Supremo Tribunal autoriza Trump a usar 2,3 mil milhões de euros na construção do muro

A verba estava atribuída ao Pentágono, mas os juízes decidiram libertá-la para a construção de várias secções do muro com o México. Obras estavam suspensas por decisões de tribunais inferiores.

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos autorizou o Presidente Donald Trump a usar 2,3 mil milhões de dólares, previamente atribuídos ao Pentágono, para a construção de várias secções do muro fronteiriço com o México.

Os cinco magistrados conservadores aprovaram, na sexta-feira, a decisão que dá “luz verde” ao início dos trabalhos com fundos do Departamento de Defesa norte-americano, no montante de 2,3 mil milhões de euros.

Estes projetos tinham sido congelados por tribunais inferiores, enquanto decorria um processo relativo ao financiamento. Os quatro magistrados liberais votaram contra.

A decisão da Justiça norte-americana permite a Trump avançar numa das principais promessas da campanha eleitoral de 2016, numa altura em que está a iniciar a corrida ao segundo mandato presidencial.

Depois do anúncio, Trump escreveu na rede social Twitter: “Wow! Grande VITÓRIA no muro! O Supremo Tribunal dos Estados Unidos anula as ordens de tribunais inferiores, permite a continuação do muro na fronteira sul. Grande VITÓRIA para a segurança fronteiriça e o Estado de direito!”.

Esta ordem do Supremo Tribunal reverte a decisão de um tribunal de primeira instância, em maio, e a de um tribunal de recurso, no início deste mês, para impedir a administração de Trump de aceder aos fundos do Departamento da Defesa para substituir secções da barreira nos estados do Arizona, da Califórnia e do Novo México.

Inicialmente, aquele montante destinava-se à luta contra o narcotráfico e estava incluído no total de 6,6 mil milhões de dólares que Trump desviou para a construção do muro, no âmbito da emergência nacional, decretada pelo Presidente em fevereiro, na fronteira sul do país.

Ainda em fevereiro, o Congresso norte-americano aprovou 1,4 mil milhões de dólares para o muro, um montante muito inferior aos 5,7 mil milhões pedidos por Trump, o que levou o Presidente a declarar a emergência nacional para conseguir esses fundos sem a aprovação do órgão legislativo.

Com a emergência nacional, o Governo voltou a destinar para o muro 6,6 mil milhões de dólares do Pentágono e do Departamento do Tesouro, além dos 1,4 já aprovados pelo Congresso, o que permitiria construir perto de 380 quilómetros da barreira.

Mas um recurso apresentado pela União Norte-americana para as Liberdades Cívicas (ACLU), em representação da organização ambientalista Sierra Club e da Coligação da Comunidade da Fronteira Sul levou os tribunais federais da Califórnia a bloquear a iniciativa até esta decisão definitiva do Supremo.

O Supremo Tribunal dos Estados Unidos está a cumprir o período de férias judiciais no verão, mas decide em assuntos especiais e de carácter urgente.

// Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Descobertas duas super-Terras na zona habitável de uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar

Uma equipa internacional de cientistas encontrou duas super-Terras a orbitar uma das estrelas mais próximas do Sistema Solar. Conduzida pela Universidade de Göttingen, na Alemanha, a equipa de especialistas localizou um sistema formado por pelo …

Sporting 2-1 Gil Vicente | Leão de Plata só sabe vencer

O Sporting cumpriu na recepção ao Gil Vicente, no fecho da 29ª jornada da Liga NOS, e venceu por 2-1, num jogo que pareceu sempre controlado, mas que terminou com emoção. Os “leões” dominaram por completo …

Leões marinhos decapitados estão a dar à costa no Canadá (e ninguém sabe porquê)

Os corpos decapitados de pelo menos cinco leões-marinhos encontrados nas costas de Vancouver, no Canadá, nos últimos meses sugerem que pode haver um serial killer de mamíferos marinhos à solta. O LiveScience relata que pelo menos …

Este japonês é a única pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja

Um homem japonês tornou-se a primeira pessoa no mundo a ter um mestrado em Estudos Ninja depois de concluir um curso de pós-graduação que envolvia a aprendizagem de artes marciais básicas e escalada de montanhas. De …

Cátio Baldé acusado de comprar vistos para jogadores do Benfica

Cátio Baldé está a ser acusado de corrupção passiva por ter pagado a um funcionário da embaixada portuguesa em Bissau para conseguir vistos para jogadores do Benfica. O empresário admite o crime, mas nega o …

Ex-polícia admite ser "Assassino de Golden State" e declara-se culpado de 13 homicídios

O ex-polícia norte-americano Joseph DeAngelo declarou-se, esta segunda-feira, culpado de 13 homicídios. Mais conhecido como o "Assassino de Golden State", DeAngelo foi preso em 2018, após 40 anos de investigação. A identificação do criminoso apenas foi …

Infarmed garante ter stock de remdesivir, apesar da compra massiva dos EUA

Depois da notícia de que os EUA compraram à empresa Gilead Sciences praticamente toda a reserva para três meses do medicamento remdesivir, o primeiro aprovado no país no tratamento de covid-19, o Infarmed garante que …

Orfão, capturado e apresentado à rainha. A história da mais antiga fotografia de um indígena da Nova Zelândia

Um daguerreótipo - primeiro processo fotográfico do mundo - mantido na Biblioteca Nacional da Austrália é o mais antigo retrato fotográfico conhecido de um indígena maori da Nova Zelândia. Na imagem antiga, um adolescente aparece vestido …

Uma mesa de 490 metros na Charles Bridge. Em Praga, o fim da restrições celebrou-se com um jantar em massa

Os habitantes de Praga, capital da República Checa, construíram uma mesa com quase 490 metros e realizaram um enorme jantar público esta terça-feira para comemorar o fim do bloqueio do coronavírus no país. De acordo com …

Vladimir Putin vai poder governar a Rússia até 2036

Os eleitores russos devem aprovar, com larga maioria, as emendas constitucionais que permitem ao Presidente Vladimir Putin concorrer a outros dois mandatos, de acordo com os primeiros resultados do referendo. A Comissão Central de Eleições disse …