Uber junta-se à NASA para lançar serviço de viagens aéreas urbanas em Los Angeles em 2020

Miguel A. Lopes / Lusa

A plataforma de transporte Uber anunciou esta quarta-feira na Web Summit que em 2020 vai começar a realizar testes do serviço de viagens aéreas urbanas, que irá chamar uberAIR, na cidade americana de Los Angeles.

O novo serviço foi apresentado esta quarta-feira com grande expectativa na Web Summit, onde o responsável de produto da Uber, Jeff Holden, mostrou o design dos aparelhos que vão oferecer estes percursos, muito similares aos helicópteros mas totalmente elétricos e mais silenciosos.

O uberAIR vai ser testados em Los Angeles, a segunda área urbana mais povoada dos Estados Unidos, lembrou Holden, que apontou que o preço do trajeto será similar ao do atual serviço UberX.

A uberAIR, explicou, está pensado principalmente para partilhar viagens, como já acontece na modalidade UberPOOL, e contará para isso com cabines com capacidade para quatro passageiros.

É o princípio do fim dos automóveis individuais“, sustentou Holden, que considerou que no futuro só se vão comprar automóveis pessoais “por questões de hobby”.

A Uber manteve já contactos com grandes empresas que podem investir neste modelo de negócio, não só para desenvolver as aeronaves mas para dispor de zonas que exerçam de heliportos.

Além disso, conseguiu um acordo com a NASA para o desenvolvimento da Gestão do Espaço Aéreo não Tripulado (UTM, em inglês) e dos Sistemas Aéreos não Tripulados (UAS).

Esta parceria, explica a empresa, “vai facilitar operações seguras e eficientes de UAS a baixa altitude” e “contribui para que a companhia possa operar os primeiros voos da uberAIR”.

“Trata-se da primeira parceria da Uber com uma agência governamental com o objetivo de operar uma rede de mobilidade aérea ao nível global”, acrescentou a empresa.

A apresentação, uma das mais aplaudidas da Web Summit, incluiu alguns dados básicos que justificam, de acordo com a companhia, esta aposta, além da sempre sugestiva ideia de conseguir pôr em marcha os “veículos voadores”.

Entre os dados figura o facto de que “mais de metade da população mundial vive em cidades”, e que quando há muita população, como na Cidade do México, por exemplo, um motorista passa anualmente cerca de cinco semanas de trabalho dentro do veículo devido a engarrafamentos e trânsito lento.

A Uber, com presença em mais de 600 cidades e com perto de 65 milhões de utilizadores por mês, resumiu num vídeo a sua visão de futuro: uma mulher que, através da aplicação, reserva um UberAir e entra neste desde o terraço de um arranha-céus para evitar o engarrafamento da estrada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Preços praticados pela Airbnb não cumprem lei europeia

A plataforma Airbnb tem até ao final do mês de agosto para explicar os preços que pratica, dado que violam a legislação da União Europeia. A plataforma online de reserva de alojamento tem agora até ao …

Sarcófago negro encontrado no Egito pode pertencer a Alexandre, o Grande

O maior sarcófago já descoberto na cidade de Alexandria, no Egito, vai ser aberto nos próximos dias, depois de permanecer totalmente intacto mais de dois milénios. Os especialistas têm esperanças que o artefacto negro encontrado …

Vagas no Superior com aumento residual em ano de cortes em Lisboa e Porto

O concurso nacional de acesso ao Ensino Superior volta a registar um aumento de vagas, pelo terceiro ano consecutivo, ainda que residual e em ano de corte de vagas em Lisboa e Porto, por determinação …

A primavera chegou a Marte. E com ela, as misteriosas "aranhas marcianas"

A NASA publicou fotografias de um fenómeno peculiar avistado na superfície de Marte, que se assemelha com "aranhas". As imagens foram capturas na semana passada pela câmara HiRISE, instalada a bordo da nave espacial Mars …

As pessoas estão a ficar doentes após comerem salada do McDonald's

Mais de 100 pessoas apresentaram sintomas de contaminação pelo protozoário Cyclospora cayetanensis depois de comerem a salada do McDonald's, nos Estados Unidos. Mesmo que seja com a melhor das intenções, pedir uma salada no McDonald's pode …

Descobertas 12 novas luas em torno de Júpiter

Cientistas nos Estados Unidos descobriram mais 12 luas em torno do planeta Júpiter, conjeturando que as suas órbitas opostas resultam de colisões entre outros corpos celestes maiores. Com a descoberta das luas, que foram vistas pela …

Há 3.500 anos, os egípcios já faziam cosméticos

Cientistas sintetizaram tintas e cosméticos com cerca de 3.500 anos, uma descoberta feita graças ao facto de a equipa ter desenvolvido uma nova técnica de datação de compostos carbonatados inorgânicos. Uma equipa de cientistas internacional sintetizou …

Encontrados restos de pão de há 14.400 anos na Jordânia

Um grupo de investigadores encontrou vestígios de pão, feito por caçadores-recoletores que viveram há 14.400 anos, quatro milhares de anos antes do surgimento da agricultura. Esta é a mais antiga prova da existência de pão …

Governo indiano ordena inspeção a todos os centros da congregação da Madre Teresa

O Governo da Índia ordenou uma inspeção a todos os centros para crianças geridos pela congregação católica da Madre Teresa no país, após a detenção de uma das suas freiras por alegadamente vender bebés. A ministra …

Peru decreta estado de emergência na fronteira com a Colômbia

O Peru decretou na segunda-feira o estado de emergência por 60 dias na fronteira com a Colômbia, devido à presença de narcotraficantes e de dissidentes da antiga guerrilha das Forças Armadas Revolucionários da Colômbia. O Presidente …