Trump continua a atribuir contratos do muro da fronteira, mesmo sem deter os terrenos

A Administração Trump atribuiu contratos para a construção do muro na fronteira com o México, apesar de não deter os terrenos em que planeia ser construído.

O governo federal precisa do terreno de Ociel Mendoza para avançar com a construção do muro na fronteira com o México. A cada dia que passa e que os empreiteiros aguardam, o governo tem de pagar 15 mil dólares. No dia 24 de novembro, a conta ia já em quase 1,6 milhões de dólares.

Um ano antes, conta a ProPublica, a Alfândega e Proteção de Fronteiras dos Estados Unidos da América atribuiu um contrato no valor de 33 milhões de dólares a uma empresa do Novo México para construir mais de seis quilómetros de vedação no condado de Starr. O início das obras devia ter começado em novembro do ano passado.

O problema é que a Administração Trump atribuiu o contrato ainda antes de obter o terreno que precisava, incluindo o rancho de Ociel Mendoza mencionado anteriormente. Entretanto, o serviço de proteção de fronteiras norte-americano viu-se obrigado a interromper o contrato.

Uma investigação da ProPublica e do The Texas Tribune descobriu que a estratégia do governo de conceder contratos antes de adquirir títulos de propriedade no Texas resultou em milhões de dólares em custos com atrasos. Aliás, este argumento foi utilizado com sucesso em tribunal em dezenas de casos, levando as autoridades a confiscar os terrenos dos proprietários.

Mendoza conta que o governo estava a oferecer 136 mil dólares pelo seu terreno – um valor que ficava aquém dos 200 mil dólares que ele procurava. Para Mendoza, tem um valor sentimental e representa o “american dream“.

Os avanços das obras do muro no Texas têm sido escassos. Dos 110 quilómetros que a Administração Trump planeava construir no Vale do Rio Grande, apenas 15 quilómetros tinham sido concluídos até meados deste mês.

Especialistas em contratos afirmam que a prática viola os princípios da boa-administração. “Parece uma fórmula para o desperdício, ou pior, fazer o contrato de construção primeiro e só adquirir o terreno meses ou anos depois”, disse Charles Tiefer, especialista em contratação da Universidade de Baltimore.

  Daniel Costa, ZAP //

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Entre "bomba atómica" e "cozinhado" de última hora, Marcelo recebeu Rangel (para irritação de Rio)

O Presidente da República recebeu Paulo Rangel numa altura em que tenta ainda "cozinhar" um entendimento de última hora para aprovação do Orçamento de Estado para 2022, de modo a evitar a "bomba atómica" da …

Sarabia (2E) do Sporting disputa a bola com Ricielli (2D) do Famalicão durante jogo da Taça da Liga

Sporting 2-1 Famalicão | Leões roubaram a bola e não deram hipóteses

O Sporting venceu o Famalicão 2-1, em jogo do grupo B da Taça da Liga, no qual, apesar da diferença mínima, não deu hipóteses ao adversário e controlou-o desde o primeiro ao último minuto. Finalmente Rúben …

Cidade australiana está a dar terrenos de graça para atrair novos moradores

Uma cidade em Queensland, na Austrália, está a doar terrenos numa tentativa de aumentar a sua população de apenas 800 pessoas. Em declarações ao site news.com.au, as autoridades da cidade australiana de Quilpie explicaram que estão …

Princesa Mako e o marido Komuro Kei

Entre escândalos na imprensa e stress pós-traumático, nada deteve o amor da Princesa Mako pelo plebeu Kei Komuro

A monarca japonesa vai abandonar a vida real e viver nos EUA com o marido, um advogado plebeu que conheceu em 2012 na Universidade. A imprensa tem escrutinado a vida de Komuro Kei, que consideram …

Depressão: o relato de Vanessa Fernandes

Escrava do seu sucesso, a vencedora de uma medalha nos Jogos Olímpicos confessa que teria ficado destruída, caso não tivesse pedido ajuda. A ideia era sempre "ganhar e ser a melhor" mas, nos bastidores, Vanessa Fernandes …

Squid Game. Coreia do Norte ataca Coreia do Sul com base no novo sucesso da Netflix

A série "Squid Game", que é a mais vista de sempre na Netflix, tornou-se tão popular que nem a Coreia do Norte ficou indiferente — mas por maus motivos. Enquanto a série sul-coreana tem conquistado espectadores …

O jogador do Santa Clara, Chindris, festeja um golo contra o FC Porto

Santa Clara 3-1 FC Porto | Eficácia atira dragões para fora da Taça da Liga

O Santa Clara recebeu e venceu hoje o FC Porto por 3-1, atirando os portistas para fora da Taça da Liga, num jogo em que a eficácia açoriana fez a diferença. Os golos do triunfo açoriano …

O Presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque

Albuquerque mostrou-se disponível para negociar o OE, mas Rio diz que "a Madeira não está à venda"

O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, manifestou hoje disponibilidade para conversar com o Governo sobre o OE, mas Rui Rio garantiu que os deputados madeirenses não vão contrariar o partido. “Se for para …

Golpe de Estado no Sudão. Confrontos nas ruas causam sete mortos e 140 feridos

Milhares de sudaneses têm saído às ruas para protestarem a tomada do poder pelos militares. A comunidade internacional tem sido unânime na condenação ao golpe de Estado. Na sequência do golpe de Estado de segunda-feira, os …

Amnistia Internacional pede que EUA retirem acusações a Assange e a Londres que evite extraditá-lo

A Amnistia Internacional (AI) pediu aos Estados Unidos que retirem as acusações contra o fundador da Wikileaks, Julian Assange, e ao Reino Unido que evite extraditá-lo, pedido feito hoje antes do início, quarta-feira, de nova …