Twitter suspende contas que se faziam passar por apoiantes negros de Trump

O Twitter suspendeu uma rede de contas falsas que fingiam pertencer a apoiantes negros do Presidente dos Estados Unidos (EUA), Donald Trump.

Darren Linvill, professor da Universidade Clemson que estuda desinformação, identificou 31 contas que pareciam estar ligadas a conservadores negros, e outras, incluindo uma que parecia pertencer ao cabeleireiro da presidente da Câmara dos Representantes, Nancy Pelosi, e várias à secretária de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany.

Muitas das contas partilhavam as publicações umas das outras, utilizando, geralmente, uma linguagem idêntica. “Sim, sou preto e voto em Trump. O Twitter suspendeu duas das minhas outras contas por apoiar Trump”, lia-se numa dessas.

“As nossas equipas estão a trabalhar para investigar esta atividade e tomarão medidas de acordo com as regras do Twitter”, disse um porta-voz da empresa. “Atualmente, tomamos medidas em alguns dos ‘tweets’ e contas por violarem as nossas políticas de manipulação de plataforma e ‘spam'”, acrescentou.

As regras de utilização do Twitter proíbem uma série de atividades que a plataforma define como “agressivas ou enganosas”, incluindo o uso de informações de perfil roubadas ou copiadas ou o uso de várias contas para publicar conteúdo idêntico.

Linvill indicou que a rede teve origem na Europa Oriental ou na Turquia. Algumas das contas tinham perfis com escrita cirílica, enquanto outra tinha informações sobre um serviço de acompanhantes turco.

Embora as contas falsas fossem bastante amadoras e não publicassem com frequência, tiveram um alcance considerável num curto período de tempo, referiu Linvill. “Houve um ‘tweet’ que teve 30.000 ‘retweets’, de uma conta que era nova. Havia uma conta que tinha 50.000 seguidores”, contou.

Ao todo, as contas conseguiram obter 250.000 ‘retweets’ ou menções, de acordo com o Washington Post, que primeiro relatou a história.

O amplo alcance dos ‘tweets’ em poucos dias ilustra a rapidez com que informações duvidosas ou falsas podem circular ‘online’, mesmo quando as redes sociais atuam rapidamente para bloquear atores mal-intencionados, indicou Linvill.

Embora essas redes aparentemente originárias da Europa Oriental não sejam novidade, o professor sublinhou que esta em particular recebeu uma atenção invulgar por causa das suas táticas, fingindo que falava pelos conservadores negros dos EUA.

Tal atividade “rouba vozes de americanos reais. Não é representativo do verdadeiro discurso americano e isso é perigoso por muitos motivos”, frisou.

Os eleitores negros têm sido um alvo importante para a campanha de reeleição de Trump. A primeira aparição pública do Presidente após a sua recuperação do covid-19 foi dirigida num comício da Fundação Blexit, de Candace Owens, que incentiva os negros americanos a se separarem do partido democrata.

Linvill exortou os utilizadores da rede social a estarem vigilantes e a serem cautelosos com estranhos, mesmo aqueles que parecem ter as mesmas opiniões políticas. “As regras do mundo digital não são diferentes das regras do mundo real”, afirmou. “A desinformação nas redes sociais só se espalha se a espalharmos”, apontou.

ZAP ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Ex-gestores do Novo Banco seguem para Banco do Fomento e para CGD

Os gestores Vítor Fernandes e Jorge Freire Cardoso, que saíram do Novo Banco em divergência com a estratégia da Lone Star, vão desempenhar as funções de presidente do Banco de Fomento e de administrador na Caixa …

EUA acusado de prometer contrapartidas a Cabo Verde pela extradição de testa-de-ferro de Maduro

O antigo juiz espanhol Baltasar Garzón, que coordena a defesa de Alex Saab, detido em Cabo Verde e considerado testa-de-ferro do Presidente venezuelano Nicolás Maduro, acusou na quinta-feira os Estados Unidos (EUA) de prometerem contrapartidas …

Bispo italiano sugeriu a padre que pagasse 20 mil euros a vítima de pedofilia

O bispo católico de Como, em Itália, afirmou ter sugerido a um jovem padre suspeito de pedofilia que pagasse 20 mil euros à suposta vítima para encerrar uma investigação interna ao caso ocorrido numa residência …

Governo reforça financiamento de projetos LGBTI com 50 mil euros

O Governo vai reforçar em 50 mil euros o financiamento de projetos de organizações que atuem na defesa dos direitos das pessoas lésbicas, gays, bissexuais, trans e intersexo (LGBTI), anunciou o gabinete da secretária de …

CDS pede ao Governo "um plano de desconfinamento controlado, à inglesa"

Francisco Rodrigues dos Santos quer que o Executivo apresente um plano de desconfinamento que permita a retoma da atividade de alguns setores. Esta sexta-feira, o presidente do CDS-PP insistiu na necessidade de o Governo apresentar um …

Para os idosos que estão em lares, visitar a família sem isolamento poderá acontecer em maio

A CNIS estima que, com todos os idosos residentes em lares vacinados, maio possa ser o mês da libertação depois de mais de um ano de pandemia, confinamentos e restrições apertadas. DGS diz que orientações …

UE retalia e declara chefe da missão venezuelana "persona non grata"

A União Europeia (UE) decidiu, esta quinta-feira, declarar a chefe da missão venezuelana em Bruxelas persona non grata, respondendo ao anúncio feito por Caracas de dar 72 horas à embaixadora comunitária para abandonar o país. "Por …

Novo problema num Boeing 777 leva a aterragem de emergência na Rússia

Um Boeing 777 da companhia aérea russa Rossiya fez uma aterragem de emergência em Moscovo, esta sexta-feira, devido a um problema de motor, uma semana depois de um incidente semelhante com um aparelho do mesmo …

Covid-19. Mais 1.027 casos e 58 mortes em Portugal

Portugal registou hoje 58 mortes e 1.027 novos casos de infeção nas últimas 24 horas, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). O boletim epidemiológico desta sexta-feira, divulgado pela Direção-Geral da Saúde, dá conta de 1.027 novos …

Costa anuncia "passaporte sanitário" para circulação na UE (e aposta em novos modelos económicos)

O primeiro-ministro António Costa anunciou esta sexta-feira que a Comissão Europeia vai preparar um documento para facilitar a circulação entre países da União Europeia (UE). Segundo avançou o Correio da Manhã, este "passaporte sanitário", que estará …