Universidade holandesa abre vagas de emprego exclusivas para mulheres

A Universidade de Tecnologia de Eindhoven vai apostar num método radical para atingir a igualdade nos seus quadros. A instituição vai proibir os homens de se candidatarem aos postos de trabalho durante os primeiros seis meses.

O programa Irène Curie, adotado pela Universidade de Tecnologia de Eindhoven, inicia a 1 de julho e proíbe os homens de se candidatarem a empregos académicos permanentes durante os primeiros seis meses do processo de seleção.

Segundo a Visão, se nenhuma candidata adequada for encontrada nesse período de tempo, os homens poderão candidatar-se. Contudo, nessa altura, o comité de recrutamento será obrigado a eleger pelo menos um candidato de cada sexo.

A medida aplica-se à totalidade de vagas existentes nos primeiros 18 meses. Depois desse ano e meio, a percentagem coberta por este regime será revista anualmente. Nos próximos anos, a universidade prevê oferecer 150 postos de trabalho e, assim, conseguir atingir um equilíbrio entre o número de homens e mulheres contratadas.

Robert-Jan Smits, presidente da Universidade de Tecnologia de Eindhoven, explicou que todos os tipos de medidas brandas são tomadas, mas “as estatísticas continuam a ser horríveis”.

“Atualmente, 29% dos professores assistentes da TUE são mulheres; ao nível dos professores associados e titulares, cerca de 15% são mulheres. Com este programa, a TUE quer chegar aos 50% de professoras assistentes e associadas, e a 35% para professoras efetivas”, adiantou.

Smits admite, no entanto, que o programa discrimina os homens. Ainda assim, o responsável considera que “durante anos, os homens têm discriminado as mulheres, e as mulheres não têm recebido o mesmo que os homens pelos mesmos trabalhos”. Por esse motivo, “se não tomarmos medidas corajosas, as coisas não vão melhorar”.

Ao abrigo deste regime, as mulheres recém-chegadas terão direito a um programa de iniciação, especificamente concebido para elas, um esquema de tutoria especial, e a 100 mil euros adicionais para a sua própria linha de pesquisa.

“Atribuímos grande importância à igualdade de oportunidades e de respeito para mulheres e homens. Há muito que se sabe que uma força de trabalho diversificada tem um melhor desempenho. Conduz a melhores estratégias, ideias mais criativas e inovação mais rápida”, começa por afirmar o reitor Frank Baaijens, num comunicado da Universidade..

“É por isso que temos medidas em vigor, há anos, para aumentar a baixa percentagem de mulheres entre os nossos funcionários académicos, mas estamos a progredir muito lentamente. Estamos cientes que estamos a sofrer de um desequilíbrio implícito de género. Agora usamos o facto de os planos para expandir consideravelmente o nosso pessoal académico como um meio para dar um grande passo em frente de uma só vez”, remata.

ZAP //

PARTILHAR

3 COMENTÁRIOS

  1. Obvio né! Só para mulheres, é assim que se destroi uma familia tirando os deveres da mulher de casa, principalmente dos filhos, e da cozinha!..

  2. então mas… resolve-se um problema de desequilibro com desigualdade?
    Epá não me parece muito bem mas pronto, deviam era impor quotas no numero de homens e mulheres, não é proibir os homens de se candidatar… resolver um problema criando outro não me parece de todo a melhor solução!

RESPONDER

Bianca Devins foi assassinada e as imagens partilhadas centenas de vezes na Internet

Uma jovem de 17 anos foi assassinada quando acompanhava o namorado a um concerto, nos Estados Unidos. O companheiro, que ainda tentou o suicídio após o crime, partilhou fotografias do cadáver da vítima na Internet, …

VianaPolis chega a acordo com casal. Já só restam sete moradores no prédio Coutinho

A VianaPolis informou, esta terça-feira, ter chegado a acordo com um casal que detinha um apartamento no prédio Coutinho, em Viana do Castelo, onde ainda permanecem sete pessoas em cinco frações. Em declarações à agência Lusa, …

Ghosn processa Nissan e Mitsubishi na Holanda

Carlos Ghosn, ex-presidente da Nissan e da Mitsubishi e ex-CEO da Renault, processou as duas fabricantes de automóveis japonesas e reclama uma indemnização de 15 milhões de euros. Carlos Ghosn instaurou à Nissan e à Mitsubishi …

Faturas detalhadas de telecomunicações estão a confundir os clientes, alerta a Deco

As faturas detalhadas de telecomunicações, adotadas na sequência da decisão da Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom), estão a confundir os clientes, revelou esta terça-feira a Deco Proteste, que considerou que a medida do regulador deve …

Catarina Martins entreabre porta a nova geringonça

Catarina Martins lembrou que nas últimas legislativas se fez na política "o que nunca se tinha feito antes" e alerta que o que se conseguiu alcançar "não chega" face a "tudo o que há para …

Destroços de navio interditam praia em Torres Vedras

A praia do Navio, em Santa Cruz, está interdita a banhos e a desportos náuticos devido ao aparecimento de destroços de um navio afundado. A praia do Navio, em Santa Cruz, no concelho de Torres Vedras, …

Ministro da Justiça demite-se após eleição de Boris Johnson (e não é o único)

O ministro da Justiça britânico, David Gauke, anunciou a sua demissão após ser conhecida a eleição de Boris Johnson para a liderança dos conservadores e a sua designação como primeiro-ministro do Reino Unido. No domingo, David …

TdC deteta pagamentos "ilegais" do Serviço de Saúde da Madeira a empresa que pertencia ao presidente

A sociedade gerida pelo então presidente do Serviço de Saúde da Madeira recebeu 116 mil euros do Serviço de Saúde da Madeira. O Serviço de Saúde da Madeira (SESARAM) autorizou "ilegalmente" o pagamento de 116 mil …

Fábio Coentrão apontado ao FC Porto

O lateral esquerdo, que se encontra neste momento sem clube, terá sido alvo de sondagem por parte do FC Porto para reforçar a equipa de Sérgio Conceição. Segundo o jornal A Bola, Fábio Coentrão já foi …

EUA. Explosão em refinaria levanta questões sobre utilização de produtos químicos letais

Na madrugada de 21 de junho, explosões na refinaria Philadelphia Energy Solutions, no sul da Filadélfia, Estados Unidos (EUA), sacudiram as casas, enviaram bolas de fogo para o ar e acordaram os moradores próximos. Este …