Trump sugere que os mexicanos são uma ameaça terrorista maior do que o Daesh

Michael Reynolds / EPA

O Presidente Donald Trump sugeriu que os mexicanos são uma ameaça muito maior do que o Daesh. Respondendo uma vez mais às críticas sobre ter retirado as tropas dos Estados Unidos (EUA) junto à fronteira entre a Síria e a Turquia, afirmou que prefere “muito mais” focar-se na “fronteira a sul, que faz parte dos Estados Unidos da América”.

“E a propósito, os números baixaram imenso e o MURO está a ser construído!”, afirmou ainda Donald Trump, citado pelo Expresso na terça-feira.

A retirada das tropas norte-americanas daquele território abriu o caminho à atual ofensiva do Presidente turco Recep Tayyip Erdogan contra os curdos (que já matou dezenas de combatentes e civis, apontando a Vanity Fair para 81 dos primeiros e 60 dos segundos).

Esta não é a primeira vez que o Presidente norte-americano faz a associação entre os mexicanos e o terrorismo. Em março, segundo o Washington Post, Donald Trump estava a considerar designar os cartéis de droga do país vizinho como terroristas. O seu discurso público sobre a emigração tem identificado a emigração ilegal do México com as atividades dos gangues criminosos desde o dia em que lançou a sua campanha presidencial, em 2015.

Em relação ao Daesh, disse que o facto de centenas de membros desse grupo que eram prisioneiros dos curdos terem conseguido fugir após a Turquia lançar o seu ataque não é um problema, pois muitos deles deslocar-se-ão para a Europa, de onde são originários, não para os EUA.

E acrescentou: “Após derrotar 100% do Califado, retirei largamente as nossas tropas da Síria. Deixem a Síria e Assad proteger os curdos e lutar com a Turquia pela sua própria terra. Disse aos meus generais, por que é que devemos lutar pela Síria e Assad para proteger a terra do nosso inimigo?”.

Tendo há dias chamado aos curdos – que lutaram ao lado dos EUA contra o Daesh durante anos e sofreram 11 mil baixas – “gente especial e combatentes maravilhosos”, garantindo que de modo algum os tinha abandonado, agora explicou: “Quem quiser ajudar a Síria a proteger os curdos está bem para mim, seja a Rússia, a China, ou Napoleão Bonaparte. Espero que se saiam muito bem, estamos a 7000 milhas (11.265 quilómetros) de distância”.

ZAP // //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Claro que esta deve de ser mais uma infeliz declaração tirada de algum discurso repleto de ódio, xenofobia, incompetência governativa evidente, estúpida prepotência ditatorial : cada vez mais se chega a conclusão, que por as suas lamentáveis prestações cénicas e discursos megalomaníacos, este Sr. deve sofrer de distúrbio mental grave. Um perigo para a Paz Mundial, já bem fragilizada !………. O pior é que gente como esta perigosa criatura, ocupam cargos Presidenciais em várias partes do Mundo, eleitos por uma parte de população igualmente doentia !…existe armamento nuclear suficiente para aniquilar a raça humana da superficie deste Planeta, e estes Psicopatas tem esse poder na mão ! dá que se preocupar !…não acham ???

RESPONDER

Moderna contradiz Trump. Não haverá vacina até às eleições

O diretor-executivo da farmacêutica Moderna Therapeutics, que está a desenvolver uma das mais avançadas vacinas para a covid-19, disse que esta não estará pronta até às eleições presidenciais dos Estados Unidos. Em declarações ao jornal Financial …

Brigadas dos lares arrancam com menos profissionais do que o previsto

As Brigadas de intervenção Rápida para os lares atingidos por surtos de covid-19 arrancam esta quinta-feira - mas há menos enfermeiros e cuidadores do que o previsto. Em declarações à Renascença, o presidente do Instituto da …

PS segue PSD e propõe voto antecipado para eleitores em confinamento

O Partido Socialista (PS) decidiu juntar-se ao Partido Social Democrata (PSD) na ideia de alargar o direito de voto antecipado aos eleitores que estejam em confinamento à data das próximas eleições presidenciais. De acordo com o …

Santos Silva assume "contactos" para reforço dos EUA da base das Lajes (e desdramatiza eventual crise política)

Augusto Santos Silva, ministro dos Negócios Estrangeiros, disse, em entrevista ao Público e à Renascença, que há "contactos" com os Estados Unidos para reforço norte-americano da base das Lajes e desdramatizou a aprovação do Orçamento …

3.800 euros por mês. Genebra aprova o primeiro salário mínimo (e é o mais alto do mundo)

Os habitantes de Genebra, na Suíça, aprovaram, este domingo, a proposta de um salário mínimo de 23 francos suíços por hora (equivalente a cerca de 21,30 euros) para todos os que trabalham na cidade. De acordo …

No day after do debate caótico, Biden pede regras rígidas e Trump queixa-se do moderador

O debate caótico entre Donald Trump e Joe Biden motivou críticas generalizadas que suscitam dúvidas sobre se será de manter os outros dois debates ou se, mantendo-os, será necessário alterar as regras. Um dia após a …

OE2021. Pontas soltas, alguns avanços e uma certeza: se houver entendimento, há acordo por escrito

Se houver entendimento em algumas matérias com o Bloco de Esquerda e o PCP, haverá um "compromisso escrito", adiantou Duarte Cordeiro, secretário de Estado dos Assuntos Parlamentares. Em entrevista ao podcast Política com Palavra, do PS, …

Covid-19. Hospitais da região de Lisboa pedem camas uns aos outros

Os hospitais da região de Lisboa e Vale do Tejo continuam a bater à porta uns dos outros a pedir camas para internar doentes com covid-19. Segundo a edição desta quinta-feira do jornal Público, os …

Vinícius perto do Tottenham de Mourinho

O avançado brasileiro deverá ser confirmado como reforço do Tottenham ainda esta quinta-feira, saindo do Benfica por empréstimo e com opção de compra que ronda os 40 milhões de euros. De acordo com o jornal Record, …

Navalny acusa Putin de estar por trás do seu envenenamento

O líder da oposição russa, que já deixou o hospital alemão onde estava a ser tratado, acusou o Presidente do país de ser a pessoa responsável pelo seu envenenamento. "Afirmo que Vladimir Putin está por trás …