Uso excessivo de smartphone pode prejudicar a visão

Chapendra / Flickr

-

Pessoas que passam muito tempo a olhar para os smartphones podem estar a aumentar riscos de problemas nos olhos, alertam oftalmologistas britânicos.

O aviso diz respeito também ao uso excessivo de outros dispositivos como computadores, tablets e TVs de ecrã plano, que pode provocar danos a longo prazo.

O alerta deriva de uma pesquisa feita com dois mil participantes, que indica que pessoas com menos de 25 anos acedem aos telefones cerca de 32 vezes por dia.

“A luz azul violeta que brilha na tela dos smartphones é potencialmente perigosa e tóxica à parte de trás dos olhos”, diz o oftalmologista Andy Hepworth à BBC. “Por isso, uma longa exposição pode, potencialmente, causar danos aos olhos.”

Segundo o médico, diferentes testes mostraram que a exposição à luz azul violeta em excesso pode colocar-nos em maior risco de degeneração macular, uma das principais causas de cegueira.

Olhos fixos na tela

Oftalmologistas afirmam também que, apesar da “boa” luz azul (azul turquesa) ser necessária para ajudar a regular o relógio biológico, acredita-se também que uma longa exposição à luz azul violeta pode afectar padrões de sono e o humor.

“Embora não tenhamos certeza de haver uma ligação directa entre essa exposição e problemas oculares, há fortes evidências de laboratório que podem, potencialmente, provar isso”, acrescentou Hepworth.

“É a combinação de não piscar o suficiente e colocar o dispositivo a uma distância mais pequena do que normalmente se colocariam outros objectos. Isso força a vista.”

O levantamento, encomendado por um grupo de oftalmologistas independentes, descobriu que, em média, um adulto passa cerca de 7 horas por dia com os olhos fixos numa tela, e quase metade deles se sente ansioso quando está longe do seu telefone.

Estatísticas indicam também que 43% das pessoas com menos de 25 anos sentem uma verdadeira irritação, ou ansiedade, quando não podem aceder ao seu telefone quando desejam.

Dores de cabeça

Alana Chinery, de 18 anos, nunca está longe do seu smartphone.

“Percebi que minha visão está ficando pior após longos períodos a olhar para o ecrã do telemóvel ou do computador”, disse. “E estou a ter mais dores de cabeça.”
Amanda Saint, que também é oftalmologista, diz que o conselho é simples.

“Fazer testes regulares à visão, e fazer pausas regulares quando estiver a usar o computador ou dispositivos móveis.”

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas criam hidrogel que se cura a si mesmo como a pele humana

A carne artificial, que pode vir a ser essencial para futuros desenvolvimentos em robótica e dispositivos médicos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade. Cientistas na Austrália criaram um novo material gelatinoso que, asseguram, …

As estranhas "riscas de tigre" de Encélado foram finalmente explicadas

A lua gelada de Saturno, Encélado, tem despertado especial interesse na comunidade científica desde que foi observada em detalhe pela sonda espacial da NASA Cassini em 2005. Agora, uma equipa de cientistas encontrou resposta para …

Nicolas Bourbaki foi o maior matemático de sempre (mas nunca existiu)

Considerado como um dos maiores matemáticos de sempre, Nicolas Bourbaki não passava de um pseudónimo adotado por um grupo de grandes matemáticos, que revolucionou a matemática como a conhecemos. Nicolas Bourbaki está entre os maiores matemáticos …

No aquário do Tennessee, é uma enguia que acende as luzes da árvore de Natal

A enguia Miguel Wattson é a responsável pelo espírito natalício que se vive no Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos. O Aquário do Tennessee, nos Estados Unidos, encontrou uma forma inusitada de celebrar esta época festiva: …

Há 34 anos, Diana dançou com Travolta. Agora, o seu vestido foi vendido por 261 mil euros

O vestido que a Princesa Diana usou para jantar na Casa Branca, em 1985, foi vendido por mais de 261 mil euros. O vestido azul que a Princesa Diana usou num jantar na Casa Branca, em …

Doentes crónicos com baixo nível de literacia em saúde recorrem mais às urgências

Os doentes crónicos e com um nível de literacia em saúde mais baixo utilizam mais vezes os serviços de urgência hospitalares e dos centros de saúde, bem como as consultas de medicina geral e familiar, …

Ártico viveu em 2019 o segundo ano mais quente em 119 anos

O Ártico viveu em 2019 o seu segundo ano mais quente desde 1900, de acordo com um relatório publicado na terça-feira, aumentando receios de degelo e aumento do nível da água. O Polo Norte está a …

Jardineiro encontra por acaso a obra mais procurada de Gustav Klimt. Estava no galeria onde foi roubada

Um funcionário da galeria de arte Ricci Oddi, na cidade italiana de Piacenza, encontrou por acaso a obra mais procurado do pintor austríaco Gustav Klimt. Estava na própria galeria, onde a obra terá sido roubada …

YouTube reforça políticas contra assédio online

O YouTube anunciou, esta quarta-feira, um conjunto de alterações às políticas que visam combater o assédio que existe na plataforma. O YouTube anunciou esta quarta-feira o reforço das suas políticas contra o assédio online, que preveem …

Deus bebé indiano vence caso em tribunal e reinvindica território sagrado

O Supremo Tribunal Indiano declarou Ram Lalla Virajman, um deus bebé, como o legítimo proprietário de Ayodhya, uma terra no norte da Índia considerada sagrada por muçulmanos e hindus. O tribunal decidiu que o Governo …