Trump ataca no Twitter empresa que deixou de vender a marca de Ivanka

O Presidente dos Estados Unidos utilizou o Twitter para atacar a Nordstrom, uma cadeia de lojas americana que anunciou que vai deixar de vender a roupa da sua filha mais velha.

Ivanka Trump tem uma coleção de roupa com o seu nome mas está a ser cada vez mais difícil obter as propostas para a Primavera de 2017 porque as cadeias de lojas norte-americanas estão a deixar de as vender.

A empresa Nordstrom foi a primeira a anunciar isso mesmo e já removeu a linha do seu site oficial. Uma atitude que o Presidente dos EUA não perdeu tempo em condenar.

“A minha filha Ivanka recebeu um tratamento tão injusto da @Nordstrom. Ela é uma ótima pessoa, sempre a estimular-me a fazer o correto! Terrível!”, escreveu esta quarta-feira na sua conta do Twitter, publicando depois na página oficial da Presidência.

A Nordstrom, com sede em Seattle, Washington, emprega mais de 76 mil pessoas e possui centenas de estabelecimentos nos EUA e no Canadá. Na semana passada, anunciou a retirada da marca da filha mais velha de Trump devido às vendas baixas.

“A cada ano, cortamos com cerca de 10% das marcas e atualizamos a nossa seleção de produtos com a mesma quantidade”, disse um representante da marca ao Business Insider.

“Sempre dissemos que tomamos decisões baseadas na performance. Neste caso, baseamo-nos na performance da marca e decidimos não comprá-la para esta estação”, justificou a Nordstrom a 2 de fevereiro, sendo que no dia seguinte já só estavam à venda no site quatro pares de sapatos da marca, todos com descontos de 40%.

“Grab Your Wallet”

A Nordstrom foi o primeiro retalhista a cortar, publicamente, laços com a marca de Ivanka, o que pode ser entendido como um boicote ligado à campanha “Grab Your Wallet” (“Agarra a tua carteira” em português), que defende que se deve boicotar a venda e compra de produtos de alguma forma ligados ao Presidente ou à sua família.

O nome é uma clara referência aos comentários misóginos de Trump, que sugeriu durante um programa de televisão, em conversa com o apresentador, que faz o que quer com as mulheres por ser uma “estrela”. “Grab them by the pussy”, disse na altura.

Esta semana, a Neiman Marcus decidiu fazer o mesmo, a par da decisão da T.J. Maxx e da Marshalls que, na semana passada, deram ordem aos seus funcionários para retirar das lojas todos os cartazes de propaganda dos produtos da linha de Ivanka.

Segundo o The New York Times, o objetivo foi impedir que as roupas e acessórios da marca fossem exibidos em áreas exclusivas e passou-se a misturá-los aos produtos de outras marcas.

Ainda assim, a linha de Ivanka mantém-se à venda ao público em vários locais como Zappos, Macy’s, e Lord & Taylor. Um porta-voz da marca disse à Fortune que, em 2016, tiveram um lucro 37% superior ao do ano anterior.

Assessora de Trump debaixo de fogo

Kellyanne Conway, a conselheira de Trump protagonista de várias polémicas, também decidiu defender Ivanka e ainda apelou à compra dos produtos da sua marca.

“Vão comprar os produtos da Ivanka. Detesto fazer compras, (mas) hoje vou fazê-las”, afirmou, a partir da Casa Branca, na cadeia televisiva Fox.

“É uma linha magnífica. Eu própria tenho alguns. Vou fazer publicidade gratuita: vão todos comprá-los. Vocês podem encontrá-los em linha” (online), disse Conway, que fez as declarações numa sala com o selo oficial da Casa Branca.

O porta-voz da Casa Branca, Sean Spicer, preferiu distanciar-se das declarações de Conway.

Kellyanne foi chamada à ordem sobre este assunto, ponto final“, afirmou, durante o encontro diário com os jornalistas.

Reação dos democratas

O Presidente dos EUA tem usado regularmente a sua conta do Twitter para abordar vários temas da sua política. No entanto, a “defesa” pela honra e pelos negócios da filha mais velha não caiu bem a alguns políticos democratas.

Entre eles está, por exemplo, o senador Bob Casey que, segundo um porta-voz, considera “antiético e inapropriado” o facto de um Presidente “atacar uma empresa privada porque esta se recusou a enriquecer a sua família”.

