Turismo de Portugal beneficiou empresa em concurso público “viciado” de 3,2 milhões de euros

World Travel & Tourism Council / Flickr

Luís Araújo, o presidente do Turismo de Portugal.

O Tribunal Central Administrativo ordenou ao Turismo de Portugal que anulasse um contrato de 3,2 milhões de euros adjudicado à Multilem, Design e Construção de Espaços. A entidade atuou de forma “ilegal” ao promover um concurso público “viciado”, reconhece o tribunal com base num parecer do Ministério Público.

O Turismo de Portugal foi acusado de violar vários princípios, nomeadamente “da imparcialidade, da isenção, da concorrência, da boa-fé, da confiança, da transparência e da não-discriminação”.

O contrato em causa é relativo à promoção em feiras e foi inicialmente denunciado pela ExpoMundo, empresa que oferece serviços de criação e construção de stands. De acordo com a notícia avançada este sábado pelo Púbico, a decisão do Tribunal Central Administrativo foi tomada no passado dia 7 de novembro, contrariando a sentença de primeira instância Tribunal Administrativo do Círculo de Lisboa.

O concurso mostrou estar viciado, já que no caderno de encargos estavam anexos escritos em papel timbrado pela Multilem-Design e Construção de Espaços três dias antes do resultado do concurso ter sido publicado em Diário da República.

O tribunal lisboeta justificou a decisão de primeira instância, explicando que o caso dos anexos se ter tratado de “um lapso manifesto que decorre de ter sido utilizado um ficheiro electrónico na posse da entidade adjudicante que foi na sua origem um ficheiro entregue pela Multilem, num contexto de execução de contratos anteriores”.

No entanto, o Ministério Público deu razão à ExpoMundo, notando “um forte indício de irregularidade” e entende que a decisão recorrida deve “ser alterada e substituída”.

A decisão do Tribunal Central Administrativo obriga, assim, a entidade tutelada pelo Ministério da Economia a cancelar o contrato com a Multilem e encontrar uma nova empresa para fornecer o serviço em causa.

Em sua defesa, a Multilem defende que “não teve qualquer participação na elaboração das peças do concurso”. A advogada da empresa disse ao Público que a decisão final “se baseia num equívoco e numa errada interpretação e aplicação do Direito e que oportunamente será interposto recurso para o Supremo Tribunal Administrativo”.

ZAP //

PARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Concursos públicos 🙂 Trabalhei numa empresa multinacional de dragagens com gerente do PS e ganhava todos os concursos quando o PS estava no governo. A concorrente multinacional (as duas eram holandesas) estava ligada ao PSD e ganhava então. Com toda esta burocracia pretendem eliminar politicas entre amiguinhos, mas na pratica só fazem aumentar a despesa pública. Nas escolas e autarquias, e por causa desta fantochada, perdem bons preços para as compras que precisam de fazer e muito tempo e energia.

RESPONDER

Antártida tem quase mais 20% de colónias de pinguins-imperador do que se pensava

Imagens de satélite revelam que há quase mais 20% de colónias de pinguins-imperador na Antártida do que se pensava anteriormente, totalizando 61, divulgou esta quarta-feira a Agência Espacial Europeia (ESA). Dados obtidos por dois satélites europeus …

De taxista a bombeiro. EHang lança drone para combater incêndios em arranha-céus

A chinesa EHang tem concentrado os seus esforços em serviços de táxi ou turismo aéreo. Agora, a empresa de mobilidade quer provar a versatilidade da sua plataforma de veículos autónomos com o lançamento de uma …

Netflix lidera mercado de streaming em Portugal e ranking do IMDb

A Netflix junta, neste momento, o melhor de dois mundos. Tem um catálogo maior, e por isso com mais produções bem cotadas no IMDb, e é também o serviço de streaming com maior número de …

"Estou cansada de ter medo". Candidata da oposição faz tremer presidenciais na Bielorrússia

Na Bielorrússia, Svetlana Tikhanovskaya, candidata da oposição de apenas 37 anos, está a fazer frente ao mais antigo líder da europa, na corrida as eleições presidenciais. Tikhanovskaya mantém-se firme na luta pelo poder contra o presidente …

Fauci revela que recebeu ameaças de morte e que as suas filhas foram assediadas

Anthony Fauci, um dos principais peritos em doenças infecciosas da Casa Branca, revelou esta quarta-feira que recebeu ameaças de morte e que as suas filhas foram assediadas por causa das suas declarações sobre a covid-19. "Receber …

Califórnia já tem uma estrada pavimentada com plástico

O que parece uma estrada comum é agora a mais recente novidade na cidade de Oroville, na Califórnia. A nova construção junta uma tecnologia que mistura garrafas de plástico com asfalto. Por cada quilómetro de …

Mais de mil operacionais combatem cinco grandes fogos em Portugal

Mais de 1100 operacionais e 16 meios aéreos estão a combater, esta quinta-feira, os cinco maiores incêndios rurais em território continental, concentrados sobretudo na região Centro, de acordo com dados da Proteção Civil. Segundo o site …

Coca-Cola financiou estudos científicos que minimizaram o papel das bebidas açucaradas na obesidade, revela investigação

A Coca-Cola terá financiado com milhões de dólares vários estudos científicos que minimizaram o impacto das bebidas açucaradas na obesidade. A conclusão é de uma investigação publicada na revista médica Public Health Nutrition, que conta …

André Ventura vai pedir suspensão temporária do mandato no Parlamento

O deputado do Chega vai pedir, em setembro, a suspensão do mandato parlamentar até fevereiro do próximo ano para se dedicar às campanhas eleitorais da região dos Açores e das Presidenciais. Em declarações à agência Lusa, …

Governo abre concursos para 800 novos técnicos especializados nas escolas

As escolas vão poder contratar mais de 800 novos técnicos especializados, um reforço de recursos humanos "englobado nas medidas excecionais de organização e funcionamento das escolas para o próximo ano letivo". "As escolas vão poder contratar …