Uber junta-se à NASA para lançar serviço de viagens aéreas urbanas em Los Angeles em 2020

Miguel A. Lopes / Lusa

A plataforma de transporte Uber anunciou esta quarta-feira na Web Summit que em 2020 vai começar a realizar testes do serviço de viagens aéreas urbanas, que irá chamar uberAIR, na cidade americana de Los Angeles.

O novo serviço foi apresentado esta quarta-feira com grande expectativa na Web Summit, onde o responsável de produto da Uber, Jeff Holden, mostrou o design dos aparelhos que vão oferecer estes percursos, muito similares aos helicópteros mas totalmente elétricos e mais silenciosos.

O uberAIR vai ser testados em Los Angeles, a segunda área urbana mais povoada dos Estados Unidos, lembrou Holden, que apontou que o preço do trajeto será similar ao do atual serviço UberX.

A uberAIR, explicou, está pensado principalmente para partilhar viagens, como já acontece na modalidade UberPOOL, e contará para isso com cabines com capacidade para quatro passageiros.

É o princípio do fim dos automóveis individuais“, sustentou Holden, que considerou que no futuro só se vão comprar automóveis pessoais “por questões de hobby”.

A Uber manteve já contactos com grandes empresas que podem investir neste modelo de negócio, não só para desenvolver as aeronaves mas para dispor de zonas que exerçam de heliportos.

Além disso, conseguiu um acordo com a NASA para o desenvolvimento da Gestão do Espaço Aéreo não Tripulado (UTM, em inglês) e dos Sistemas Aéreos não Tripulados (UAS).

Esta parceria, explica a empresa, “vai facilitar operações seguras e eficientes de UAS a baixa altitude” e “contribui para que a companhia possa operar os primeiros voos da uberAIR”.

“Trata-se da primeira parceria da Uber com uma agência governamental com o objetivo de operar uma rede de mobilidade aérea ao nível global”, acrescentou a empresa.

A apresentação, uma das mais aplaudidas da Web Summit, incluiu alguns dados básicos que justificam, de acordo com a companhia, esta aposta, além da sempre sugestiva ideia de conseguir pôr em marcha os “veículos voadores”.

Entre os dados figura o facto de que “mais de metade da população mundial vive em cidades”, e que quando há muita população, como na Cidade do México, por exemplo, um motorista passa anualmente cerca de cinco semanas de trabalho dentro do veículo devido a engarrafamentos e trânsito lento.

A Uber, com presença em mais de 600 cidades e com perto de 65 milhões de utilizadores por mês, resumiu num vídeo a sua visão de futuro: uma mulher que, através da aplicação, reserva um UberAir e entra neste desde o terraço de um arranha-céus para evitar o engarrafamento da estrada.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís votados para o Nobel

A Academia de Ciências de Lisboa apontou Manuel Alegre e Agustina Bessa-Luís a possíveis candidatos para receberem o próximo Prémio Nobel da Literatura, após convite do Comité Nobel da Academia Sueca. Ainda faltam alguns meses para …

Sushi e peixe cru podem provocar “anisakiasis”

As infecções por parasitas intestinais estão a aumentar com a popularidade do sushi e os riscos do consumo de peixe cru ficaram novamente ilustrados com um caso insólito. O caso foi relatado pelo médico norte-americano Kenny Banh …

Casa dos Horrores: o pai das crianças já tinha raptado a companheira

O mundo ainda está em choque com a descoberta macabra feita pela polícia da Califórnia no passado domingo. Mas o horror vem de trás. O casal David e Louise Turpin é suspeito de manter os 13 …

Fisco espanhol acusa Shakira de fraude fiscal

O fisco espanhol pediu ao Ministério Público para acusar a cantora colombiana Shakira de fraude fiscal, que terá cometido entre 2011 e 2014, noticiou hoje o jornal espanhol La Vanguardia. A administração fiscal espanhola apresentou este …

A fórmula do plástico mais resistente do mundo continua perdida

Uma invenção revolucionária que poderia deixar o mundo mais seguro. Assim foi definido o starlite, material resistente ao fogo e a altas temperaturas, cuja fórmula permanece desconhecida - e poderá estar perdida. O material foi criado …

Não, ter plantas em casa não é prejudicial para a saúde

Desde sempre que a ideia de que ter plantas em casa é prejudicial para a saúde está enraizada na mente de todos - crença, no entanto, comprovadamente errada. A ideia surgiu pelo facto de, no processo …

Deco registou quatro queixas por dia sobre compras online em 2017

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor, Deco, recebeu 1.642 reclamações sobre compras feita pela internet em 2017, numa média de quatro queixas por dia, número que sobe para 8.538 no caso da rede …

Vai passar pela Terra um "arranha-céus" a 122 mil quilómetros por hora

Um "asteróide potencialmente perigoso" dirige-se para a Terra a uma velocidade de mais de 122.000 quilómetros por hora, informou a agência espacial norte-americana NASA. O asteróide 2002 AJ129 vai aproximar-se da Terra no próximo dia 4 …

Adepto condenado por morte com very-light detido no Estádio da Luz

O homem condenado há 20 anos por causar uma morte com um very-light foi detido no sábado pela PSP no Estádio da Luz, onde estava proibido de entrar na sequência de uma condenação por posse …

Condutor bêbado adormeceu ao volante... e o seu Tesla parou sozinho

Talvez no futuro os automóveis autónomos consigam levar passageiros bêbedos até casa sem colocar outras pessoas em risco, mas por agora não se pode esperar que nem mesmo um Tesla faça isso. Já é muito …