Utilização frequente de smartphones pode danificar nervos do braço

-

Os utilizadores frequentes de smartphones ficam sujeitos a “uma grande tensão nos nervos da mão e do braço” e, nas piores situações, podem desenvolver o Síndrome do Túnel do Carpo que afecta o nervo que passa na região do pulso.

Segundo o Alpha Galileo, estes dados foram apurados por um novo estudo científico que foi apresentado no recente Congresso da Academia Europeia de Neurologia, em Amesterdão, na Holanda.

“Além de ser uma pressão sobre os olhos e sobre os poderes de concentração”, o uso dos smartphones ainda acarreta “grandes exigências nas funções motoras do braço e da mão”, salientam os investigadores turcos que se dedicaram a esta pesquisa.

Os utilizadores destes aparelhos pressionam nos respectivos ecrãs 2617 vezes por dia, em média. Mas “os utilizadores pesados carregam até 5427 vezes por dia“, refere o estudo.

Os investigadores analisaram se estas movimentações repetitivas podem ter efeitos negativos nos nervos do braço e da mão e concluíram que podem de facto causar danos.

“O nervo mediano é o principal nervo responsável pelos movimentos dos músculos que executamos enquanto usamos smartphones. Sabemos que frequentes repetições de certos movimentos podem resultar no Síndrome do Túnel do Carpo e queríamos descobrir se o uso do smartphone poderia ter o mesmo tipo de efeito”, explica o investigador Faik Ilik, da Universidade Baskent, na Turquia, citado pelo Alpha Galileo.

O estudo centrou-se sobre 62 participantes que foram divididos em três grupos – 22 usaram telemóveis clássicos, sem características similares a computadores; 19 usaram moderadamente smartphones; e 22 usaram smartphones com muita frequência.

Depois, os participantes tiveram que manifestar se sentiam alguma dor ou outro tipo de problema, numa escala visual e de acordo com um questionário pré-estabelecido, no braço, ombro ou mão. Simultaneamente, foram feitas medições electro-fisiológicas aos respectivos nervos medianos.

“Descobriu-se que o uso de um telemóvel clássico raramente tem efeitos negativos nas funções sensoriais do nervo mediano ou na condução motora. Mas o uso frequente de um smartphone, por seu lado, pode ter um efeito desfavorável no nervo mediano“, realça Faik Ilik.

Os participantes do estudo classificaram as suas queixas numa média de 16.63. “Os utilizadores moderados de smartphone ficaram um pouco mais abaixo, enquanto os utilizadores recorrentes tiveram um resultado de 19.80“, explica-se no comunicado sobre a pesquisa.

“Entre os utilizadores frequentes, a condução do nervo na mão dominante [que mexe no telemóvel] foi cerca de 12% menor do que para a mão sujeita a menos tensão”, constatam ainda os investigadores.

Outro estudo anterior já tinha apontado o crescimento do número de pessoas que sofrem do chamado “polegar de telemóvel”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Crónica ZAP - Linha de Fundo por Teófilo Fernando

Linha de Fundo: Venha o tubarão

Portugal desilude e complica o apuramento. Segue-se a França. Itália, Bélgica e Países Baixos nos oitavos-de-final. O Campeonato da Europa visto da Linha de Fundo. Na corda bamba Portugal – Alemanha (2-4) “A vida é como uma corda 
De …

Praga de milhões de ratos está a aterrorizar a Austrália

O fim da seca de três anos e dos consequentes incêndios florestais permitiu à Austrália respirar de alívio. Em contrapartida, criaram-se as condições perfeitas para a pior praga de ratos da última década. "As pessoas estão …

Banca com nova vaga de saída de trabalhadores e admite despedimentos

Os grandes bancos vão reduzir milhares de trabalhadores este ano, um processo que vem acontecendo desde a última crise mas que em 2021 deverá atingir um novo pico, tendo mesmo BCP e Santander Totta admitido …

Cuba está a criar o seu próprio smartphone (e conta com a ajuda da Huawei)

O Governo cubano está a trabalhar na produção de um novo smartphone, que terá um sistema operativo original e conta com a ajuda da empresa chinesa Huawei. De acordo com a revista Vice, o projeto é …

Funcionários russos que recusem vacina arriscam licença sem vencimento

Os funcionários russos que recusem vacinar-se contra o novo coronavírus, em regiões onde a vacina seja obrigatória, arriscam-se a uma licença sem vencimento, anunciou o ministro do Trabalho da Rússia, Anton Kotiakov. "Se as autoridades de …

Vacina cubana com eficácia de 62% após segunda das três doses previstas

A vacina cubana contra a covid-19 atingiu uma eficácia de 62% após a injeção de duas das três doses previstas, um resultado que excede os 50% exigidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS), anunciou o …

Miguel Oliveira em segundo lugar no GP da Alemanha de MotoGP

O piloto português Miguel Oliveira (KTM) terminou hoje na segunda posição o Grande Prémio da Alemanha de MotoGP, oitava prova do Mundial de velocidade de motociclismo, vencida pelo espanhol Marc Márquez (Honda). Miguel Oliveira, que partiu …

Mais três mortos e 941 novos casos de covid nas últimas 24 horas

Portugal voltou a registar nas últimas 24 horas uma ligeira redução no número de infeções confirmadas pelo coronavírus SARS-CoV-2, com 941 casos, e três mortes associadas à covid-19, segundo a Direção-Geral da Saúde. O boletim epidemiológico …

"Cemitério verde". Estado de Oregon irá permitir (brevemente) a compostagem de corpos humanos

O estado de Oregon tornou-se o terceiro dos Estados Unidos a legalizar um novo processo de compostagem do corpo humano. A governadora do Oregon, Kate Brown, aprovou o projeto de lei que irá permitir o sepultamento …

Responsável pelo RGPD demitido por Medina trabalhava há 33 anos na Câmara de Lisboa

O encarregado de proteção de dados da Câmara Municipal de Lisboa, que o presidente Fernando Medina exonerou devido à polémica da partilha de dados de ativistas com a embaixada da Rússia, trabalhava na autarquia há …