Eletricidade limpa. Um dos edifícios mais icónicos do mundo usa agora 100% energia eólica

Um dos edifícios mais emblemáticos do mundo funciona agora com eletricidade limpa. Na quarta-feira, a empresa proprietária do Empire State Building anunciou que assinou um acordo para atender às necessidades de eletricidade não só daquele edifício, mas de todo o seu portfólio, com energia eólica. 

De acordo com o jornal norte-americano The Washington Post, que avançou a notícia, o Empire State Building usa agora apenas energia eólica.

O contrato de compra de energia de três anos também abrange 13 outros arranha-céus e prédios de escritórios sob a propriedade do Empire State Realty Trust, tornando-o o maior utilizador de energia renovável dos Estados Unidos.



O Empire State Building em si tem operado com energias renováveis há uma década.

A mudança para a energia eólica resultará na poupança de 204 milhões de quilogramas de dióxido de carbono, o que é igual às emissões da frota de táxis de Nova Iorque durante um ano inteiro.

Esta alteração surge depois de o arranha-céus ter anunciado no ano passado que as reformas feitas em tudo, desde janelas até a instalação de luzes LED na sua famosa torre, resultaram na redução da sua pegada de carbono em 40%.

“Continuamos a avançar o nosso compromisso com soluções que reduzem o nosso impacto ambiental”, disse Dana Robbins Schneider, vice-presidente sénior e diretora de energia e sustentabilidade do Empire State Realty Trust, em comunicado citado pelo Gizmodo. “Os nossos inquilinos agora trabalham em escritórios neutros em carbono e a comunidade de investidores pode reconhecer a nossa liderança.”

A compra de energia limpa não significa que turbinas eólicas num lugar fora da cidade irão bombear energia diretamente para o prédio. Em vez disso, os contratos assinados com a Green Mountain Energy e Direct Energy significam que os dois prestadores de serviços garantirão que a quantidade equivalente de eletricidade usada pelo Empire State Building e outros edifícios abrangidos pelo acordo sejam produzidos a partir do vento nos EUA.

“Levar a maior comunidade imobiliária em direção à energia líquida zero requer que as partes interessadas no centro das atenções, como o Empire State Building, dêem os primeiros passos e inspirem outros”, disse Cara Carmichael, diretora do Programa de Edifícios Carbon-Free do Rocky Mountain Institute. “O Empire State Building sempre foi um marco em Nova Iorque e um líder no espaço de prop-tech. Agora, está a adotar o seu papel de líder no espaço de energia”.

A descarbonização de edifícios é uma das tarefas mais assustadoras da próxima década, especialmente os mais antigos como o Empire State Building. As cidades estão cada vez mais a tomar medidas para proibir as ligações de gás em novas construções, o que pode ajudar a reduzir as emissões.

Instalar eletrodomésticos, janelas, portas e luzes mais eficientes é outro caminho para reduzir as emissões que é feito mais facilmente com edifícios mais novos.

Porém, existem cerca de 5,6 milhões de edifícios comerciais e dezenas de milhões de unidades residenciais, todos a necessitar de uma limpeza rápida para evitar os piores impactos da crise climática.

Um relatório das Nações Unidas divulgado no ano passado mostra como é urgente a necessidade de descarbonizar edifícios. As emissões de carbono aumentaram em 2019 e representam 38% das emissões globais.

Nova Iorque estabeleceu requisitos para que os edifícios reduzam as suas emissões em 40% até 2030.

Maria Campos, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Afinal, autoagendamento só avança para maiores de 37 anos (e não 35)

O autoagendamento da vacina contra a covid-19 vai ficar disponível apenas para pessoas com mais de 37 anos esta segunda-feira, ao contrário do que informou, domingo, a task-force de vacinação. Ao contrário do que estava previsto, …

Retomado voo entre Portugal e a China após duas semanas de suspensão

Depois de ter sido suspensa por duas semanas, a ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana. A ligação aérea entre Portugal e a China foi retomada este fim de semana, …

Líder do CDS diz que Portugal é uma "república das bananas" que já nem pune os criminosos

O líder do CDS, Francisco Rodrigues dos Santos, acusou o Governo de "descongestionar as cadeias à boleia de um pretexto sanitário". O regime especial de perdão das penas, aprovado em abril de 2020, continua em vigor, …

Há quatro mestrados portugueses entre os melhores do mundo segundo o Financial Times

Uma lista anual publicada pelo Financial Times ordena as 55 escolas de gestão em todo o mundo que mais se destacam nos 17 indicadores avaliados por esta publicação. O mestrado em Finanças da Nova School of …

Há cada vez mais denúncias de assédio. Motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso após importunar jovem

Um motorista de autocarros de Coimbra foi suspenso depois de ter sido filmado enquanto assediava uma jovem num veículo dos SMTUC, a empresa de transportes públicos da cidade. O caso está a dar destaque a …

"A pandemia precipitou uma epidemia." Fungo negro disparou pela Índia desde a segunda vaga

A mucormicose, uma doença fúngica rara e frequentemente mortal, explodiu em toda a Índia durante a pandemia de covid-19. “A pandemia precipitou uma epidemia”, disse Bela Prajapati, otorrinolaringologista no Hospital Civil, na Índia, ao The New …

Governo aponta "soluções" para rever tabela remuneratória da Função Pública (e quer limitar "mandatos" das chefias intermédias)

O Governo está a avaliar “várias soluções” para rever a tabela remuneratória da Função Pública que passam por “alongá-la” ou alterar os momentos de entrada em cada carreira. A informação foi avançada pela ministra Alexandra Leitão, …

Já abriram os primeiros concursos para gastar a bazuca. Costa destaca "orgulho" na boa gestão de fundos europeus

Arranca, nesta segunda-feira, o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), com a abertura dos dois primeiros concursos para obtenção de financiamento da chamada "bazuca" europeia. O primeiro-ministro António Costa destaca a "boa gestão" dos fundos …

Parlamento sueco aprova moção de censura e derruba Governo

O primeiro-ministro sueco foi derrubado, esta segunda-feira, por um voto de desconfiança no Parlamento, situação inédita na história política da Suécia, e tem uma semana para se demitir ou convocar novas eleições. Resultado da reviravolta na …

MAI não revela velocidade a que seguia carro de Cabrita (e culpa a vítima pelo acidente)

Três dias após o acidente mortal na A6, o Ministério empurra as culpas para o trabalhador e continua a ocultar dados relativo à viagem. O Ministério da Administração Interna (MAI) recusa revelar a que velocidade seguia …