Universidade do Porto participa à justiça alegados atos de xenofobia e racismo

A Universidade do Porto participou ao Ministério Público (MP) alegados atos de xenofobia e racismo por parte de alunos e professores nas faculdades de Engenharia e Letras, denunciados por um movimento de estudantes, confirmou esta domingo à Lusa fonte desta academia.

“Por a discriminação xenófoba ser matéria de foro criminal participámos esses factos ao Ministério Público a 30 de outubro”, referiu essa mesma fonte.

Já a Procuradoria-Geral da República (PGR) adiantou à Lusa que “os factos em referência são objeto de investigação pelo Ministério Público do DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] do Porto”.

A notícia da queixa ao Ministério Público foi avançada pelo Jornal de Notícias.

Em outubro, a dirigente do movimento Quarentena Académica, Ana Isabel Silva, revelou ter recebido denúncias de estudantes estrangeiros, principalmente de nacionalidade brasileira, de “atos de xenofobia e de racismo” praticados por estudantes e professores, designadamente das faculdades de Engenharia e de Letras, sobretudo nas redes sociais.

Ana Isabel Silva acrescentou que, inicialmente, os próprios estudantes brasileiros denunciaram a situação junto da reitoria.

“Foi-lhes dito pela reitoria que a universidade não tolerava esses comportamentos”, mencionou Ana Isabel Silva, observando que estes atos se têm vindo a registar desde o início deste ano letivo, mas aumentaram com a pandemia, nas redes sociais. Na altura, a universidade apelou “a todos os estudantes que denunciem e apresentem queixa dos atos que conhecerem para eventual abertura de processos disciplinares aos agressores”.

Já a 19 de outubro, na mensagem à comunidade académica, o reitor, António Sousa Pereira, disse não poder tolerar na comunidade académica “quaisquer atitudes de xenofobia, racismo, machismo, discriminação ou atitudes difamatórias e atentatórias do bom nome e da dignidade individual”.

“Apelamos a todos os docentes, estudantes e trabalhadores não docentes para que honrem o caráter superior da nossa instituição, seja no domínio académico e científico, seja nos planos ético, moral, social e da própria linguagem com que comunicamos”, afirmou.

 

  // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Costa está muito empenhado num acordo pelo OE, mas não "a qualquer preço"

O primeiro-ministro disse, esta sexta-feira, que o Governo vai fazer tudo ao seu alcance para chegar a um acordo sobre o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), mas advertiu que "um acordo não se obtém …

Evergrande escapa por um triz ao default e garante o pagamento de juros de 71.7 milhões de euros

A gigante imobiliária chinesa conseguiu cumprir com o pagamento dos juros no limiar do fim da extensão do prazo. No entanto, persistem os receios sobre a possibilidade da crise na China contagiar a economia mundial. A …

Pessoas a andar na rua em Viena, Áustria

Em caso de apagão geral, Áustria é o primeiro país europeu a ter um Plano B(lackout)

E se houvesse um apagão que afetasse todo o continente europeu? O cenário é o argumento que o Ministério da Defesa austríaco tem usado para enviar um aviso à população desde o início deste mês. A …

Só um terço das empresas em Portugal têm gestores com um curso superior

O estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos refere que este valor é negativo para o país já que a formação superior dos gestores está associada à produtividade e há maior probabilidade da empresa começar …

Governo avança com desconto de 10 cêntimos por litro nos combustíveis para as famílias

O Governo vai criar um desconto de dez cêntimos por litro nos combustíveis para todas as famílias, até 50 litros por mês. Uma medida que estará em vigor entre novembro deste ano e março do …

Inês Sousa Real, porta-voz do PAN

PAN já enviou memorando de entendimento ao Governo

O partido Pessoas–Animais–Natureza enviou ao Governo, esta sexta-feira, o memorando de entendimento com cerca de 60 propostas, no âmbito do Orçamento do Estado para 2022 (OE2022). "O PAN fez chegar ao Governo um memorando do qual …

Alterações ao Orçamento de 2021 custaram, afinal, muito mais do que o estimado pelo Governo

Apenas duas das 291 medidas adicionadas representaram um impacto anual de 88 milhões de euros, com o Governo a calcular, durante a especialidade, que a totalidade custaria 3,2 milhões de euros. As alterações feitas ao Orçamento …

Entre a pandemia e os preços da energia, Marcelo alerta que chumbo do OE criaria "mais um problema"

O Presidente da República reiterou, esta sexta-feira, que deseja evitar uma crise política criada por um eventual chumbo do Orçamento de Estado, porque "só juntaria um problema" à pandemia e à subida dos preços dos …

França dá a partir de dezembro "cheque-combustível" de 100 euros

França vai dar a partir de dezembro um “cheque-combustível” único de 100 euros a cerca de 36 milhões de condutores que ganham menos de 2.000 euros por mês devido à escalada dos preços do gasóleo …

Parlamento aprova extinção do SEF

A extinção do Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) foi aprovada na Assembleia da República, esta sexta-feira, com os votos a favor do PS, BE e da deputada não-inscrita Joacine Katar Moreira. O texto final apresentado …