Um colossal asteróide passa a apenas 10 milhões de km da Terra

(dr) Detlev van Ravenswaay

-

O asteróide 1999 FN53 vai esta quinta-feira passar a uma distância de 10 milhões de quilómetros da Terra. Não há perigo de colisão.

Embora os astrónomos da NASA tenham já excluído a possibilidade de uma colisão do 1999 FN53 com o nosso planeta, a visita do asteróide despoletou as inevitáveis especulações, discussões e simulações à volta das consequências que poderia ter a eventual colisão de um corpo destas dimensões com a Terra.

O terrífico 1999 FN53 tem cerca de 1,3 km de diâmetro, aproxima-se da Terra a mais de 45.000 km/h, e estima-se que seja o maior objecto a alguma vez se acercar do planeta a esta distância – pelo menos num futuro próximo.

O colossal asteróide é cerca de 10 vezes maior do que qualquer outro meteoro correntemente seguido pelos radares do Near-Earth Object Program, programa da NASA que vigia corpos celestes que possam representar uma ameaça para a Terra.

O 1999 FN53 é também duas vezes maior do que o gigantesco 2014-YB35, que deixou os astrónomos todos a olhar para cima quando passou próximo da Terra em março.

“Inevitavelmente, o eventual impacto de um corpo destas dimensões provocaria de imediato a morte de pelo menos 1.500 milhões de pessoas”, afirma ao Daily Express o professor Bill Napier, do departamento de Astronomia da Buckinghamshire New University, no Reino Unido.

Mas as numerosas vítimas humanas não seriam o único dano do asteróide ao planeta. “Se caísse no mar, os gases libertados para a estratosfera aniquilariam a camada de ozono”, diz Napier.

O 1999 FN53 seria incomparavelmente mais destrutivo do que o asteróide que em 1908 caiu em Tunguska, na Sibéria, provocando uma cratera de 50m de profundidade e arrasando 80 milhões de árvores da tundra siberiana.

“Estamos a falar de milhões de megatoneladas de energia, seria um evento de extinção em massa da humanidade”, diz o astrónomo.

Seriam os danos maiores do que o do impacto do asteróide que caiu no planalto do Iucatão durante o jurássico?

Talvez, mas os dinossauros não estão cá para nos contar.

AJB, ZAP

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. … e se colidisse com a lua? E esta mudasse ligeiramente a trajetória? O que aconteceria a terra? Alguém me sabe responder?

  2. Se houvesse um impacto na lua, poderia acontecer uma de duas coisas…
    A orbita destabiliza-se e poderia colidir com a Terra… Tudo o que existisse na terra seria esterilizado… Nada sobrevivia.

    Poderia se afastar gradualmente da terra… Sem os efeitos tidais da gravidade da lua na terra, o mar parava de ter ondas e transformava-se num lago gigante… Com isso paravam também todos os rios e percursos que acontecem dentro do mar, provavelmente levando o planeta para um nova idade do gelo onde o planeta poderia eventualmente congelar-se todo com excepção de uma pequena faixa no equador… Portanto seria MAU também para todo o ecossistema e vida em geral…

    Espero ter ajudado.

    Cumprimentos,

    Paulo Eduardo

RESPONDER

Grupos secretos do Facebook prometem falsas curas para cancro e autismo

Uma investigação do Business Insider expôs casos de contas e grupos secretos no Facebook que passam publicitam "medicamentos" e "tratamentos" alternativos que custam milhares de dólares mas que, na verdade, não passam de fraudes. Segundo noticiou …

Ministério repudia agressões nas escolas e fala em casos "residuais"

O Ministério da Educação garante que as situações de violência grave nas escolas são “residuais” e que existe uma tendência de diminuição de casos, repudiando todas as agressões que considera "inaceitáveis seja quem for o …

Surto de anthrax pode ter matado mais de 100 elefantes no Botswana

Um surto de anthrax pode estar na origem da morte de mais de 100 elefantes no Botswana ao longo dos dois últimos meses. Fontes do Governo do Botswana adiantaram, citadas pela Reuters, que "as investigações preliminares …

Nove migrantes encontrados vivos em novo camião no Reino Unido

A polícia britânica encontrou um segundo camião onde viajavam nove migrantes, todos eles vivos. Ainda hoje foi encontrado um camião com 39 pessoas mortas. Horas depois de ter sido encontrado um camião com 39 pessoas mortas, …

Brexit. Primeiro-ministro da Irlanda apoia adiamento até 31 de janeiro

O primeiro-ministro da Irlanda, Leo Varadkar, defendeu esta quarta-feira uma prorrogação da data do 'Brexit' até 31 de janeiro, num telefonema com o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que já recomendou aos 27 que …

Matosinhos é a primeira cidade 5G em Portugal

A NOS cobriu totalmente Matosinhos com 5G, em parceria com a Huawei, tornando-a na primeira cidade de quinta geração móvel em Portugal, anunciou, esta quarta-feira, a operadora de telecomunicações. De acordo com a operadora, "a rede …

O Super Mundial de Clubes vem aí e o Barcelona pode ficar de fora

O Barcelona poderá ficar fora da próxima grande competição da FIFA: o Super Mundial de Clubes. Para inverter esta situação, os catalães terão de ganhar uma das próximas duas edições da Champions. O Conselho da FIFA …

Falência da Thomas Cook leva ao encerramento de empresas no Algarve

De acordo com a TSF, há empresas que não vão conseguir resistir ao colapso do grupo britânico Thomas Cook, que anunciou falência há cerca de um mês. Um mês depois de ter sido anunciada a falência …

Ex-ministro da Saúde questiona regulador no caso do bebé sem rosto em Setúbal

Adalberto Campos Fernandes diz que o caso do bebé com malformações graves dá motivos para questionar a utilidade da Entidade Reguladora da Saúde. Ordem dos Médicos está a agir "adequadamente". O antigo ministro da Saúde Adalberto …

Nuno Artur Silva vendeu participação nas Produções Fictícias ao sobrinho

Nuno Artur Silva, futuro secretário de Estado do Cinema, Audiovisual e Media vendeu a sua participação na produtora de conteúdos Produções Fictícias. Desta forma, o indigitado secretário de Estado já não tem participações em empresas …