A vaca pode vir a ser o maior mamífero terrestre do mundo

Dave Wild / Flickr

Em poucos séculos, e caso a extinção animal continue ao ritmo atual, a vaca pode vir a ser o maior mamífero terrestre do mundo.

A expansão do Homo sapiens levou a uma tendência de retração no tamanho médio dos mamíferos para um décimo. Os seres humanos causaram um impacto significativo na extinção de algumas espécies, um fenómeno que tem vindo a decorrer há cerca de 125 mil anos.

Felisa Smith, da Universidade do Novo México e coordenadora do estudo, recentemente publicado na Science, explica que “quanto maior for o animal, maior a probabilidade de extinção”. O estudo conclui que a vaca pode vir a ser o maior mamífero terrestre do mundo, se a extinção continuar ao ritmo atual.

Ao El País, a investigadora explica o fenómeno de extinção por tamanho. Os humanos começaram a caçar as grandes espécies por causa da carne, fazendo com que as criaturas de tamanho pequeno acabassem por sobreviver, o caso dos roedores, por exemplo.

“Do ponto de vista histórico da vida, faz algum sentido. Se matar um coelho, vai alimentar a sua família por uma noite. Se pode matar um grande mamífero, vai alimentar [toda] a sua aldeia”, sustenta Kate Lyons, bióloga e co-autora do estudo, em comunicado da Universidade de Nebraska-Lincoln, citado pelo Público.

Estudos anteriores mostravam que o fenómeno teria começado na Austrália há 35 mil anos. A recente investigação prova que este fenómeno não é recente, tendo começado cerca de 90 mil anos antes do que se pensava, em África. Além disso, conclui que existe um padrão muito claro de extinção com base no tamanho das espécies.

Os investigadores analisaram as tendências de extinção de grandes mamíferos ao longo de 125 mil anos, e compilaram dados sobre a massa corporal, distribuição geográfica e o tipo de alimentação de 3300 espécies de mamíferos.

Os resultados mostraram que os fósseis se foram tornando cada vez mais pequenos ao longo do tempo. Enquanto que o risco de extinção não aumentou em função do tamanho corporal, a análise por continentes mostra uma coincidência temporal entre a expansão da nossa espécie e a redução do tamanho das espécies.

Há 125 mil anos, o mamífero africano médio era já 50% menor do que os seus homólogos noutros continentes não povoados. Isto significa que à medida que a ocupação humana se começou a expandir, outras “extinções por tamanho” ocorreram em regiões e períodos coincidentes com os padrões da migração da nossa espécie.

Assim, o estudo conclui que, dentro de algumas centenas de anos, “o maior mamífero da Terra pode muito bem vir a ser uma vaca doméstica com cerca de 900 quilos“. Elefantes, girafas e hipopótamos podem vir a extinguir-se. Aliás, em março deste ano, morreu o último rinoceronte-branco-do-norte, no Quénia.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Ministros das finanças procuram entendimento. Itália ameaça consenso de Centeno

Os ministros das Finanças da zona euro voltam a reunir-se esta terça-feira, por videoconferência, com a responsabilidade de chegarem a um compromisso sobre uma resposta comum para minimizar os efeitos da pandemia covid-19, precisando para …

Empresas estão a cobrar às farmácias 150 euros por caixa de máscaras

Empresas, muitas das quais nem sequer são do ramo farmacêutico, estão a cobrar às farmácias 150 euros por uma caixa de máscaras. Antes, eram vendidas por cinco euros. A pandemia de covid-19 levou a que a …

Governo alarga apoios a sócios-gerentes sem trabalhadores

O Governo enviou esta segunda-feira para promulgação pelo Presidente da República um decreto com alterações ao regime de apoio extraordinário dos trabalhadores independentes, estendendo agora os benefícios aos sócios-gerentes sem trabalhadores por conta de outrem. Este …

"Futebol precisa de dar e sofrer porque pode." Anúncio de lay-off do Liverpool gera críticas e um pedido de desculpas

O Liverpool anunciou que ia avançar com um mecanismo do Governo britânico semelhante ao lay-off que está a ser usado em Portugal, para receber apoios para pagar aos funcionários do clube que não são jogadores, …

"Semana D" na Educação. Alunos do 12.º com prioridade no regresso às aulas

O Ministério da Educação, liderado por Tiago Brandão Rodrigues, reúne-se esta terça-feira com os vários representantes da comunidade escolar para discutir como será o 3.º período de aulas numa época de contenção do novo coronavírus. Esta …

Benfica, Sporting e FC Porto querem cortar salários em 50%

Os 'três grandes' do futebol português querem cortar a folha salarial dos jogadores em 50%. Em causa está o controlo dos danos financeiros da pandemia de covid-19. Benfica, Sporting e FC Porto querem reduzir os salários …

Mais 34 vítimas mortais e 44 recuperados. Novos casos sobem 6%

Portugal regista nesta terça-feira 12.442 casos positivos de covid-19, mais 731 do que esta segunda-feira, segundo o boletim diário da Direção-Geral de Saúde. Trata-se de um aumento de 5,7% no número de novos casos. Esta taxa …

Emigrante infetado foi detido no domingo por andar a passear. Agora fugiu

Está a ser procurado pela polícia o emigrante infetado com o novo coronavírus que foi detido na Póvoa de Varzim, este domingo, por violar o dever de confinamento. De acordo com o Jornal de Notícias, o …

"Já fizemos", "não por enquanto" e "desatualizadas". Governo arruma propostas do PSD em três gavetas

O PSD anunciou, esta segunda-feira, as propostas económicas para fazer face ao impacto do novo coronavírus. O Governo já respondeu e "arrumou-as" em três gavetas: "já fizemos", "não vamos fazer por enquanto" e "desatualizado". A resposta …

Real Madrid prepara investida por Paul Pogba

O Real Madrid está interessado na contratação de Paul Pogba, jogador que alinha no Manchester United. Também se chegou a falar no interesse em Ronaldo, mas foi entretanto negado pelos 'merengues'. O Real Madrid já tem …