Trump ameaça vingar-se no vinho francês depois da “estupidez de Macron”

Shawn Thew / EPA

O momento em que o Presidente dos EUA, Donald Trump, e o homólogo francês, Emmanuel Macron, plantaram uma árvore na Casa Branca

O presidente dos EUA, Donald Trump, ameaça aplicar taxas ao vinho francês como forma de retaliação pela medida aprovada em França para aplicar um novo imposto às grandes empresas tecnológicas mundiais. Uma “estupidez de Macron”, segundo Trump.

Há cerca de duas semanas, o Senado francês aprovou uma taxa de 3% que será aplicada a empresas que prestam serviços digitais com mais de 25 milhões de euros de volume de negócios em solo gaulês e 750 milhões de euros a nível mundial.

Uma decisão que é vista por Trump como um “ataque” às companhias tecnológicas norte-americanas e como a “coisa errada a fazer”.

“Não fizeram a coisa certa”, salientou o presidente dos EUA aos jornalistas. “Nós é que taxamos as nossas empresas, eles não as taxam”, referiu ainda Trump, notando que a sua administração está “a trabalhar” na aplicação de taxas ao vinho francês.

“Sempre gostei mais dos vinhos americanos do que dos franceses, mesmo que não beba vinho, gosto da sua aparência”, acrescentou, frisando que “os vinhos americanos são excelentes”.

Numa publicação no Twitter, Trump reforçou a sua posição notando que as taxas a aplicar às tecnológicas norte-americanas devem ser feitas pelos EUA e prometendo anunciar, muito em breve, “uma acção recíproca substancial contra a estupidez de Macron“.

Os EUA são o maior importador de vinho francês de todo o mundo. As exportações de vinho para os EUA renderam à economia francesa 3,2 mil milhões de euros em 2018. O vinho é o segundo sector mais exportador do país a seguir à indústria aeroespacial.

A taxa GAFA

A taxa francesa sobre os grupos norte-americanos do sector da alta tecnologia, a designada taxa GAFA, por referência a Google, Amazon, Facebook e Apple, cria uma imposição sobre aquelas empresas, incidindo não sobre os lucros, que são consolidados em países de baixa fiscalidade, como a Irlanda, mas sobre o volume de negócios, enquanto se espera por uma harmonização das regras ao nível da OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico).

“A taxação universal das actividades digitais é um desafio que respeita a todos nós”, referiu o ministro da Economia de França, Bruno Le Maire, em resposta a Trump. “Queremos alcançar um acordo nesta matéria dentro do quadro do G7 e da OCDE”, acrescentou, frisando que enquanto isso não acontece, “a França vai avançar com decisões nacionais”.

O porta-voz da Casa Branca, Judd Deere, notou que os EUA ficam “extremamente desapontados com a decisão da França de adoptar uma taxa para os serviços digitais às custas das empresas e dos trabalhadores dos EUA“.

Outros países da União Europeia, incluindo Espanha, Grã-Bretanha e Itália, já manifestaram também a intenção de aplicar taxas neste âmbito.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

15 COMENTÁRIOS

    • Tem razão é mas é o c…. amandro!.. Acho muito bem e já se me incham as mãos de bater tantas palmas à minha adorada Europa pelas medidas tomadas.

      Andamos todos a esmifrar-nos para suportar uma carga fiscal que nos estrangula mas que só é tão pesada porque quem mais deveria contribuir, foge aos impostos. Como é que se pode admitir que as empresas que mais lucros têm sejam as que fogem de pagar impostos? É para poderem pagar salários, coitadinhas?.. Quem disser isto ou é estúpido ou está a precisar de levar uma carga de porrada!.. Então estas empresas como a Apple andam a explorar mão-de-obra barata nos países orientais e depois têm as sedes em paraísos fiscais como a Irlanda para não ter de contribuir fiscalmente para o bolo comum. Do que eles ganham mais de 90% é lucro sem impostos e os outros 10% são para pagar mão-de-obra barata! Pouca diferença há entre isto e a pura e simples escravatura.

      Mas o que mais nojo mete é ver os próprios explorados por esta situação a defender esta trampa. É o quanto mais me bates mais gosto de ti… Se calhar andam a espumar de raiva contra os salários da função pública, mas isto já acham bem. Queixam-se de pagar os salários dos funcionários públicos mas não se queixam de suportar os milhões de carga fiscal a que estas empresas fogem de pagar! Há gentinha mesmo burrinha, benza-os Deus!..

      • Bem dito!
        É que a Apple faz uns aparelhos giros (muito baratos) que toda a gente gosta de exibir, até dormem à porta da loja para serem o primeiro a ter. Para quê? Para terem o tal facebook aberto e ouvirem os “gostos”.
        E não nos esqueçamos de mencionar que estas empresas (facebook, google, etc) ainda ganham dinheiro com a venda de dados que toda a gente alegremente fornece a troco de nada. Com gente tão entretida, não admira que surjam cada vez mais “líderes” da Trampa.
        Ainda falam dos 3 F’s do Salazar…

      • Completamente!…
        E o que não falta por esse mundo fora a gente muito limitada – basta olhar para o propria eleição do Trump, que foi eleito pelos palermas que pagam impostos, enquanto ele arranja esquemas para não os pagar!…

      • MMQ, longe de discordar consigo mas lembro que a é a UE que permite, entre muros, a enorme discrepância de taxação que se verifica.