Norm Eisen, que foi conselheiro especial de ética da administração Obama, apelidou o tweet de “revoltante”. Eisen recomendou mesmo à Nordstrom que processe Trump com base na lei da livre concorrência da Califórnia.

Por sua vez, Kathleen Clark, professora de direito da Universidade de Washington em St. Louis e especialista em ética governamental, considerou especialmente preocupante o facto do Presidente usar a conta oficial da Casa Branca para lançar críticas e defender o negócio da filha.

“A ameaça implícita é que [Trump] vai usar toda a autoridade que tem para castigar a Nordstrom ou qualquer um que afete os seus interesses“, disse à AP.

A Casa Branca tentou minimizar a polémica e nas palavras do porta-voz do Governo, Sean Spicer, a decisão da Nordstrom foi política e, por isso, o Presidente estava simplesmente a reagir a um ataque contra a sua filha.

Tem todo o direito de defender a sua família e de aplaudir as suas atividades, negócios e sucessos”, disse o porta-voz, acrescentando que a decisão da loja foi tomada por “preocupação pelos atos ou ordens executivas” do Presidente.

ZAP // Move / BBC

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

RESPONDER

Canadá. Indígena e neta de 12 anos detidos ao tentarem abrir conta em banco

Um indígena apresentou duas queixas por racismo após ter sido detido e algemado, juntamente com a sua neta de 12 anos, quando tentava abrir uma conta no BMO - Banco de Montreal, no Canadá. Em dezembro, …

ONG encontra alianças de casal de migrantes que sobreviveu a naufrágio

As alianças encontradas pela ONG espanhola pertencem a um casal de migrantes argelinos que sobreviveu, em outubro, a um naufrágio ao largo da costa de Lampedusa, em Itália. De acordo com o jornal The Guardian, foi no …

Turquia condena 337 pessoas a perpétua por ligação à tentativa de golpe

Mais de 300 pessoas foram condenadas a prisão perpétua, esta quinta-feira, na maioria oficiais e pilotos militares, no principal julgamento relacionado com a tentativa de golpe falhado de 2016. De acordo com o jornal Público, a …

Rangers 2-2 Benfica | "Power" das águias chega para empatar

Num último assomo, o Benfica conseguir empatar um jogo que parecia irremediavelmente perdido. No espaço de três minutos – dos 78 aos 81 -, um autogolo de Tavernier, com intervenção decisiva de Gonçalo Ramos, e …

Lulas gigantes estão a deixar enormes cicatrizes em tubarões brancos

Cientistas marinhos encontraram evidências que sugerem que grandes tubarões brancos (Carcharodon carcharias) estão a ser atacados por lulas gigantes no Oceano Pacífico. Uma equipa de investigadores encontrou 14 tubarões brancos (Carcharodon carcharias) com evidências de cicatrizes …

Twitter passa a alertar utilizadores que colocam "like" em informações incorretas

O Twitter passou a alertar os utilizadores quando estes tentam 'curtir' uma publicação que contenha informações consideradas incorretas, medida que faz parte da esforço da empresa para combater a desinformação. Esta mudança significa que os utilizadores …

Erosão causada por tempestade tropical revela naufrágio do século XIX na Florida

Depois da tempestade tropical Eta arrebatar o norte da Florida no início deste mês, um banhista fez uma descoberta inesperada enquanto caminhava na costa de St. Augustine. Ao caminhar pelas dunas de areia de Crescent Beach, …

Uma mentira de um trabalhador de uma pizzaria forçou o confinamento na Austrália do Sul

O estado da Austrália do Sul decretou um confinamento geral, no dia 18 de novembro, depois de um funcionário de uma pizzaria ter mentido. Segundo o Huff Post, o homem, de nacionalidade espanhola, estava infetado com …

Jogar Monopólio, Scrabble ou até bilhar pode ser (ainda) mais divertido com uma nova mesa touch

Por mais divertidos que sejam os jogos de tabuleiro, estes podem ser um passatempo caro pois quem realmente gosta não se cansa de os comprar. Agora, a empresa Arcade1Up criou o Infinity Game Table que …

A apreensão histórica de cetamina na Tailândia não foi assim tão histórica. Eram só aditivos alimentares

Análises laboratoriais revelaram que a apreensão "histórica" de cetamina anunciada pelo Governo da Tailândia há cerca de duas semanas foi, na verdade, uma apreensão de aditivos alimentares e agentes de limpeza. As autoridades tailandesas anunciaram, …