Vacinação. Doentes de maior risco podem ficar atrás de idosos saudáveis

A vacinação dos doentes de risco e a vacinação por faixas etárias decrescentes vai decorrer em simultâneo, em dois ramos paralelos.

O Público avança, esta segunda-feira, que as pessoas com doenças de maior risco – cancro, VIH/sida, esquizofrenia, paralisia cerebral, transplantadas – vão ser vacinadas nesta segunda-fase da campanha de vacinação, ao mesmo tempo que os cidadãos a partir dos 65 anos. No entanto, correm o risco de ficar para trás.

O matutino explica que, enquanto a vacinação das pessoas mais velhas já arrancou, tendo sido criada uma plataforma que permite o auto-agendamento, a convocatória de doentes de maior risco é um processo mais complexo e demorado, uma vez que tem que ser feito pelos centros de saúde.

Apesar de a maior parte destas doenças estar codificada pelos médicos de família, há também doentes que são seguidos nos hospitais ou fora do Serviço Nacional de Saúde (SNS), por médicos privados, que terão que os inscrever através da PEM (Prescrição Eletrónica de Medicamentos).

No plano de vacinação consta que a vacinação dos doentes de risco e a vacinação por faixas etárias decrescentes vai decorrer em simultâneo. No entanto, a task force teme que seja arriscado misturar os doentes com os idosos saudáveis nos centros de vacinação em massa.

Por isso, está a ser equacionada a hipótese de vacinar nos hospitais o grupo dos doentes de maior risco associado a covid-19.

SMS à população

O Expresso avança que vão arrancar com dois estudos de monitorização em parceria com outras entidades, como a Direção-Geral da Saúde, serviços partilhados do Ministério da Saúde e a task force da vacinação para a covid-19.

“Um desses estudos tem a ver com o tipo de SMS que mais ajuda as pessoas a decidirem ir vacinar-se. O objetivo é saber o que dá mais confiança às pessoas e transmite mais clareza”, revela Margarida Gaspar de Matos, coordenadora da task force de cientistas comportamentais, ao matutino.

O outro estudo, que deverá começar na próxima semana, consiste na realização de entrevistas telefónicas quinzenais a cerca de mil pessoas para “entender a sua perceção de risco e adesão face à proteção da infeção”.

O grupo de trabalho – composto por seis psicólogos, um médico e um antropólogo – tem enviado semanalmente sugestões ao primeiro-ministro. “Esta task force não tem funções executivas nem deliberativas, tem independência política e baseia-se unicamente na ciência disponível na nossa área”, explicou a responsável.

Liliana Malainho, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Vírus com 15 mil anos descobertos no gelo do Planalto do Tibete

Cientistas que estudam glaciares encontraram vírus com quase 15 mil anos em duas amostras de gelo retiradas do Planalto do Tibete, na China. Muitos deles, que sobreviveram porque se mantiveram congelados, são diferentes de todos …

Leite sem lactose em laboratório (e com a ajuda de membranas de óxido de grafeno)

As membranas de óxido de grafeno (uma forma oxidada do material) têm sido muito estudadas para a dessalinização da água e separação de corantes, mas as suas propriedades podem não ficar por aqui. Uma equipa de …

Cientistas criam material de "auto-reparação" mais resistente do mundo (e é perfeito para ecrãs de telemóveis)

Investigadores do Instituto Indiano de Educação e Investigação Científica (IISER, na sigla em inglês) podem ter encontrado o material perfeito para fazer os ecrãs de smartphones: transparente, resistente e que a capacidade de se "auto-curar" …

"A bitcoin vai criar a paz mundial"

A rainha das moedas digitais, se não construir a paz no planeta, vai ajudar na pacificação entre os seres humanos. É a opinião de Jack Dorsey. É o centro de atenções de muitos investidores, é o …

"Burrolandia". Parque temático de burros no México está a tentar salvar estes animais

Um parque temático de burros no México serve de santuário a estes animais que estão aos poucos a desaparecer no país. "O burro ajudou o homem por muito tempo. É hora de retribuirmos o favor", …

Uma mão robótica que joga Super Mario Bros na Nintendo? Sim, existe

Uma equipa de investigadores da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, imprimiu em 3D peças para criar uma mão robótica capaz de jogar Super Mario Bros na Nintendo.  A mão robótica é totalmente montada com circuitos …

"Narco Drones" apanhados a entregar drogas numa prisão chilena

Reclusos e cúmplices no exterior estão a usar drones para contrabandear droga para a prisão mais antiga do Chile. As autoridades chilenas descobriram que o esquema de contrabando tinha como objetivo transportar drogas para a Ex …

Erupção do vulcão Etna causa problemas económicos na Sicília

Nos últimos meses, o vulcão Etna tem estado em constante erupção e o custo de limpeza das cinzas está a deixar muitas cidades da Sicília à beira da falência. O vulcão Etna – um dos mais …

Argentina cria documento de identidade para pessoas não binárias

O Presidente da Argentina anunciou, esta semana, que o país tem um novo documento de identidade para incluir pessoas não binárias. É o primeiro país da América Latina a fazê-lo. De acordo com o chefe de …

Costa diz que Portugal vai ter "o dobro" de fundos comunitários para investir

O primeiro-ministro afirmou, este sábado, que Portugal vai contar, nos próximos sete anos, com "o dobro" de fundos comunitários para investimento, considerando que esta "é uma oportunidade única" que não pode ser desperdiçada. "Vamos ter a …