus (covid-19). O alerta é do co-fundador da Microsoft, Bill Gates, que, através de uma reflexão no seu …

Descoberta a primeira disrupção gigante nas nuvens de Vénus

Uma equipa internacional de cientistas, que incluiu um investigador do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço (IA), descobriu a "primeira disrupção gigante" nas nuvens de Vénus que tem fustigado as zonas profundas da atmosfera …

TVI aposta em estúdio a Norte. Nuno Santos quer Informação mais ao estilo da SIC Notícias do que da CMTV

O diretor-geral da TVI, Nuno Santos, afirmou, em entrevista ao jornal Público, que a estação de Queluz de Baixo vai apostar num estúdio no Norte, revelando ainda que pretende mudar a Informação do canal mais …

Fair-play financeiro. UEFA mantém restrições ao FC Porto

A UEFA informou, esta sexta-feira, que o FC Porto "cumpriu parcialmente as metas estabelecidas para a época 2019/20" a nível do fair-play financeiro e que vai manter as restrições impostas ao clube azul e branco. "O …

Procuradora-geral de Nova Iorque quer dissolver NRA após investigação de fraude

A procuradora-geral de Nova Iorque anunciou, esta quinta-feira, ter movido um processo judicial contra a National Rifle Association (NRA), depois de uma investigação que mostra que os seus dirigentes desviaram milhões de dólares para benefício …

MP abre inquérito sobre surto em lar de Reguengos de Monsaraz

O Ministério Público (MP) instaurou um inquérito sobre o surto de covid-19 num lar em Reguengos de Monsaraz, no distrito de Évora, que já provocou 18 mortos. Questionada pela agência Lusa, a Procuradoria-Geral da República (PGR) …

Ciclista Fabio Jakobsen já saiu do coma induzido

O ciclista holandês saiu do coma induzido, dois dias depois de uma violenta queda na primeira etapa do Tour da Polónia, que o deixou em estado grave e obrigou a uma cirurgia de cinco horas. "Temos …

Explosão em Beirute equivalente a várias centenas de toneladas de TNT, dizem especialistas

A explosão no porto de Beirute, que na terça-feira matou mais de cem pessoas e deixou milhares de outras feridas, terá sido desencadeada por 2.750 toneladas de nitrato de amónio. Segundo especialistas, foi o equivalente …