Turismo excessivo preocupa profissionais do setor

gnuckx / Flickr

A questão do número de pessoas que frequentam as cidades mais visitadas do mundo foi um dos temas centrais da Feira de Turismo de Berlim. O turismo excessivo tem vindo a preocupar os profissionais do setor que, temendo a saturação, tentam encontrar uma solução.

De 1995 a 2016, o número de turistas passou de 525 milhões para mais de 1,2 mil milhões, graças às companhias aéreas de baixo custo e ao aumento de turistas oriundos de mercados emergentes como a China, Índia e países do Golfo.

“Em 2030, haverá 1,8 mil milhões de turistas no mundo. Uma coisa é certa: este crescimento infinito é impossível num espaço que é limitado, o que gera cada vez mais conflitos visíveis”, frisa Roland Conrady, diretor científico da Feira de Turismo de Berlim (ITB), citado pelo RFI.

O ano passado ficou marcado pelo aumento recorde de 7% no número de turistas no mundo e pelos movimentos de rejeição – por parte de algumas cidade – ao turismo de massa. A cidade de Dubrovnik, na Croácia, impõe cotas aos seus visitantes, por exemplo.

De modo a ameaçar certos locais devido ao número excessivo de pessoas que os visitam, os profissionais do setor estão a estudar algumas medidas possíveis para evitar que o turismo se destrua a si próprio.

A medida principal passa por repartir melhor o fluxo de visitantes. Veneza, na Itália, já limita o acesso da sua lagoa aos inúmeros barcos de cruzeiro que por ali passam. Além disso, a cidade edita também um guia mensal no qual proporciona aos turistas outros locais menos conhecidos, passíveis de serem visitados.

Outra solução passa por aumentar os preços de modo a dissuadir os visitantes. A Torre Eiffel, em Paris, financiou as obras de renovação aumentando 50% o bilhete de entrada, por exemplo.

A tecnologia pode também ser uma aliada na luta contra o turismo excessivo. Em Amesterdão, há um site que informa os visitantes, em tempo real, do tempo de espera nas filas e, em breve, uma nova aplicação indicará os lugares a visitar.

Por outro lado, a Internet impulsiona o aumento de turistas. A hospedagem mais barata atrai pessoas de todo o mundo, suscitando rejeição extrema entre a população local.

De acordo com o RFI, que cita um estudo sobre “turismo excessivo” realizado pela empresa de consultoria McKinsey, 36% dos moradores das zonas que sofrem deste fenómeno consideram que os turistas geram uma “pressão excessiva”. Há seis meses, eram apenas 18%.

Os profissionais do setor apostam numa melhoria da situação através da mudança de comportamento por parte dos turistas entre a faixa etária dos 18 aos 35 anos que, por receio de ficarem dececionados com um único lugar, partem em busca de mais experiências e em lugares diferentes, muitas vezes não convencionais.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Sporting CP 1-0 Marítimo | Borja dispara rumo ao pódio

O Sporting sofreu, mas levou a “água ao seu moinho”. Na recepção ao um Marítimo consistente, mas pouco perigoso, o “leão” venceu por 1-0, numa partida com poucas ocasiões de golo, mas com domínio claro …

Reino Unido vai tornar públicos registos de avistamentos de OVNIs

A Força Aérea britânica vai disponibilizar todos os documentos sobre os avistamentos de OVNIs online. Até então, os registos eram mantido sob segredo. A Força Aérea Real do Reino Unido decidiu tornar públicos os registos de …

Sobreviventes a um cancro na infância têm maior probabilidade de vir a ter outro

Sobreviventes a um cancro têm uma maior probabilidade cinco vezes maior de vir a ter outro em comparação com a população em geral. O risco vai diminuindo ao longo do tempo desde o primeiro diagnóstico. Pessoas …

Lineker: "Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados"

"Se pusessem a minha equipa de 1990 a jogar contra uma moderna, seríamos assassinados", disse Gary Lineker, antigo internacional inglês, que agora é comentador da BBC. Em entrevista ao The Guardian, o antigo avançado da seleção …

Bater com um cutelo e espezinhar. A massagem que promete livrar de todas as dores

Santiago Terrases oferece uma massagem única, na qual calca as pessoas com os pés e bate-lhes com um cutelo. O norte-americano garante que consegue tirar todas as dores. No estado de Nevada, nos Estados Unidos, está …

"Choveram" propostas de empréstimo por Marega

O emblema portista recebeu vários proposta de empréstimo por Moussa Marega, mas acabou por as rejeitar. O FC Porto apenas abre mão do jogador caso seja paga a cláusula de rescisão. A imprensa francesa avança esta …

Crise de saúde mental nos jovens. Há um sexo mais em risco do que o outro

O uso regular de redes sociais pode afetar a saúde mental dos jovens. No entanto, os seus efeitos podem-se manifestar mais drasticamente em raparigas do que em rapazes. Desde 2010, as taxas de depressão, automutilação e …

PS quer limitar "vistos Gold" aos municípios do interior e às regiões autónomas

O PS entregou hoje uma proposta de alteração ao Orçamento em que limita a concessão dos "vistos Gold" a investimentos feitos por estrangeiros em municípios do interior ou nas regiões autónomas dos Açores e da …

Mais acidentes, afogamentos e suicídios num mundo mais quente

As temperaturas mais elevadas vão provocar mais acidentes rodoviários, afogamentos, agressões e suicídios, revelou uma nova investigação. Até ao momento, a grande parte das pesquisas em torno das alterações climáticas centrou-se nas mortes por doenças transmitidas …

Jóias de ouro e prata com plástico. Justiça não vê mal nenhum e iliba marca Tous

O processo de investigação aberto à marca TOUS por alegada fraude com jóias de ouro e plástico contendo plástico no seu interior, foi arquivado. A Justiça espanhola entende que, apesar de as jóias conterem plástico, …