Universidade americana paga indemnização a ex-aluno português ilibado de abuso sexual

O jovem do Porto vai receber nove mil euros de indemnização. A instituição norte-americana divulgou o seu nome num email enviado a todos os alunos quando foi acusado.

Francisco Sousa é um jovem natural do Porto que foi estudar para os Estados Unidos, na Universidade Estadual de San Diego. Em dezembro de 2014, o jovem foi a uma festa numa residência perto do campus universitário e acabou a ser acusado de abuso sexual.

Uma estudante universitária alegou que, durante a festa, Francisco a tinha prendido na casa-de-banho e forçado a fazer sexo oral.

O aluno negou diversas vezes, mas acabou identificado e detido pela polícia da universidade, tendo inclusive sido filmado por uma televisão à saída da cadeia, no dia seguinte.

Francisco Sousa foi imediatamente suspenso da faculdade que frequentava, que deu a conhecer o caso, revelando o seu nome num email enviado a todos os os alunos da instituição. Em 2015, o jovem foi ilibado, com a justiça americana a entender não haver fundamentos para o acusar.

Hoje, dois anos depois da decisão, o ex-estudante recebeu uma indemnização no valor de dez mil dólares, cerca de nove mil euros, pela Universidade de San Diego, segundo o Público.

O jovem tem agora 23 anos e é licenciado em Gestão e Economia por outra faculdade da Califórnia. Francisco sente que chegou ao fim um pesadelo. O recém-licenciado diz que o valor acordado entre as partes é mais simbólico que outra coisa.

Não havia montante justo para o que eu passei nem há dinheiro que possa fazer voltar o tempo atrás e corrigir os males e as injustiças que me aconteceram”, garantiu, mas está satisfeito com o desfecho porque, ao pagar, a universidade manda a mensagem de que o aluno estava “inocente”.

Lembra ainda Francisco Sousa que a Procuradoria de San Diego concluiu que não havia motivos para o acusar: “só podemos deduzir acusações quando acreditamos que as podemos provar sem margem para qualquer dúvida“, lê-se no comunicado da procuradoria – e que a própria universidade, que conduziu uma investigação paralela “que demorou muito mais do que devia”, sublinhou o jovem licenciado, também se decidiu pela sua inocência.

Para este desfecho terão contribuído os elementos apresentados pela defesa: mensagens de telemóvel trocadas entre a estudante e o acusado antes e depois do sucedido, bem como fotografias de ambos que revelam uma relação íntima e consensual.

Talvez por em 2014 a Universidade de San Diego, com 35 mil alunos, lidar com uma série de queixas de “ataques sexuais“, o caso que envolveu Francisco foi altamente mediatizado, merecendo cobertura dos canais CBS, NBC e Fox News.

Durante todo o processo que o levou a entrepor uma ação contra a antiga faculdade, Francisco Sousa chegou a dizer à Fox que não queria apenas limpar o seu nome mas também um pedido de desculpas público e que a universidade mudasse a forma como investiga acusações de abuso sexual e outros crimes.

“Eles enviaram o email para toda a gente sem sequer me perguntarem o que quer que fosse”, disse ao canal televisivo americano. “Antes que houvesse uma investigação cuidada eles puseram-me um rótulo de criminoso“.

O jovem português tenciona agora procurar emprego nos Estados Unidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Japão vai ter robôs "inteligentes" nas salas de aula para ensinar inglês

O Governo do Japão vai introduzir robôs com inteligência artificial capazes de falar inglês nas salas de aula para ajudar as crianças a melhorar as suas competências orais. De acordo com a emissora pública nipónica NHK, …

Sismo de 7,2 volta a atingir a Indonésia, o 5.º em menos de um mês

Um novo sismo de magnitude 7,2 atingiu este domingo a ilha Lombok, na Indonésia, o quinto em menos de um mês, informaram os Serviços Geológicos dos Estados Unidos. O abalo foi registado a 124 quilómetros a …

Belenenses vs FC Porto | Golo nos descontos salva dragão

O FC Porto sofreu a bom sofrer para somar três pontos no Estádio do Jamor, nova “casa” do Belenenses. Os “dragões estiveram a ganhar por 2-0, deixaram-se empatar, e somente em período de descontos, de …

Onda de calor no Reino Unido revela magicamente ruínas pré-históricas

A onda de calor que assolou a Europa durante este verão continua a revelar a vestígios arqueológicos do passado do Reino Unido - entre as quais, um monumento cerimonial do Período Neolítico. Imagens aéreas mostraram pela …

Restaurante alemão proíbe entrada de crianças

Chamado "cozinha da avó" em alemão, um restaurante decidiu proibir a entrada a menores de 14 anos após as 17h. O proprietário diz querer proporcionar um "oásis de paz" aos seus clientes. Um restaurante na estância …

Franceses "pescam" bomba alemã da II Guerra Mundial com 860 quilos

Pescadores franceses encontraram na costa da Normandia, região francesa próxima de Paris, algo realmente grande na sua rede de pesca - uma bomba da Segunda Guerra Mundial com 860 quilos de explosivos. A rede capturou uma …

Sul da Índia "afoga-se" nas piores inundações em 100 anos

O estado indiano de Kerala vive há dez dias as piores inundações em um século, causadas pelas torrenciais chuvas de monção, que já provocaram cerca de 200 mortos e mais de 220 mil refugiados em …

200 mil bombas de Hiroshima, o poder do supervulcão de Santorini

Um novo estudo realizado com base em análises de anéis de árvores, pode definir com mais precisão o momento em que o supervulcão de Santorini, na Grécia, entrou em erupção. A nova pesquisa ajudou a …

"Bola de fogo" 40 vezes mais brilhante do que Lua cheia sobrevoou os EUA

Uma bola de fogo cruzou o céu do estado norte-americano do Alabama durante a noite desta sexta-feira. A NASA divulgou um vídeo, no qual mostra o objeto a sobrevoar a cidade, com um feixe de …

Segredo para uma vida mais longa está no consumo moderado de hidratos de carbono

Um estudo recente concluiu que o consumo moderado de hidratos de carbono é a solução para ter uma esperança média de vida maior. O consumo moderado de hidratos de carbono favorece uma vida mais saudável e …