É um “disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha” proibir refeições em panteões

O presidente da Câmara da Batalha, Paulo Batista Santos, considerou hoje que seria um “disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha” restringir totalmente “qualquer serviço de refeições nos panteões”.

“Concordo com as restrições, mas não na totalidade e sem critério. É um disparate do tamanho do Mosteiro da Batalha e vai contra o esforço sério de valorização do Mosteiro”, salientou Paulo Batista Santos, do PSD, em declarações à Lusa a propósito da entrevista com o ministro da Cultura publicada hoje no jornal Expresso.

O autarca concorda que “existam limitações” à realização de festas e banquetes” nos monumentos, e recordou que no Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha, existem locais que estão vedados a eventos “pelo seu simbolismo” e “respeito”, como é o caso da sala do Capitólio.

“As preocupações que exortam o Governo a ponderar uma decisão final à totalidade de qualquer serviço de refeições nos panteões é que não concordo”, sublinhou Paulo Batista Santos, que referiu que está acordado com a Direção Geral do Património Cultural a criação de uma cafetaria no Claustro D. Afonso V do Mosteiro da Batalha, no distrito de Leiria.

O autarca recorda que o Mosteiro da Batalha, classificado como património da humanidade e inscrito na lista do património mundial da UNESCO, em 1983, recebe congressos nacionais e internacionais e que existe o apoio de ‘catering’.

“A não ser que prefiram que se coloquem tendas e rulotes à porta do Mosteiro”, reforçou o autarca.

Os eventos que se realizam são também uma forma de atrair visitantes ao monumento, “um trabalho que se corre o risco de perder”, segundo Paulo Batista Santos.

O presidente da câmara recordou ainda que o “Mosteiro da Batalha foi um convento durante vários séculos, com a ordem dominicana, onde havia espaços de comida, como cozinhas, que conviveram com os nossos reis”.

Numa entrevista ao semanário Expresso, publicada este sábado, o ministro da Cultura, Luís Filipe Castro Mendes, afirmou que pretende que “o aluguer do espaço monumental seja feito respeitando o seu valor simbólico e valorizando-o”.

“Isto é, por uma via restritiva e vamos já determinar que os três panteões nacionais, Panteão Nacional, Mosteiro dos Jerónimos e Mosteiro da Batalha, sejam vedados a utilizações festivas, qualquer serviço de refeições ou de ‘catering’, não excluindo, no entanto, um ato cultural ou uma homenagem a uma grande figura nacional”, disse.

“Mas tudo isto muito bem avaliado e apreciado por quem tem competência para o fazer, que é a Direção Geral do Património Cultural”, refere Luís Filipe Castro Mendes.

Na terça-feira, o ministro da Cultura já havia dito que a utilização do Panteão Nacional, à semelhança de outros monumentos que “honrem a memória da nação”, será “fortemente restringida”, no âmbito da revisão da sua regulamentação.

Na entrevista publicada pelo Expresso este sábado, Luís Filipe Castro Mendes acrescenta que “a tabela de alugueres” destes espaços “é muito baixa” e vai ser aumentada.

A revisão do Regulamento de Utilização de Espaços, nos serviços dependentes da Direção Geral do Património Cultural (DGPC), foi anunciada pelo Ministério da Cultura no sábado passado, na sequência de informações que davam conta da realização de um jantar para convidados, no encerramento da Web Summit, no Panteão Nacional, em Lisboa.

A utilização de museus, palácios e monumentos nacionais, com objetivos promocionais, de divulgação cultural, filmagens e outros, está sujeita a um regulamento aprovado em 2014, pelo despacho n.º 8356, de 27 de junho, que inclui uma tabela de preços e prevê a realização de outras atividades, além das visitas habituais, desde que “compatíveis com os seus valores histórico-patrimoniais”.

Em maio de 2016, a Assembleia da República aprovou, por unanimidade, o reconhecimento do estatuto de panteão nacional ao Mosteiro dos Jerónimos, em Lisboa, e ao Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha.

// Lusa

PARTILHAR

6 COMENTÁRIOS

  1. Ó Sr. Presidente da camara, diga-se onde esta sepultada a sua familia, que nós vamos vender petiscos com fado cantado à porta do cemiterio. Esteja descansado que as campas estão lá dentro,… estão protegidas.

RESPONDER

Viagens ao Espaço têm um novo perigo desconhecido para os astronautas

Há um perigo inerente às longas viagens espaciais dos astronautas desconhecido até aos dias de hoje. Um novo estudo aponta que os cosmonautas podem ver o seu fluxo sanguíneo revertido na parte superior do corpo. A …

Macrocilix maia, a misteriosa traça que tem moscas a comer fezes nas suas asas

Macrocilix maia é uma espécie de traça que se destaca pela forma como se camufla dos seus predadores. Nas suas asas vê-se duas moscas a comer excrementos de pássaro. A natureza nunca falha em surpreender-nos e …

Há provas que ligam misteriosa doença que paralisa crianças a vírus raro

Pela primeira vez, foram encontradas provas da associação do Enterovírus D68, um vírus raro até há algum tempo, à Mielite Flácida Aguda, uma doença semelhante à poliomielite que tem afectado centenas de crianças, provocando a …

Antigos egípcios podem ter encurralado milhões de pássaros só para os mumificar

Novas evidências de ADN sugerem que os antigos Egípcios capturavam pássaros selvagens para sacrifícios ritualísticos (e para os poderem mumificar depois). As catacumbas egípcias contêm milhares de pássaros mumificados, especificamente íbis-sagrados (Threskiornis aethiopicus), empilhados uns sobre …

Estudo mostra que sondagens tendenciosas enviesam eleições políticas

Através de experiências práticas, uma investigação recente sugere que as sondagens tendenciosas podem influenciar e enviesar as eleições políticas, até mesmo nas grandes democracias. Enquanto uma eleição se aproxima no Reino Unido e uma votação presidencial …

A Rússia criou a arma mais mortífera da história. Foi há 72 anos

Comummente conhecida por AK-47, a espingarda Kalashnikov foi responsável por milhões de mortes durante a nossa História, sendo uma das armas mais populares do mundo e a mais fabricada pela indústria de armamento. Segundo o The Conversation, …

Luxemburgo 0-2 Portugal | Campeão marca presença no Euro

Portugal venceu o Luxemburgo por 2-0 e apurou-se para a fase final do Euro2020 – a 11ª presença consecutiva da turma das “quinas” em fases finais de grandes competições. Num encontro mal jogado, em parte pelas …

Hologramas e outras tecnologias podem ajudar a combater incêndios florestais

Portugal continua a ser assombrado pela destruição sem precedentes dos incêndios florestais. Agora é a hora de aproveitar as nossas ferramentas tecnológicas e encontrar maneiras inovadoras de ajudar a aliviar o problema e também evitar …

Pombos estão a perder dedos ou patas por causa da poluição

Basta passar algum tempo na praça de uma cidade para ver que alguns pombos têm patas feridas ou dedos em falta. Embora possamos pensar que isto é causado por algum vírus ou pelos eventuais desentendimentos …

Descoberto no Japão fóssil de pássaro com 120 milhões de anos

O fóssil de um pássaro do Cretáceo recentemente descoberto no Japão pode levar os cientistas a repensarem alguns detalhes sobre a evolução do voo. Há cerca de 120 milhões de anos, um pássaro com o tamanho …