  1. Xuxialismo. Taxar não interessa como. Tendo razão ou não, o Trump defende tudo quanto seja América como as empresas que inveja, cá por Portugal temos apenas um artista do beijinho no dói dói

  2. Concordo plenamente. Assino por baixo e só não digo mais nada porque havia tanta coisa para dizer acerca deste tema que seria necessário criar uma “internet” a parte do para falar disto.

  3. Não bebé vinho porque tem pouco álcool e é fraco demais para ele, mas ninguém até hoje lhe ouviu dizer que não bebe bebidas alcoólicas porque ai bastava so olhar para a sua cara para se saber que estava a mentir

  4. O Trampa devia era “vingar-se” mesmo no vinho para ver se começa a dizer alguma coisa de jeito – ou, pelo menos, para ter alguma desculpa para tanta palermice que sai daquela boca!…
    Coitadinhas das “tecnologicas mafiosas” que faturam milhões na Europa e pagam apenas uns tostões em impostos, enquanto o povo e a pequenas empresas pagam forte e feio!…
    Só mesmo alguém muito “limitado” (como o Trump) é que não defende a cobrança de impostos de forma justa e clara a quem tanto factura à custa da “carneirada”!…
    Comparar o vinho às mais do que conhecidas fugas fiscais das tecnológicas, só mesmo vindo de “iluminados” como o Trump…

RESPONDER

Rússia acusa Navalny e aliados de extremismo em novo processo

A Rússia intensificou a campanha contra o opositor do governo Alexei Navalny, abrindo esta terça-feira um novo processo judicial, que poderá levá-lo a cumprir uma pena de prisão de mais uma década. Navalny cumpre dois anos …

Governo demite Chefe do Estado-Maior da Armada. Gouveia e Melo provável sucessor

O ministro da Defesa Nacional, João Gomes Cravinho, vai propor ao Presidente da República a demissão do Chefe do Estado-Maior da Armada, confirmaram hoje à Lusa fontes ligadas à Defesa. O Governo propôs ao Presidente da …

Borussia Dortmund 1-0 Sporting | Um Mal(en) que veio só… e foi suficiente

O “bicho papão Haaland não jogou, mas nem assim os “leões” conseguiram contrariar o maior poderio germânico. O Sporting saiu de Dortmund com uma derrota, apesar da excelente réplica no Signal Iduna Park, e muito por …

FC Porto 1-5 Liverpool | Dragão atropelado em casa

O Liverpool é uma espécie de “besta” em tons de “red” para o FC Porto. Em nove jogos oficiais, os “azuis-e-brancos” nunca venceram, somando 3 empates e 6 derrotas, a mais recente foi pesadíssima e …

China desenvolve arma invisível capaz de destruir redes de comunicação em dez segundos

Uma equipa de cientistas chineses está a desenvolver uma arma sónica, que gera um intenso pulso eletromagnético, capaz de destruir redes de comunicação e de fornecimento de energia elétrica. A arma poderá ter um alcance …

Dezenas de mulheres abusadas por funcionários da OMS na República Democrática do Congo

Dezenas de mulheres e meninas foram abusadas sexualmente por voluntários da Organização Mundial de Saúde (OMS) destacados para enfrentar o Ébola na República Democrática do Congo (RDC), entre 2018 e 2020, concluiu um inquérito independente …

Evolução de parasita está a tornar mais difícil detetar e tratar a malária

Uma mutação do parasita que causa a malária está a "camuflar" as proteínas que são identificadas nos testes rápidos, tornando mais difícil detetar e tratar a doença. De forma semelhante aos testes à covid-19, baratos e …

Banguecoque em alerta. Mais de 70.000 casas inundadas na Tailândia

As autoridades tailandesas têm feito esforços para proteger partes de Banguecoque das cheias, que já inundaram 70.000 casas e mataram seis pessoas nas províncias no norte e centro do país. A tempestade tropical Dianmu causou cheias …

Exilados sírios obrigados a pagar taxas para evitar o alistamento obrigatório

No início deste ano, Yousef, um sírio de 32 anos que vive na Suécia, teve que pagar as taxas que lhe isentavam da obrigatoriedade de se alistar no exército da Síria, caso contrário a família …

Portugal tem cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, mais de metade em Lisboa

Estima-se que, em 2020, cerca de 485 pessoas tenham abandonado esta condição, o que representa uma descida de 39% face a 2019. Portugal terá cerca de 8.200 pessoas em situação de sem-abrigo, segundo os resultados de …