Usar a coroa britânica é mais perigoso do que possa imaginar

Facundo Arrizabalaga / EPA

A Rainha Isabel II

A rainha Isabel II falou do perigo de usar a coroa britânica mais importante, pois as suas pedras preciosas tornam-na muito pesada, e do desconforto da carruagem que a transportou no dia da sua coroação em 1953.

A soberana, que nunca concede entrevistas, explicou detalhes da sua coroação na Abadia de Westminster, em Londres, para um programa sobre as jóias da coroa que vai para o ar este domingo pela BBC.

“Quando ponho a coroa, deixo de poder olhar para baixo para ler o discurso, tenho que o levantar. Se olhar para baixo, parto o pescoço“, contou a rainha sobre a coroa que usa na abertura formal do Parlamento britânico, onde deve ler o programa do Governo.

“Pelo que há desvantagens nas coroas, mas são coisas bastante importantes”, disse Isabel II, que também contou detalhes do dia da sua coroação, 2 de junho de 1953, um ano após suceder ao seu pai, o rei Jorge VI.

A coroa, chamada Imperial de Estado, foi feita para a coroação do seu pai em 1937 e conta com 2.868 diamantes, 17 safiras, 11 esmeraldas e centenas de pérolas, quatro das quais conhecidas como “brincos da rainha Isabel I”, bem como um grande rubi.

Inclui ainda a famosa pedra “Black Prince’s Ruby”, que Henrique V terá usado no seu capacete durante a Batalha de Agincourt, em 1415.

“Felizmente, o meu pai e eu temos a cabeça quase da mesma forma, mas uma vez que a ponho, fica fixa”, acrescentou Isabel II, de 91 anos, que no próximo 6 de fevereiro cumprirá 66 anos como chefe de Estado britânica.

A rainha também comentou o percurso que fez numa carruagem dourada desde o palácio de Buckingham até à Abadia de Westminster, que descreveu como “horrível” e “muito incómoda“.

Ao lembrar a sua coroação, Isabel II disse: “Suponho que é realmente o começo da vida como soberana”.

“É o tipo de desfile de cavalheirismo e uma antiquada forma de fazer as coisas. Vi uma coroação e fui destinatária da outra, algo que é bastante notável”, afirma a rainha ao programa “A Coroação”.

Jóias da coroa britânica escondidas dos nazis numa lata de biscoitos

A Renascença revela outra parte do documentário, no qual é revelado que a família real britânica escondeu as jóias que compõem a coroa numa lata de biscoitos durante a Segunda Grande Guerra.

Foi o assistente dos arquivos da rainha, Oliver Urquhart Irvine, que revelou ao especialista em assuntos da realeza Alastair Bruce, que apresenta o documentário, os detalhes do processo para pôr as joias a salvo dos nazis.

Oliver Urquhart Irvine leu as cartas enviadas pelo livreiro real à rainha Maria, mãe de Jorge VI. Foi este rei que mandou abrir um buraco profundo no castelo de Windsor para colocar a lata com as joias.

As cartas descreviam como foi escavado o buraco e criadas duas câmaras com portas de aço. O alçapão para aceder à área secreta onde a lata estava escondida ainda hoje existe.

A rainha não sabia de toda esta história, que lhe foi contada pelo comentador Alastair Bruce.

ZAP // EFE

PARTILHAR

RESPONDER

Governo vira-se para Rio para mudar a Lei e garantir o novo aeroporto

O Governo está a preparar uma alteração à Lei para evitar que o projecto do novo aeroporto do Montijo seja chumbado. Uma medida que passará, necessariamente, pela necessidade de um entendimento entre PS e PSD …

"Entretenimento saudável". Santa Casa desvaloriza estudo sobre raspadinhas

O Departamento de Jogos da Santa Casa da Misericórdia de Lisboa desvalorizou a investigação da Universidade do Minho que aponta para o vício das raspadinhas. Esta sexta-feira, um artigo científico publicado na The Lancet alertou para …

"Diga-lhe para ligar ao FBI". Autocarro com a cara do príncipe André circula em Londres

Um autocarro escolar, com a cara do príncipe André, andou a circular por Londres, esta sexta-feira, numa campanha da advogada Gloria Allred para pressionar o filho da Rainha a falar com o FBI. Esta sexta-feira, um autocarro …

Suspeito de terrorismo ouvido em tribunal (com o juiz a recusar ver os seus vídeos por não ter Internet)

O arguido Rómulo Costa, um dos oito portugueses acusados por financiamento ao terrorismo e recrutamento, adesão e apoio ao Estado Islâmico, foi interrogado, esta sexta-feira, na fase de instrução do processo que vai decorrer no …

FC Porto recorre do castigo de um jogo à porta fechada

O FC Porto vai recorrer do castigo de um jogo à porta fechada, aplicado pelo Conselho de Disciplina (CD) da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) por ofensa a um agente desportivo. "O FC Porto vai recorrer …

Moita Flores investigado por corrupção. Antigo PJ fala em "coincidência" com empréstimo aos filhos

Francisco Moita Flores, antigo inspector da Polícia Judiciária e ex-presidente da Câmara de Santarém, está a ser investigado por suspeitas de corrupção. Há transferências de dinheiro de uma construtora para empresas a que esteve ligado …

SOS Animal vai constituir-se assistente no processo contra João Moura

A SOS Animal anunciou, esta sexta-feira, que se vai constituir assistente no processo criminal contra o cavaleiro tauromáquico detido, na quarta-feira, por suspeitas de maus-tratos a cães em Monforte, no distrito de Portalegre. Em comunicado, a SOS …

SMS de Rangel revelam teia de corrupção na Relação de Lisboa. Juiz Vaz das Neves tem empresa contra a lei

O ex-presidente do Tribunal da Relação de Lisboa, Luís Vaz das Neves, que foi constituído arguido na Operação Lex, tem uma empresa que se dedica à arbitragem extrajudicial de conflitos, o que constitui uma violação …

Presidente da PwC esteve em Lisboa para controlar danos do Luanda Leaks

O presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC) esteve em Lisboa, há duas semanas, para controlar os danos provocados pelo caso Luanda Leaks. Bob Moritz, presidente mundial da PricewaterhouseCoopers (PwC), esteve em Lisboa, há duas semanas, para perceber até …

CM Lisboa vai negociar avenças em parques para moradores da envolvente da Baixa

O presidente da Câmara de Lisboa afirmou, esta sexta-feira, que a autarquia irá tentar acordar com os operadores dos parques de estacionamento da envolvente da Zona de Emissões Reduzidas da Baixa-Chiado a criação de "avenças …