Turquia abateu caça russo, piloto capturado por rebeldes sírios

O primeiro-ministro turco, Ahmet Davutoglu, anunciou esta terça-feira que vai comunicar à NATO e à ONU ter abatido um caça-bombardeiro russo na fronteira com a Síria.

O avião é um dos que participa nos bombardeamentos na Síria e a informação surge pouco depois de as autoridades turcas terem revelado que abateram um avião militar junto à fronteira com a Síria, por este ter violado o seu espaço aéreo.

“Um avião Su-24 russo foi abatido porque violou o espaço aéreo turco, apesar dos avisos”, disse a presidência turca, citada pela agência noticiosa francesa AFP.

O  Sukhoi Su-24 russo terá sido abatido por um caça F-16 da força aérea turca.

Moscovo, no entanto, nega a violação de espaço aéreo. O ministério da Defesa russo indicou que o caça Suhkoi “manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio”, o qual nunca deixou, e que “este é um incidente diplomático muito sério“.

Os pilotos do bombardeiro conseguiram ejetar-se do avião, segundo a Defesa russa, que desconhecia na altura o seu paradeiro.

Entretanto, segundo notícia avançada pela cadeia de televisão turca CNN-Turk, filial turca da CNN, um dos pilotos do caça-bombardeiro abatido foi capturado por rebeldes sírios.

O piloto foi capturado por rebeldes sírios turcomenos que combatem o regime de Bashar al-Assad nas montanhas próximas da fronteira da Turquia, junto à província de Hatay, no sul do país, acrescentou a mesma fonte.

Putin diz que abate de avião foi “facada nas costas” que terá consequências

O presidente russo, Vladimir Putin, afirmou hoje que o abate de um avião russo pela Turquia junto à fronteira com a Síria foi “uma facada nas costas” que vai ter “consequências sérias” nas relações entre os dois países.

“A perda de hoje foi uma facada nas costas que nos foi dada por cúmplices de terroristas”, disse Putin numa conferência de imprensa conjunta com o rei da Jordânia, Abdallah II.

“Não posso descrevê-lo de outra forma”, disse Putin.

“Naturalmente vamos analisar tudo o que se passou. E os eventos trágicos de hoje vão ter consequências sérias para as relações russo-turcas”, advertiu.

Putin assegurou que o SU-24 não ameaçava a Turquia e que sobrevoava território sírio, a quatro quilómetros da fronteira.

Reunião extraordinária da NATO sobre abate de avião russo pela Turquia

A NATO vai realizar hoje uma reunião extraordinária, a pedido da Turquia, sobre o abate de um avião russo na fronteira turco-síria, disse um responsável da Aliança Atlântica.

“A pedido da Turquia, o Conselho do Atlântico Norte vai realizar uma reunião extraordinária às 17:00 (16:00 TMG e Lisboa). O objetivo desta reunião extraordinária é a Turquia informar os aliados sobre o abate de um avião russo”, disse a fonte, citada por agências internacionais.

O Conselho do Atlântico Norte reúne os embaixadores dos 28 Estados membros da NATO.

O Ministério da Defesa russo disse não poder precisar as causas da queda do avião, mas assegurou que “o avião manteve-se sempre e exclusivamente em espaço aéreo sírio, como ficou registado nos radares”.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

9 COMENTÁRIOS

  1. Os Turcos sentiram-se ameaçados pelo avião Russo, pois este andava a combater os jiahdistas que são amigos dos turcos desde sempre, é uma autêntica provocação á nação russa e pode haver consequências desagradáveis.

    • Se o avião foi abatido na Turquia como é que o piloto foi capturado na Síria? Por bem menos já se começaram guerras catastróficas. Assim como assim pode ser que partam isto tudo de uma vez. Zerar tudo e começar de novo!

