Utilização frequente de smartphones pode danificar nervos do braço

-

Os utilizadores frequentes de smartphones ficam sujeitos a “uma grande tensão nos nervos da mão e do braço” e, nas piores situações, podem desenvolver o Síndrome do Túnel do Carpo que afecta o nervo que passa na região do pulso.

Segundo o Alpha Galileo, estes dados foram apurados por um novo estudo científico que foi apresentado no recente Congresso da Academia Europeia de Neurologia, em Amesterdão, na Holanda.

“Além de ser uma pressão sobre os olhos e sobre os poderes de concentração”, o uso dos smartphones ainda acarreta “grandes exigências nas funções motoras do braço e da mão”, salientam os investigadores turcos que se dedicaram a esta pesquisa.

Os utilizadores destes aparelhos pressionam nos respectivos ecrãs 2617 vezes por dia, em média. Mas “os utilizadores pesados carregam até 5427 vezes por dia“, refere o estudo.

Os investigadores analisaram se estas movimentações repetitivas podem ter efeitos negativos nos nervos do braço e da mão e concluíram que podem de facto causar danos.

“O nervo mediano é o principal nervo responsável pelos movimentos dos músculos que executamos enquanto usamos smartphones. Sabemos que frequentes repetições de certos movimentos podem resultar no Síndrome do Túnel do Carpo e queríamos descobrir se o uso do smartphone poderia ter o mesmo tipo de efeito”, explica o investigador Faik Ilik, da Universidade Baskent, na Turquia, citado pelo Alpha Galileo.

O estudo centrou-se sobre 62 participantes que foram divididos em três grupos – 22 usaram telemóveis clássicos, sem características similares a computadores; 19 usaram moderadamente smartphones; e 22 usaram smartphones com muita frequência.

Depois, os participantes tiveram que manifestar se sentiam alguma dor ou outro tipo de problema, numa escala visual e de acordo com um questionário pré-estabelecido, no braço, ombro ou mão. Simultaneamente, foram feitas medições electro-fisiológicas aos respectivos nervos medianos.

“Descobriu-se que o uso de um telemóvel clássico raramente tem efeitos negativos nas funções sensoriais do nervo mediano ou na condução motora. Mas o uso frequente de um smartphone, por seu lado, pode ter um efeito desfavorável no nervo mediano“, realça Faik Ilik.

Os participantes do estudo classificaram as suas queixas numa média de 16.63. “Os utilizadores moderados de smartphone ficaram um pouco mais abaixo, enquanto os utilizadores recorrentes tiveram um resultado de 19.80“, explica-se no comunicado sobre a pesquisa.

“Entre os utilizadores frequentes, a condução do nervo na mão dominante [que mexe no telemóvel] foi cerca de 12% menor do que para a mão sujeita a menos tensão”, constatam ainda os investigadores.

Outro estudo anterior já tinha apontado o crescimento do número de pessoas que sofrem do chamado “polegar de telemóvel”.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Físicos já conseguem espreitar o gato de Schrödinger sem o matar

Pode haver uma forma de espreitar o gato de Schrödinger - a famosa experiência mental baseada em felinos que descreve o comportamento misterioso das partículas subatómicas - sem matar permanentemente o animal hipotético. O gato de …

Acesso à Internet deve ser considerado direito humano básico

Uma nova investigação, levada a cabo pela Universidade de Birmingham, no Reino Unido, concluiu que acesso à Internet deve ser um direito humano básico, pois significa a capacidade participar na vida pública. Merten Reglitz, professor de …

Fórmula 1 quer atingir emissões zero de CO2 até 2030

A Fórmula 1 pretende reduzir a zero as emissões de CO2 até 2030, com base num plano que pretende “pôr em marcha de imediato”, anunciou esta terça-feira a Federação Internacional do Automóvel (FIA). O plano divulgado …

A Tesla vai lançar a sua misteriosa pickup “cyberpunk” elétrica ainda este mês

A nova Tesla Cybetruck já tem data de lançamento após um longo tempo de espera. O fundador da empresa, Elon Musk, anunciou que a carrinha "pickup" será revelada no dia 21 de novembro. O anúncio foi …

Asteróide "potencialmente perigoso" aproxima-se da Terra esta quarta-feira

Um asteróide com 147 metros de diâmetro, caracterizado pela NASA como "potencialmente perigoso" vai aproximar-se da Terra esta quarta-feira. Em causa está o corpo rochoso UN12 2019, explica a agência espacial norte-americana, dando conta que o …

Encontrado submarino da II Guerra Mundial que esteve perdido durante 75 anos (devido a um erro de tradução)

Uma equipa de exploradores oceânicos privada encontrou na costa do Japão um submarino do exército norte-americano do tempo da II Guerra Mundial, que estava desaparecido há 75 anos por causa de um erro num dígito …

Uma casa esteve a afundar-se no Tamisa para alertar para a subida do nível dos oceanos

No passado domingo, quem passou junto ao rio Tamisa, em Londres, não deverá ter ficado indiferente à típica casa dos subúrbios ingleses que se afundava perto da Tower Bridge. Felizmente, de acordo com a agência Reuters, …

A defesa de Lage é a melhor do Benfica em quase 30 anos

A defesa de Bruno Lage leva apenas quatro golos sofridos em 11 jornadas, o que faz dela a melhor defesa do campeonato e a melhor do Benfica desde a temporada de 1990/1991, escreve o jornal …

OE2020. “Não vamos para negociar”, esclarece Jerónimo de Sousa

O PCP vai reunir esta quarta-feira com o Governo com vista ao Orçamento de Estado para 2020. Jerónimo de Sousa esclareceu esta terça-feira que os comunistas não vão para negociar, sendo "manifestamente exagerado dizer que …

Benjamin "morreu" enquanto cumpria pena de prisão perpétua. Agora está vivo e quer a liberdade

Um norte-americano, de 66 anos, que cumpre pena de prisão perpétua por ter espancado um homem até à morte em 1996, pretendia ser libertado, uma vez que o seu coração parou por breves instantes. Em 1996, …