Trump estava a negociar construção de hotel na Rússia quando era candidato

Kremlin

O Presidente dos EUA encontrava-se a negociar a construção de “uma enorme Trump Tower em Moscovo” quando era já candidato à Casa Branca.

Segundo o Washington Post, que cita fontes familiarizadas com a proposta e os registos revistos pelos advogados da empresa de Trump, indicou que as referidas negociações realizadas entre o final de 2015 e o início de 2016, ou seja, já depois de o republicano ter anunciado oficialmente a candidatura à Presidência, em 15 de junho de 2015.

Segundo o jornal, no quadro das conversações, o promotor imobiliário de origem russa Felix Sater instou Donald Trump a viajar para Moscovo para promover a proposta e sugeriu que poderia fazer com que o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, dissesse “grandes coisas” sobre este. Trump não chegou, contudo, a deslocar-se à Rússia.

Sater, nascido na antiga União Soviética e criado em Nova Iorque desde os seis anos, afirmou num email datado de novembro de 2015 que, em breve, estariam a celebrar o sucesso desse negócio em Moscovo e a eleição de Donald Trump como Presidente.

O Washington Post garantiu que o projeto acabou por ser abandonado porque os investidores precisavam dos terrenos e de autorizações para avançar, apesar de terem chegado a assinar uma carta de intenções com a empresa imobiliária de Trump.

Sater, que os media norte-americanos dizem ter uma longa relação empresarial com Trump, foi condenado à prisão em 1990 por fraude e, oito anos depois, acusado de conspirar com a máfia para lavar dinheiro e defraudar investidores.

Em declarações ao New York Times, o Presidente dos EUA mostrou-se surpreendido por Sater ter sido condenado por fraude.

Além disso, em julho do ano passado, quatro meses antes das eleições presidenciais norte-americanas, Trump negou ter ligações comerciais com a Rússia, através do Twitter: “Para que conste, tenho zero investimentos na Rússia“.

Neste âmbito, o Washington Post indicou que esses documentos, que mostram que Trump procurava ativamente interesses comerciais na Rússia ao mesmo tempo que fazia campanha para ser Presidente dos EUA, um posto a partir do qual determinaria as relações com Moscovo, vão ser entregues em breve aos investigadores dos EUA.

O Congresso norte-americano e um procurador nomeado especialmente para esta tarefa estão a investigar as alegadas manobras de Moscovo para tentar interferir nas eleições norte-americanas de 2016 e se a campanha do republicano conspirou com o Kremlin para prejudicar a rival democrata, Hillary Clinton.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Sergio Ramos terá pedido 50 milhões de euros ao AC Milan

Antigo capitão do Real Madrid procura clube. Paolo Maldini afastou-se da contratação do espanhol. Sergio Ramos não vai continuar no Real Madrid e, por isso, está à procura de uma "casa" nova, depois de ter estado …

Oposições criticam anúncios "pomposos” e gestão mediática do Governo

PSD, Bloco e PEV criticaram hoje a "gestão mediática" feita pelo Governo em relação ao Plano de Recuperação e Resiliência (PRR), e o PCP considerou que este programa revela o "grau de submissão" de Portugal …

Paquistanesas querem melhores leis contra a violação. Primeiro-ministro diz para vestirem mais roupa

As mulheres paquistaneses pedem melhores leis contra a violação. Entretanto, o seu primeiro-ministro diz-lhes que têm de vestir mais roupa. O Paquistão tem uma taxa de condenação por violação de 0,3%, uma das mais baixas do …

Jogador admite: "Escrevi uma frase racista"

Danilo Avelar está fora dos relvados há muito tempo, começou a jogar mais online e foi expulso. Corinthians também deverá castigar o atleta. Danilo Avelar não joga desde outubro de 2020 mas, mesmo longe dos jogos, …

Morreu o ex-Presidente das Filipinas Benigno Aquino III

O ex-Presidente das Filipinas Benigno Aquino III morreu hoje, aos 61 anos, depois de ter sido hospitalizado em Manila, disseram familiares aos meios de comunicação social locais. O ex-presidente das Filipinas Benigno "Noynoy" Aquino, herdeiro de …

Turista morre durante caminhada pelo Grand Canyon (e o calor excessivo poderá ser o culpado)

Uma mulher residente no estado de Ohio morreu enquanto fazia uma caminhada pelo Grand Canyon. De acordo com as autoridades, a morte estará relacionada com as temperaturas extremas que se faziam sentir. Michelle Meder, de 53 …

"Não temos condições de avançar". Calamidade prorrogada, Portugal recua no desconfinamento

Portugal vai travar o processo de desconfinamento em todo o território nacional, anunciou o Governo em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros desta quinta-feira. O conselho de ministros aprovou a prorrogação da Situação …

Túneis nazis em vulcão inativo da Polónia poderão esconder arquivo da Gestapo

Um grupo de exploradores polaco acredita que estes túneis nazis, construídos durante a II Guerra Mundial num vulcão inativo da Polónia, poderão esconder um arquivo da Gestapo. Uma rede de túneis feita pelos nazis num vulcão …

Portugal com duas mortes, 1.556 casos e menos internamentos

Portugal registou nas últimas 24 horas duas mortes associadas à covid-19, 1.556 novos casos de infeções confirmadas, a maioria em Lisboa e Vale do Tejo, uma diminuição nos internamentos em enfermaria e um aumento nos …

Cristiano sai? Juventus tem sete alternativas

Juventus já terá uma lista restrita de possíveis reforços, caso o português deixe Turim durante este verão. Cristiano Ronaldo pode não voltar a jogar pela Juventus e, por isso, o clube de Turim já estuda alternativas …