Universidade americana paga indemnização a ex-aluno português ilibado de abuso sexual

O jovem do Porto vai receber nove mil euros de indemnização. A instituição norte-americana divulgou o seu nome num email enviado a todos os alunos quando foi acusado.

Francisco Sousa é um jovem natural do Porto que foi estudar para os Estados Unidos, na Universidade Estadual de San Diego. Em dezembro de 2014, o jovem foi a uma festa numa residência perto do campus universitário e acabou a ser acusado de abuso sexual.

Uma estudante universitária alegou que, durante a festa, Francisco a tinha prendido na casa-de-banho e forçado a fazer sexo oral.

O aluno negou diversas vezes, mas acabou identificado e detido pela polícia da universidade, tendo inclusive sido filmado por uma televisão à saída da cadeia, no dia seguinte.

Francisco Sousa foi imediatamente suspenso da faculdade que frequentava, que deu a conhecer o caso, revelando o seu nome num email enviado a todos os os alunos da instituição. Em 2015, o jovem foi ilibado, com a justiça americana a entender não haver fundamentos para o acusar.

Hoje, dois anos depois da decisão, o ex-estudante recebeu uma indemnização no valor de dez mil dólares, cerca de nove mil euros, pela Universidade de San Diego, segundo o Público.

O jovem tem agora 23 anos e é licenciado em Gestão e Economia por outra faculdade da Califórnia. Francisco sente que chegou ao fim um pesadelo. O recém-licenciado diz que o valor acordado entre as partes é mais simbólico que outra coisa.

Não havia montante justo para o que eu passei nem há dinheiro que possa fazer voltar o tempo atrás e corrigir os males e as injustiças que me aconteceram”, garantiu, mas está satisfeito com o desfecho porque, ao pagar, a universidade manda a mensagem de que o aluno estava “inocente”.

Lembra ainda Francisco Sousa que a Procuradoria de San Diego concluiu que não havia motivos para o acusar: “só podemos deduzir acusações quando acreditamos que as podemos provar sem margem para qualquer dúvida“, lê-se no comunicado da procuradoria – e que a própria universidade, que conduziu uma investigação paralela “que demorou muito mais do que devia”, sublinhou o jovem licenciado, também se decidiu pela sua inocência.

Para este desfecho terão contribuído os elementos apresentados pela defesa: mensagens de telemóvel trocadas entre a estudante e o acusado antes e depois do sucedido, bem como fotografias de ambos que revelam uma relação íntima e consensual.

Talvez por em 2014 a Universidade de San Diego, com 35 mil alunos, lidar com uma série de queixas de “ataques sexuais“, o caso que envolveu Francisco foi altamente mediatizado, merecendo cobertura dos canais CBS, NBC e Fox News.

Durante todo o processo que o levou a entrepor uma ação contra a antiga faculdade, Francisco Sousa chegou a dizer à Fox que não queria apenas limpar o seu nome mas também um pedido de desculpas público e que a universidade mudasse a forma como investiga acusações de abuso sexual e outros crimes.

“Eles enviaram o email para toda a gente sem sequer me perguntarem o que quer que fosse”, disse ao canal televisivo americano. “Antes que houvesse uma investigação cuidada eles puseram-me um rótulo de criminoso“.

O jovem português tenciona agora procurar emprego nos Estados Unidos.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Cientistas revertem casos de Diabetes tipo 2

Num novo estudo, cientistas bloquearam a proteína VDAC1 nas células que produzem insulina e conseguiram reverter casos de Diabetes tipo 2. Os investigadores também conseguiram mostrar que é possível prevenir o surgimento da doença. O estudo, …

Brexit. May diz que acordo “ainda é possível”, mas divergência que resta é “frustrante”

A primeira-ministra britânica, Theresa May, admitiu esta segunda-feira que "ainda é possível" um acordo que permita uma saída ordeira do Reino Unido da União Europeia, mas a divergência que resta com Bruxelas é "frustrante. Numa declaração …

Abrandamento económico pode dificultar consolidação orçamental em Portugal

A agência de notação financeira Fitch reconhece a "trajetória firme de descida" da dívida pública portuguesa, mas adverte que o abrandamento da economia e as pressões sobre o investimento poderão dificultar a consolidação orçamental nos …

Cinco detidos na Turquia após morte de 22 migrantes em acidente de viação

Cinco pessoas foram esta segunda-feira detidas na província de Izmir, no sudoeste da Turquia, após um acidente de viação que matou no domingo 22 imigrantes, incluindo crianças, informou a agência turca estatal Anadolu. Entre os detidos …

Celebridade chinesa da internet detida por "desrespeitar" hino da China

A lei do Hino, aprovada no ano passado, prevê detenções até 15 dias ou prisão até três anos para quem cantar a Marcha dos Voluntários de forma "distorcida ou desrespeitosa", em público. Uma celebridade da internet …

Ex-presidente do BPP condenado a cinco anos de prisão

O antigo presidente Banco Privado Português (BPP) João Rendeiro foi esta segunda-feira condenado a cinco anos de prisão por falsidade informática e falsificação de documentos. O fundador do banco poderá ver a pena ser suspensa …

Seis aviões comerciais avistam OVNIs no Chile

Pelo menos seis aviões comerciais — cinco deles da Latam Chile e um da Copa Airlines — comunicaram ao Comité de Estudos de Fenómenos Aéreos Anómalos (CEFAA) o avistamento de objetos voadores não identificados no …

Príncipe Harry e Meghan Markle vão ser pais

O príncipe Harry e a duquesa de Sussex, Megan Markle, estão à espera do primeiro filho. O bebé deverá nascer na primavera, anunciou esta sgeunda-feira o Palácio de Kensington, em comunicado. Megan Markle, a duquesa de …

Carros autónomos chegam hoje às estradas portuguesas

Esta segunda-feira vão começar os primeiros testes a carros autónomos nas estradas portuguesas. A A9/CREL - Circular Regional Externa de Lisboa -, em Lisboa, servirá de teste para as fabricantes. Em parceria com a Brisa e …

Portugueses querem a mesma hora durante o ano inteiro

O resultado de uma sondagem recente revela que a maioria dos portugueses prefere ter a mesma hora durante o ano inteiro, um resultado que vai ao encontro dos resultados do inquérito da Comissão Europeia. O resultado …