Trump não disse palavra sobre a “guerra antidrogas” (mas ouviu uma canção de amor de Duterte)

No jantar da cimeira da Associação de Nações do Sudeste Asiático, Duterte cantou uma canção de amor ao presidente dos EUA, Donald Trump, que “mantém uma ótima relação” com o homólogo filipino – e que em nenhum momento da sua visita às Filipinas abordou a sangrenta “guerra contra as drogas” de Duterte.

O momento decorreu durante o jantar de gala da cimeira da ASEAN, a Associação de Nações do Sudeste Asiático, em Manila, na qual o presidente dos Estados Unidos da América marcou presença este domingo.

A artista pop filipina Pilita Corrales cantava a canção “Ikaw” – que significa “tu” em filipino – quando Duterte se juntou à canção “por ordens do comandante-chefe dos Estados Unidos”. “Tu és a luz no meu mundo, uma metade deste meu coração“, cantou.

Embora as Filipinas sejam uma antiga colónia dos Estados Unidos da América, as relações entre americanos e filipinos não têm sido as melhores. Em julho, Duterte afirmou que nunca iria visitar os Estados Unidos e tem procurado alianças com a China e com a Rússia.

No entanto, a relação entre Duterte e Trump é bem melhor do que a relação que Duterte tinha com o anterior presidente dos EUA, Barack Obama. Quando Trump ganhou as eleições, Duterte felicitou-o. Por sua vez, Trump congratulou Duterte pela sua campanha antidroga.

Desde que chegou ao poder em 2016, Duterte deu ordens às forças filipinas para matarem qualquer suspeito de tráfico e consumo de droga. À população civil, o líder filipino sugeriu que pegassem em armas para erradicar a toxicodependência no país.

A Polícia Nacional do país (PNF) reconhece que a guerra de Duterte contra o tráfico de droga já fez quase 4000 mortos. No entanto, estima-se que o número total de mortes seja superior a 9000 se somados os homicídios de supostos toxicodependentes e traficantes atribuídos a indivíduos ou patrulhas de moradores.

Esta segunda-feira, Trump afirmou que tem “uma ótima relação” com Duterte, mas recusou-se a esclarecer se discutiu com o líder filipino questões de direitos humanos relacionadas com a “guerra contra as drogas” de Duterte.

Noel Celis / EPA

O presidente das Filipinas, Rodrigo Duterte, cumprimenta o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Ao contrário de outros líderes norte-americanos, Trump deixou de pressionar líderes estrangeiros em público sobre questões relativas aos direitos humanos. A porta-voz da Casa Branca, Sarah Sanders, disse que o tópico foi mencionado brevemente na reunião, sem detalhar se Trump foi crítico.

Já Harry Roque, porta-voz de Duterte, disse que os direitos humanos e execuções extrajudiciais não foram abordados na reunião.

Segundo o Expresso, desde domingo, milhares de pessoas estão a manifestar-se nas ruas de Manila contra Donald Trump, com slogans como “Trump volta para casa” e “Trump terrorista n.º1”.

A visita de Trump às Filipinas termina no dia 14 de novembro, concluindo assim a mais longa viagem desde que é presidente.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. Até lhe aperta a mão a medo e à distância… A este já não puxas com força… Não vá o gajo mandar-te uma chinada à meia volta.

RESPONDER

Meteoritos desconhecidos podem estar a "bombardear" a atmosfera da Terra à velocidade da luz

Não é segredo que a Terra ocasionalmente recebe rochas do Espaço que explodem na atmosfera ou causam impacto na superfície. A Terra também vê chuvas de meteoros regularmente sempre que passa por nuvens de detritos …

Descoberto o ingrediente secreto para desenvolver um escudo contra radiação espacial mortal

Investigadores da Universidade Estadual da Carolina do Norte desenvolveram uma nova técnica para proteger eletrónicos da tecnologia de exploração militar e espacial da radiação ionizante. A nova abordagem é mais económica do que as técnicas …

Guardas e familiares das vítimas pediram clemência. Mas Nicholas Sutton foi executado

O norte-americano foi executado, esta quinta-feira, no Tennessee, devido ao assassinato de quatro pessoas, apesar de alguns pedidos de clemência por parte de guardas prisionais e familiares das vítimas. De acordo com a CNN, Nicholas Sutton, …

O primeiro drone acrobático tripulado de sempre é testado a fazer piruetas

Um novo vídeo mostra que o "Big Drone", da Drone Champions AG, é capaz de fazer acrobacias alucinantes com um passageiro dentro. A tecnologia dos drones melhora de vento em popa com o passar dos anos …

Fenómeno extremo ameaça corais na Grande Barreira na Austrália. E já matou quase metade

A Grande Barreira de Coral da Austrália pode estar a enfrentar a terceira "descoloração" no espaço de cinco anos, fenómeno provocado por um aumento da temperatura das águas do mar. Como avançou o Expresso, este fenómeno …

Trump critica cerimónia dos Óscares, "Parasitas" e Brad Pitt

O Presidente norte-americano criticou a cerimónia dos Óscares, esta quinta-feira, nomeadamente a atribuição do prémio de Melhor Filme para o sul-coreano "Parasitas" e ainda o ator Brad Pitt. Na noite desta quinta-feira, num comício em Colorado …

Paris lança número de emergência para fazer frente à crise de percevejos

O Governo francês lançou uma campanha, esta quinta-feira, para fazer frente à crise de percevejos que se instalou em Paris. Segundo a agência France-Press, citada pelo The Guardian, casas e hotéis da capital francesa estão a …

"Radical chique" e "ressentido". Filho de Paulo Branco pode ter sido o pivot do escândalo sexual em França

Juan Branco, o filho do produtor de cinema Paulo Branco, é o homem do momento em França. O advogado de 30 anos saltou para as luzes dos média no âmbito da divulgação do vídeo sexual …

Alcochete. "Se Mustafá estivesse lá aquilo não tinha acontecido"

O arguido Emanuel Calças disse, esta sexta-feira, em tribunal que, se Mustafá estivesse com o grupo que invadiu a academia do Sporting, "aquilo não tinha acontecido". "Tenho a certeza de que se o Mustafá estivesse presente …

Coronavírus ameaça o têxtil português (mas também é uma "oportunidade")

O sector têxtil nacional está ameaçado e pode parar a produção já em Março. Tudo devido à falta de matéria-prima que vem da China e que se deve à epidemia do novo coronavírus. A "situação …