Trump quer impedir imigrantes legais pobres de conseguirem vistos

David Maxwell / EPA

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump

Os Estados Unidos querem limitar o acesso aos vistos de residência permanente e temporária de imigrantes legais que dependem de subsídios do governo, como por exemplo vales de alimentação.

Se o combate de Donald Trump contra os imigrantes ilegais já era comummente conhecido, agora os Estados Unidos querem também limitar fortemente os imigrantes legais mais pobres de conseguirem vistos de residência no país. Os visados serão aqueles que dependem de subsídios como vales de alimentação ou habitação subsidiada.

Assim sendo, os candidatos a vistos que não consigam demonstrar ter os rendimentos exigidos ou estejam dependentes de subsídios podem ver os seus pedidos rejeitados. A nova política deverá ser implementada a partir do dia 15 de outubro.

Segundo o Migration Policy Institute, com a entrada em vigor desta nova regra, mais de metade de todos os candidatos ao chamado “green card” seriam negados. O Público explica que a administração de Trump pretende que os imigrantes “não dependam dos recursos públicos para satisfazer as suas necessidades” e que, portanto, sejam “auto-suficientes”.

“O Congresso nunca definiu o termo encargo público na lei e esse termo não tinha sido claramente definido pela regulamentação. Isso é o que muda hoje com essa regra”, disse Ken Cuccinelli, o diretor interino dos Serviços de Cidadania e Imigração.

Esta regulamentação é baseada na Lei de Imigração de 1882, que permite que o Governo recuse o visto de residência a alguém que possa a vir a tornar-se “um custo público”.

“O benefício para os contribuintes é um benefício a longo prazo, que garante que o nosso sistema de imigração traz pessoas para se unirem a nós como cidadãos americanos, como residentes permanentes legais em primeiro lugar, capazes de se sustentar por conta própria, especialmente na era do Estado-providência moderno, que é tão amplo e caro”, acrescentou Cuccinelli.

Alguns norte-americanos mostraram-se contra a nova política, alegando que Trump pretende cortar a imigração legal sem passar pelo Congresso.

ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Costa pede a Bruxelas que IVA da luz possa variar com consumo

O primeiro-ministro enviou, esta terça-feira, uma carta à presidente da Comissão Europeia solicitando a alteração de critérios do IVA da energia para permitir a variação da taxa "em função dos diferentes escalões de consumo". No debate …

Uma ode aos sem-abrigo. Banksy presenteia Birmingham com uma nova obra de arte

Desta vez, Banksy deixou a sua marca na cidade britânica de Birmingham. A nova obra de arte, composta por duas renas, é uma ode aos sem-abrigo e à solidariedade da cidade britânica. Numa parede da cidade …

Morreu o ator José Lopes. Amigos fazem apelo para pagar o funeral

Morreu o ator José Lopes, aos 61 anos. A notícia está a ser avançada por vários amigos e familiares através das redes sociais. O ator José Lopes, de 61 anos, terá sido encontrado dias depois de …

Governo Regional acusa República de dever à Madeira cerca de 427 milhões

A República detém uma dívida acumulada com a Madeira desde 2015 na ordem dos 427 milhões de euros, declarou o vice-presidente do Governo Regional. “Sobre a ajuda do Governo da República à Madeira temos vindo a …

Governo da Tunísia paga recompensas por denúncias de corrupção

O primeiro-ministro tunisino, Youssef Chahed, ofereceu esta segunda-feira recompensas até 50 mil dinares (16 mil euros) a quem denunciar situações de corrupção e colaborar com a Instância Nacional de Luta Contra a Corrupção (INLUCC). Ao discursar …

Sydney. Qualidade do ar perigosa devido a incêndios no leste da Austrália

A qualidade do ar em Sydney atingiu esta terça-feira um nível perigoso devido à densa camada de fumo proveniente dos incêndios florestais, no leste da Austrália, indicou o Departamento de Meteorologia australiano. "Os ventos fracos e …

Governo prevê superavit de 0,2% e crescimento de 2% em 2020

O líder parlamentar do Partido Ecologista “Os Verdes” revelou esta terça-feira que o Governo prevê para o próximo ano um excedente orçamental de 0,2% e um crescimento de 2%. José Luís Ferreira, líder parlamentar do Partido …

Meo e Nos vão subir preços de alguns serviços em 2020

Escreve o Jornal de Negócios esta terça-feira que a Meo e a Nos vão atualizar o tarifário de alguns dos seus serviços a partir de 1 de janeiro de 2020. A fatura dos clientes deverá …

Maria e Francisco foram os nomes mais populares em 2019

Maria foi, mais uma vez, o nome feminino mais popular em 2019. João foi atirado para segundo lugar, sendo destronado por Francisco. Dados do Ministério da Justiça, divulgados pela TVI24, revela que, este ano, foram registadas …

Tensão nas eleições da JSD-Porto levam à intervenção da PSP

Rodrigo Passos foi eleito, no sábado, como novo líder da JSD-Porto, substituindo Rosina Ribeiro Pereira, que deixou algumas palavras duras para comentar o que se passou no ato eleitoral. Segundo o Público, Rosina Ribeiro Pereira, eleita …