Trump diz que guerra comercial com a China “foi perdida há muitos anos”

Donald Trump respondeu às ameaças da China, negando a existência de uma guerra comercial entre os dois países. “Essa guerra foi perdida há muitos anos.” 

Esta quarta-feira, o Presidente norte-americano Donald Trump disse, na sua conta do Twitter, que “não estamos numa guerra comercial com a China porque essa guerra foi perdida há muitos anos pelas pessoas tolas e incompetentes que representaram os EUA”.

“Agora temos um défice comercial de 500 mil milhões de dólares por ano, com roubo de propriedade intelectual de mais de 300 mil milhões de dólares”, escreveu, reiterando que “não podemos deixar isto continuar”.

Este tweet surgiu após a China ter anunciado a introdução de tarifas sobre importações de mais de 100 produtos americanos, na passada segunda-feira.  Esta resposta da China veio no seguimento da decisão dos EUA colocarem maiores restrições aduaneiras ao aço e alumínio chinês, apontando ainda restrições ao investimento chinês em território norte-americano.

Além disso, Washington está também a preparar mais sobretaxas em produtos chineses que poderão ter impacto em importações no valor de entre 50 mil milhões e 60 mil milhões de dólares, escreve o Dinheiro Vivo.

Donald Trump atacou consistentemente a China devido ao défice comercial entre os dois países, que totalizaram 375,2 mil milhões de dólares no ano passado, e pediu ao Governo chinês que encontrasse uma forma de reduzir esta diferença em 100 mil milhões de dólares, avançou o Business Insider.

Segundo os economistas, a redução do défice comercial entre os dois países será difícil, e Trump pode mesmo arriscar uma guerra comercial entre os dois países. De acordo com Adam Slater, o principal economista da Oxford Economics, a disputa entre os EUA e a China ainda não é uma guerra comercial oficial, mas o perigo está presente.

No início de março, Donald Trump disse que as guerras comerciais são fáceis de ganhar. No entanto, o seu discurso mudou, e agora o Presidente defende que quando se está a perder 500 mil milhões de dólares, já não há nada a perder.

Este braço de ferro entre as duas maiores economias do mundo está a deixar os economistas e os mercados financeiros bastante apreensivos, com medo de uma escalada do ataques e contra-ataques que podem colocar em causa a recuperação da economia mundial.

Estes receios fazem-se sentir no comportamento das bolsas. Segundo o Dinheiro Vivo, só no último mês, a apreensão com o risco de uma guerra comercial tirou cerca de 4% às bolsas americanas, europeias e chinesa.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Netflix retira imagens de suicídio de "13 Reasons Why"

A Netflix modificou o episódio da série "13 Reasons Why" onde apareciam imagens do suicídio da protagonista Hannah Baker (Katherine Langford), passando agora essa parte da ação a ocorrer de forma totalmente oculta para os …

Belinda Sharpe é a primeira árbitra do râguebi australiano em 111 anos

Belinda Sharpe vai tornar-se na primeira árbitra de campo na história de 111 anos da liga profissional de râguebi na Austrália, quando dirigir um jogo do campeonato agendado para quinta-feira. A Liga Nacional de Râguebi (NRL) …

Os chimpanzés não têm noção de justiça e aceitam desigualdades

Os chimpanzés carecem da noção de justiça e aceitam a desigualdade na repartição de comida ou materiais, segundo a investigadora Nereida Bueno. A cientista, da Universidade Pontificia de Camillas, que participou num estudo publicado esta semana …

Descartar drogas pelo esgoto pode criar "meta-caimões" nos Estados Unidos

O Departamento da Polícia de Loretto, no estado norte-americano do Tennessee, alertou este sábado para os perigos associados à eliminação de narcóticos através das canalizações das casas de banho. Numa publicação na página oficial de Facebook, …

Descoberta nova via terapêutica para tratar o Alzheimer

Um grupo de cientistas descobriu uma nova via terapêutica para tratamento do Alzheimer, que segundo os investigadores cria “alguma esperança” para travar o desenvolvimento da doença em estágios mais iniciais. O projeto, cujas conclusões foram publicadas …

Exército de carraças está a dizimar vacas (e pode chegar aos humanos)

Uma espécie invasiva de carraças já dizimou um quinto da população de vacas na Carolina do Norte. Os cientistas temem que o próximo alvo podem ser os humanos. A espécie de carraça Haemaphysalis longicornis tem feito …

Ucrânia aprova castração química para pedófilos

Na Ucrânia, será administrada uma injeção que reduz o libido aos pedófilos. A legislação vai aplicar-se a homens com idades entre os 18 e os 65 anos que forem considerados culpados de violação ou abuso …

Em vez de desaparecer, ilhas do Pacífico poderão mudar de forma

Países insulares como Tuvalu, Toquelau e Kiribati passam o nível do mar em poucos metros. Estes são Estados considerados vulneráveis ao aquecimento climático do planeta e as populações acreditam que podem desaparecer com a subida …

Morreu o pugilista Pernell Whitaker. O campeão olímpico foi vítima de atropelamento

O pugilista norte-americano Pernell Whitaker morreu atropelado este domingo em Virginia Beach, aos 55 anos. O atleta foi atingido mortalmente quando atravessava a estrada num cruzamento, durante a noite. Num comunicado enviado ao Guardian, o Departamento …

Eis a primeira aterragem autónoma de um avião tripulado

Uma equipa de cientistas alemã criou um sistema que permite à aeronave aterrar autonomamente em qualquer pista, sem nenhum tipo de apoio humano. Enquanto a indústria automóvel tem andado léguas no que toca a inovação em …