Vacina contra a gripe pode prevenir sintomas graves de covid-19

Apesar de a covid-19 e a gripe serem duas doenças provocadas por vírus completamente diferentes, um novo estudo sugere que quem toma a vacina contra a gripe enfrenta um risco consideravelmente menor de ser hospitalizado, caso seja infetado pelo novo coronavírus.

De acordo com um estudo publicado no Journal of the American Board of Family Medicine, a vacina contra a gripe parece reduzir significativamente os sintomas de um paciente com covid-19 e, consequentemente, a probabilidade de este precisar de internamento.

A descoberta surge da análise de registos eletrónicos de dois mil pacientes que foram infetados com o novo coronavírus entre março e agosto, sendo que pouco mais de 10% já haviam sido vacinados contra a gripe.

“A gripe e a covid-19 são, de facto, diferentes doenças causadas ​​por diferentes vírus“, enfatizou Ming-Jim Yang, autor principal do estudo. “Embora alguns dos sintomas se possam sobrepor entre as duas doenças, estes poderão ter diferentes consequências a curto e a longo prazo”, explicou.

Além disso, a covid-19 “tem ainda uma taxa de mortalidade muito maior“, observou Yang, acrescentando que os problemas pulmonares, cardíacos e cerebrais de longo prazo observados entre os pacientes de covid-19 “não parecem acontecer com a gripe”.

No entanto, “a nossa equipa analisou pacientes que testaram positivo à covid-19 e viu que os pacientes que receberam a vacina contra a gripe no último ano tinham menos probabilidade de serem hospitalizados e admitidos em unidades de cuidados intensivos”, disse o autor do estudo.

Pacientes com covid-19 que não tomaram a vacina contra a gripe no último ano mostraram 2,4 vezes mais probabilidades de ser hospitalizados e 3,3 vezes mais probabilidades de precisarem de cuidados intensivos”, disse.

Mas porque é que isso acontece?

“Infelizmente, não sabemos porque é que a vacina contra a gripe teria este efeito secundário benéfico”, disse Yang, acrescentando que o objetivo do estudo não era entender esse aspeto.

No entanto, “se olharmos para os estudos científicos disponíveis, podemos supor que a vacina contra a gripe aumenta a atividade das células assassinas naturais, um tipo de célula imunológica que ataca cancro e células infetadas por vírus”, explicou.

Além disso, estimula o sistema imunológico, o que pode ajudar a combater a covid-19 mais rápida e rigorosamente, diz o estudo.

Michael Niederman, diretor clínico de cuidados pulmonares e intensivos em Nova Iorque, nos Estados Unidos, acrescentou: “As vacinas contra a gripe podem estimular a imunidade antiviral específica [para a gripe]” e a imunidade inata não específica – que pode conferir “proteção adicional contra os sintomas mais graves de covid-19“.

Só o facto de conseguir evitar apanhar gripe, através da toma da vacina, pode ajudar a preservar a prontidão do sistema imunológico do paciente, disse também Chunhuei Chi, diretor do Centro de Saúde Global da Universidade do Oregon, nos EUA.

“Uma coisa que sabemos é que as vacinas contra a gripe são eficazes na prevenção da gripe”, disse Chi. “E quando uma pessoa tem gripe, o seu sistema imunológico fica enfraquecido. Nessas condições, a pessoa fica mais vulnerável à infeção pelo novo coronavírus e, se infetada, [os resultados] tendem a ser mais graves”, justificou.

Por outro lado, quem toma a vacina contra a gripe tende a ser mais cauteloso em relação à sua própria saúde. O que, na opinião de Chi, significa que tem uma maior probabilidade de adotar um “nível mais elevado de práticas de segurança e higiene durante a pandemia”, estando menos exposto ao novo coronavírus.

As pessoas que tomam a vacina contra a gripe “são as mesmas que provavelmente seguem outros conselhos de cuidados preventivos, como usar máscara e manter o distanciamento. E é isso que previne a covid-19, não é a vacina contra a gripe“, disse Niederman.

Serão necessários mais estudos para verificar qual é o mecanismo por trás dos efeitos da vacina da gripe em relação à covid-19. Mas a verdade é que “os benefícios parecem existir”, disse Yang.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Meteorito atinge casa de homem indonésio e transforma-o em milionário

O caso insólito aconteceu em Kolang, na Sumatra do Norte, Indonésia. Um fabricante de caixões de 33 anos encontrou um meteorito no seu jardim, depois deste atingir o telhado da sua casa em agosto. O protagonista …

Há 20 anos que ninguém sabe do paradeiro de dois cadernos de Charles Darwin

Dois dos cadernos do naturalista Charles Darwin, um dos quais com o rascunho da “Árvore da Vida” (1837), estão desaparecidos há cerca de 20 anos e terão sido muito provavelmente roubados, anunciou esta terça-feira a …

Cientistas reconstruiram explosão de Beirute através das redes sociais

Cientistas forenses recorreram a imagens partilhadas nas redes sociais para reconstruirem a explosão de Beirute, em agosto, que matou 191 pessoas. A 4 de agosto, uma série de explosões causadas por 2.750 toneladas de nitrato de …

Professor alemão do ensino básico é suspeito de canibalismo e homicídio

Depois de uma pilha de ossos ter sido encontrada por transeuntes no parque de Berlim, as autoridades alemãs descobriram que se tratava de uma vítima de canibalismo. As pistas conduziram-nas, mais tarde, à casa do …

Marselha 0-2 FC Porto | Dragão vence e abre porta dos "oitavos"

Basta apenas um ponto para que o FC Porto carimbe uma vaga nos oitavos-de-final da Liga dos Campeões. Na noite desta quarta-feira, os “dragões” venceram o Marseille por 2-0 – com os contributos de Zaidu …

Mais de 100 mil crianças morreram com VIH e 320 mil ficaram infetadas. A pandemia pode piorar o cenário

De acordo com um relatório da UNICEF, a cada 100 segundos uma criança ou jovem com menos de 20 anos foi infetado pelo VIH no ano passado. Com os novos dados, o número total de …

Animação mostra como foram construídas as pontes do século XIV

Construir uma ponte sobre a água parece uma tarefa complicada e a verdade é que, apesar dos inúmeros avanços tecnológicos, os fundamentos pouco alteraram desde os tempos medievais. A Ponte Carlos tem 618 anos, mas não …

Médicos sem Fronteiras deixam hospital da Venezuela devido a restrições

A Médicos sem Fronteiras (MSF) vai se retirar de uma colaboração com um hospital venezuelano que visa tratar pacientes com covid-19 devido a restrições na entrada de especialistas no país, informou a organização na terça-feira. A …

O novo amplificador de guitarra tem maior capacidade de encaixe (e é mais poderoso)

Em 2016, o engenheiro eletrónico Chris Prendergast lançou um projeto Kickstarter para o amplificador de guitarra portátil JamStack. Este encaixava-se num pino de correia e emitia sons gerados por um smartphone. Agora foi lançada a …

Etiópia. Comissão de direitos humanos denuncia massacre de 600 civis na região de Tigré

A organização independente que investiga acusações de violência contra civis na Etiópia corroborou o relatório da Amnistia Internacional que denunciou a chacina de pelo menos 600 pessoas na região de Tigré, no Norte do país. Segundo …