TV russa usa ‘Xixi e Cocó’ como símbolo de ‘decadência ocidental’

Xixi e Cocó, Biss och Kajs, programa infantil da TV Sueca (foto: SVT)

Xixi e Cocó, Biss och Kajs, programa infantil da TV Sueca (foto: SVT)

Como parte da sua ofensiva de propaganda para criticar os simpatizantes da integração da Ucrânia na União Europeia, a TV estatal da Rússia recorreu a uma estratégia insólita: usou imagens de um programa de TV sueco dedicado a ajudar crianças a entender como funciona o corpo humano.

Numa reportagem sobre as manifestações em Kiev de apoio à integração da Ucrânia na U.E., no passado dia 1 dezembro, os telespectadores da TV estatal russa Rossiya 1 foram surpreendidos com excertos de um programa infantil da Suécia, Biss och Kajs (“Xixi e Cocô”, em tradução livre).

Segundo o apresentador da Rossiya 1, Dmitriy Kiselev, as imagens exemplificam o tipo de “decadência ocidental” que afectará a Ucrânia caso o país decida tornar-se membro da União Europeia e afastar-se da influência da Rússia.

O programa infantil, veiculado pela TV estatal sueca SVT, ensina as diferentes funções do corpo às crianças com a ajuda dos protagonistas, “Xixi” e “Cocô”.

As explicações fisiológicas são normalmente animadas com números musicais da “Orquestra do Traseiro” (nádegas vestidas com chapéus, óculos e gravatas) e outro personagem, que Kiselev chamou de “genitália que canta”.

Biss och Kajs é um programa muito popular entre outros motivos porque aborda de maneira bem-humorada as diversas funções do corpo a crianças pequenas. Nesse sentido, considero muito estranho o uso das imagens pela TV russa; elas foram tiradas completamente de contexto”, afirmou à BBC Kristina Colliander, directora de programação infantil da TV estatal sueca.

Para justificar o uso das imagens, Kiselev alegou que na Suécia “tem havido um forte aumento no número de abortos por menores de idade, a prática sexual é precoce – começa aos nove anos de idade – e não surpreende que a impotência sexual entre meninos comece aos 12 anos. Aí estão os valores europeus em toda a sua glória”.

O apresentador russo ficou famoso nos últimos meses pelas suas declarações homofóbicas e por constantes comparações dos “inimigos da Rússia” a nazis.

Kiselev é também um dos muitos apresentadores da Rossiya 1 que frequentemente sugerem que, se a Ucrânia optar por se aliar ao Ocidente, o país passaria a fazer parte de uma espécie de “Eurosodoma” (em alusão às cidades de Sodoma e Gomorra, destruídas, segundo o relato bíblico, devido à prática de actos imorais).

Na sua conta pessoal do Facebook, a crítica de TV Arina Borodina descreveu as análises semanais de Kiselev como “fluxos esquizofrénicos de consciência”.

No Twitter, os utilizadores ironizaram sobre as declarações de Kiselev, com tweets como “Kiselev está a falar de urina, cocó e genitália. Estou sem palavras“, “Kiselev está sob hipnose?” ou “Dmitriy está sob o efeito de drogas“.

ZAP / BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Itália: Da crise pandémica à crise política. Conte tem agora o voto de confiança dos deputados

O primeiro-ministro italiano, Giuseppe Conte, obteve ontem a confiança dos deputados para se manter no governo, depois da demissão de duas ministras do partido Itália Viva (IV) ter aberto uma crise política, deixando o governante …

"Risco de readmissão é grande". Quase um terço dos infetados voltou ao hospital (e um em cada oito morreu)

De acordo com um estudo recente realizado no Reino Unido, quase um terço das pessoas que tiveram alta de um internamento por problemas de saúde relacionados com a covid-19, em Inglaterra, regressaram ao hospital pela …

Fecho das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública"

O encerramento das escolas "seria a medida mais forte de saúde pública a ser tomada", perante a existência de um "teto falso" na deteção de novos casos e o aparecimento da variante inglesa, defendeu esta …

"Ato ditatorial" e "humilhação cruel". Mourinho criticado por optar por Gedson em vez de Dele Alli

O ex-futebolista Stan Collymore chamou Mourinho de ditador e criticou o facto de ter deixado Dele Alli de fora dos convocados em detrimento de Gedson Fernandes. Stan Collymore, antigo jogador do Liverpool, criticou José Mourinho pela …

Preços das casas devem descer neste ano (e deixam a banca em risco)

Após se terem aguentado mais ou menos estáveis em 2020, apesar da pandemia de covid-19, os preços das casas devem começar a descer neste ano com o prolongar da crise sanitária. Uma situação que preocupa …

Sem promessas para 2022, Governo admite criar “escalões intermédios” na Função Pública

A ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão, admitiu, em entrevista ao ECO, rever a tabela salarial da Função Pública e criar “escalões intermédios para as progressões intermédias”. Em entrevista ao jornal …

@AnaMartinsGomes. A gladiadora do Twitter é candidata a Belém

Se há arena onde a candidata socialista a Belém se sente confortável, é o Twitter. Palco de grandes partilhas e encruzilhadas, é inegável que essa rede social marca o caminho da diplomata. Ana Gomes é conhecida …

Rui Rio apela ao Governo por "confinamento a sério" e lembra que este "não existe para ser popular"

Rui Rio desafia o Governo a "impor um confinamento a sério em nome do interesse nacional". Na sua conta no Twitter, o líder do PSD escreve que "um Governo não existe para ser popular mas …

FC Porto ameaça não ir a jogo. Sporting acusa "dragões" de "pressão inaceitável"

O Sporting acusou segunda-feira o FC Porto de estar a "pressionar, de forma absolutamente inaceitável, as autoridades da Saúde e a Liga" para que Nuno Mendes e Sporar falhem hoje as meias-finais da Taça da …

Empresas de comércio e serviços propõem suspensão de alguns impostos

Com o novo confinamento geral, a maioria das empresas de comércio e serviços volta a fechar portas. Por isso, pedem-se mais apoios ao Governo, considerando que os já anunciados são insuficientes. Em declarações à rádio Renascença, …