      • exactamente 🙂

        para além do mais, a que acrescentar que a Turquia é um dos Países que recentemente Putin “desmascarou” como clientes do ISIS em petróleo.

        talvez a intenção fosse proteger algum fornecimento……

  2. Os turcos são uns mentirosos,eles protejem os grupos que combatem o Assad,quem está a ganhar com o negócio são eles,desde as ajudas que o ocidente está a dar por causa dos refugiados aos negócios do petróleo.Só um pequeno exemplo,os turcos tinham uma estátua do seu fundador o Kemal Atatürk,em território Sírio,que era protegida por uns 40/50 soldados turcos,nunca foi atacada,por nenhum grupo rebelde,quando a guerra em Kobani se intensificou o excercito turco(uns 400/500)foram lá buscar a estátua e a guarnição que a defendia. Por isso a Turquia que é um regime ditaturial disfarçado de democracia.

RESPONDER

Entre cursos de água e "kahns", a Alemanha ainda alberga uma minoria étnica de língua eslava

As nações europeias nasceram e desvaneceram ao longo do tempo, mas há uma minoria étnica de língua eslava que permanece dentro da Alemanha. Lehde é uma pacata vila, com cerca 150 habitantes, de ilhas pantanosas interligadas …

Itália 3-0 Suíça | Squadra Azzurra volta a ganhar e a encantar

A Itália tornou-se hoje a primeira seleção a garantir o apuramento para os oitavos de final do Euro2020 de futebol, ao vencer a Suíça por 3-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, disputado …

Sony apresenta o seu primeiro drone, o Airpeak S1

Há algum tempo que a Sony planeava lançar um drone, agora, é oficial. A empresa de tecnologia apresentou um drone chamado Airpeak S1 que será, muito provavelmente, o primeiro de muitos. A Sony anunciou oficialmente o …

Candidaturas a astronauta da Agência Espacial Europeia encerram na sexta-feira

Os candidatos têm de ter, pelo menos, um mestrado e experiência profissional, serem fluentes em inglês e ter mais de 1,30 metros.  O prazo para apresentação de candidaturas a vagas para novos astronautas da Agência Espacial …

Dois meses no escuro. Valentina Miozzo passou a quarentena sozinha no Ártico

A pandemia de covid-19 foi um duro golpe de solidão forçada para a maioria das pessoas, mas para a italiana Valentina Miozzo foi a oportunidade perfeita para usufruir de alguns momentos a sós. A meio da …

Pedras misteriosas provocam "corrida aos diamantes" na África do Sul

Uma verdadeira "febre de diamantes" assolou a vila de KwaHlathi, na província de KwaZulu-Natal, litoral da África do Sul. Centenas de pessoas, com utensílios caseiros a servir de engenhos de mineração, ocuparam um terreno à …

Designer cria um "terceiro olho" para quem vive agarrado ao telemóvel

Um designer industrial sul-coreano criou, recentemente, um “terceiro olho” para ajudar aqueles que, mesmo em andamento, não conseguem tirar os olhos do telemóvel. O designer industrial Minwook Paeng criou recentemente o The Third Eye ('terceiro olho' …

Depois de Ronaldo e da Coca Cola, Pogba imitou-o com a Heineken (e a UEFA podia castigar Portugal e França)

Após Cristiano Ronaldo ter removido duas garrafas de Coca Cola da mesa onde se sentou para uma conferência de imprensa no Euro 2020, foi a vez do francês Paul Pogba ter feito o mesmo com …

Adeptos portugueses proibidos de entrar na "fan zone" de Budapeste

Momento confuso numa zona da capital da Hungria, na véspera do jogo com Portugal, na estreia no Europeu 2020. A Hungria não escapou ao coronavírus mas, entre os países que recebem jogos do Europeu 2020, é …

Mulher recebe quatro certificados de imunidade - e nenhum é válido

O governo da Hungria está a emitir cartões que garantem que determinada pessoa, na teoria, é imune ao coronavírus. Mas nem tudo corre bem. A vida nas ruas da Hungria é diferente do que se vive …