Twitter suspende contas que se faziam passar por apoiantes negros de Trump

O Twitter suspendeu uma rede de contas falsas que fingiam pertencer a apoiantes negros do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump.

Darren Linvill, professor da Universidade Clemson que estuda desinformação, identificou 31 contas que pareciam estar ligadas a conservadores negros, e outras, incluindo uma que parecia pertencer ao cabeleireiro da presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e várias à secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

Muitas das contas partilhavam as publicações umas das outras, utilizando, geralmente, uma linguagem idêntica. “Sim, sou preto e voto em Trump. O Twitter suspendeu duas das minhas outras contas por apoiar Trump”, lia-se numa dessas.

“As nossas equipas estão a trabalhar para investigar esta atividade e tomarão medidas de acordo com as regras do Twitter”, disse um porta-voz da empresa. “Atualmente, tomamos medidas em alguns dos ‘tweets’ e contas por violarem as nossas políticas de manipulação de plataforma e ‘spam'”, acrescentou.

As regras de utilização do Twitter proíbem uma série de atividades que a plataforma define como “agressivas ou enganosas”, incluindo o uso de informações de perfil roubadas ou copiadas ou o uso de várias contas para publicar conteúdo idêntico.

Linvill indicou que a rede teve origem na Europa Oriental ou na Turquia. Algumas das contas tinham perfis com escrita cirílica, enquanto outra tinha informações sobre um serviço de acompanhantes turco.

Embora as contas falsas fossem bastante amadoras e não publicassem com frequência, tiveram um alcance considerável num curto período de tempo, referiu Linvill. “Houve um ‘tweet’ que teve 30.000 ‘retweets’, de uma conta que era nova. Havia uma conta que tinha 50.000 seguidores”, contou.

Ao todo, as contas conseguiram obter 250.000 ‘retweets’ ou menções, de acordo com o Washington Post, que primeiro relatou a história.

O amplo alcance dos ‘tweets’ em poucos dias ilustra a rapidez com que informações duvidosas ou falsas podem circular ‘online’, mesmo quando as redes sociais atuam rapidamente para bloquear atores mal-intencionados, indicou Linvill.

Embora essas redes aparentemente originárias da Europa Oriental não sejam novidade, o professor sublinhou que esta em particular recebeu uma atenção invulgar por causa das suas táticas, fingindo que falava pelos conservadores negros dos EUA.

Tal atividade “rouba vozes de americanos reais. Não é representativo do verdadeiro discurso americano e isso é perigoso por muitos motivos”, frisou.

Os eleitores negros têm sido um alvo importante para a campanha de reeleição de Trump. A primeira aparição pública do Presidente após a sua recuperação do covid-19 foi dirigida num comício da Fundação Blexit, de Candace Owens, que incentiva os negros americanos a se separarem do partido democrata.

Linvill exortou os utilizadores da rede social a estarem vigilantes e a serem cautelosos com estranhos, mesmo aqueles que parecem ter as mesmas opiniões políticas. “As regras do mundo digital não são diferentes das regras do mundo real”, afirmou. “A desinformação nas redes sociais só se espalha se a espalharmos”, apontou.

ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

PCP desafia Governo a renacionalizar os CTT

O secretário-geral do PCP desafiou hoje o Governo a responder "à chantagem" do "grupo Champalimaud", retirar-lhe a concessão do serviço postal e renacionalizar os CTT. A proposta foi feita por Jerónimo de Sousa depois de estar …

"Covid persistente" atinge cerca de 20% dos curados (mas não recuperados)

Um novo estudo britânico indica que vários pacientes podem apresentar sintomas e sequelas durante vários meses, mesmo depois de testarem negativo. Os casos de “covid persistente” afetam maioritariamente mulheres e idosos. Há ainda muito por descobrir …

Acuña já é destaque em Espanha: "Não é bom nos 100 metros, mas..."

O ex-jogador do Sporting será uma referência para Lopetegui e já demonstrou um grande nível no jogo da Liga dos Campeões contra o Rennes. Marcos Acuña chegou a Sevilha há um mês e meio mas começa …

Portagens devem manter preços em 2021

Os preços das portagens nas autoestradas deverão voltar a manter-se em 2021, a confirmar-se a estimativa da taxa de inflação homóloga, sem habitação, de -0,18% em outubro, divulgada pelo Instituto Nacional de Estatística (INE). A fórmula …

Governo estuda novo confinamento total nas duas primeiras semanas de dezembro

O Governo está a ponderar decretar um novo confinamento total da população portuguesa nas duas primeiras semanas de dezembro. A notícia foi avançada esta sexta-feira pela TVI e, entretanto, confirmada por outros órgãos de informação. O …

Pelo menos 140 pessoas afogam-se no naufrágio mais mortal de 2020

Pelo menos 140 migrantes morreram afogados ao largo da costa senegalesa depois de a embarcação em que seguiam se ter incendiado e naufragado, avançou a Organização Internacional para as Migrações (OIM). O barco transportava 200 pessoas …

Nélson Évora terminou contrato com o Sporting

Nelson Évora, campeão olímpico do triplo salto nos Jogos Olímpicos Pequim2008, vai deixar o Sporting após o fim do contrato com o clube, no sábado, confirmou à "Lusa" fonte oficial do Sporting, esta sexta-feira. O atleta, …

Nova Zelândia aprova eutanásia. Mas rejeita legalização da marijuana

Os neozelandeses aprovaram a eutanásia voluntária, mas rejeitaram a legalização da marijuana para uso recreativo, em dois referendos realizados em 17 de outubro, anunciou esta sexta-feira a Comissão Eleitoral. Cerca de 65,2% dos neozelandeses votaram a …

Governo pondera novas medidas de apoio ao emprego e empresas

O Governo está a ponderar novas medidas de apoio ao emprego e às empresas em resposta ao agravamento da pandemia de covid-19, disse hoje o ministro de Estado, da Economia e da Transição Digital, Pedro …

Cova da Piedade não joga: "Prefiro perder três pontos do que alguém perder a vida"

O jogo entre Estoril e Cova da Piedade, como se esperava, não vai ser realizado e deverão ser atribuídos três pontos ao Estoril. Diretor do Cova da Piedade não poupa nas críticas. Mais uma partida da …