Tribunal já decidiu: atletismo russo está fora dos Jogos Olímpicos

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou esta quinta-feira o pedido de 68 atletas russos que queriam competir nos Jogos Olímpicos, que acontecem no próximo mês de agosto, no Rio de Janeiro.

O Tribunal Arbitral do Desporto, localizado em Lausanne, na Suíça, rejeitou o pedido de recurso da equipa de atletismo da Rússia que tinha a intenção de competir nos Jogos Olímpicos 2016.

“O painel do TAS confirmou a validade da decisão da IAAF de aplicar as regras, segundo as quais os atletas de uma federação que esteja suspensa pela IAAF são inelegíveis para competições organizados sob as regras da IAAF”, lê-se no comunicado.

Em causa estava a participação de 68 atletas, de nacionalidade russa, depois da anterior suspensão imposta pela Associação Internacional das Federações de Atletismo.

A federação russa de atletismo tinham recorrido da decisão da IAAF de suspender os atletas russos de todas as provas, na sequência do relatório da Agência Mundial Antidopagem que revelou um sistema de doping apoiado pelo próprio Governo.

A IAAF afirmou estar “satisfeita por o Tribunal Arbitral do Desporto apoiar a sua posição”, considerando que esta medida “cria condições iguais para todos os atletas”, divulgou uma nota, citada pela BBC.

O presidente da entidade, Lord Coe, também deixou um reparo sobre a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto, alertando para o facto de não ser um “dia de triunfos”.

“Este não é um dia para fazer comunicados triunfantes. Não vim para este desporto para impedir os atletas de competirem”, declarou, também citado pela emissora britânica.

“Além do Rio de Janeiro, a IAAF vai continuar a trabalhar com a Rússia para criar um ambiente limpo e seguro para os seus atletas, para que a sua federação e a sua equipa possam regressar ao reconhecimento internacional e à competição”, concluiu.

A decisão de alargar a suspensão a toda a comitiva olímpica russa está agora nas mãos do Comité Olímpico Internacional, uma decisão que deverá acontecer nos próximos dias.

Os Jogos Olímpicos 2016 realizam-se na cidade brasileira do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto.

“Obrigada a todos por este funeral do atletismo”

A campeã mundial de salto com vara Yelena Isinbayeva, uma dos 68 atletas que pediu o recurso, já reagiu e mostrou-se indignada perante a suspensão.

A atleta, que ganhou a medalha de ouro nos Jogos de Londres, em 2012, considera que esta é uma decisão “puramente política”.

Em declarações à agência Tass, a atleta russa agradeceu ainda em tom irónico: “Obrigada a todos por este funeral do atletismo”.

Também o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, lamenta a decisão do TAS, mostrando o seu desagrado.

“O princípio de responsabilização coletiva não pode ser aceite. As notícias não são boas”, expressou.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É, de facto, muito injusto.
    Será que todos os atletas russos se doparam?
    É evidente que não.
    Há, seguramente, muitos atletas russos que estão limpos e se sentem injustiçados com tal decisão.
    Além disso – e talvez ainda mais importante – não há muitos outros atletas doutros países que também usaram substâncias proibidas?
    Certamente que há… e entre eles, atletas dos EUA, da Jamaica, do Quénia, da China, etc, etc, etc.
    Esta decisão soa um pouco a “justiça salomónica”, pagando o justo pelo pecador… para além do facto de ser uma decisão muito mais política que desportiva.

RESPONDER

NASA revela novos fatos espaciais que os astronautas vão levar para a Lua (e são pura ficção científica)

A NASA apresentou na terça-feira, na sua sede, em Washington, Estados Unidos, os novos fatos espaciais que os astronautas da missão Artemis vão usar em 2024, quando voltarem à Lua. Fatos feitos em modelos 3D, à …

Panama Papers. Mossack Fonseca não gostou do filme e processou Netflix por difamação

A dupla de sócios do escritório de advogados Mossack Fonseca, envolvido no caso “Panama Papers”, moveu um processo em tribunal por difamação contra a Netflix. A plataforma anuncia a estreia, para esta sexta-feira, do filme “Laundromat: …

Porsche e Boeing unem-se em projeto de táxi aéreo premium

A Porsche e a Boeing estão a unir esforços para explorar o mercado de mobilidade área urbana. Aproveitando os seus pontos fortes, as duas empresas prometem desenvolver um táxi aéreo para o futuro. Numa verdadeira fusão …

Fotografia com pombos? Na Tailândia, há "profissionais" contratados para assustá-los

A área de uma das portas da cidade, Tha Pae, parte do que resta da muralha vermelha que protegia a cidade antiga em Chiang Mai, na Tailândia, é uma das maiores atrações turísticas locais. Os turistas …

Sky News lança canal sem qualquer notícia sobre o Brexit

O canal Sky News Brexit-Free foi esta quarta-feira para o ar às 17h horas, sendo que os seus programas serão transmitidos até às 22h, de segunda a sexta-feira. O grupo de televisão britânico Sky vai lançou …

Vacina contra o cancro da mama pode estar disponível dentro de 8 anos

Investigadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o cancro ovário e da mama que poderá estar disponível comercialmente dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes …

Busca pelo avião de Amelia Earhart só encontrou chapéus, detritos de um naufrágio e uma lata de refrigerante

A mais recente busca pelos restos do avião de Amelia Earhart, a famosa aviadora americana que desapareceu sobre o Pacífico em 1937, terminou sem resultados. De acordo com o jornal norte-americano The New York Times, a investigação …

Protestos em Hong Kong. LeBron acusado de apoiar regime chinês

A super estrela do basquetebol LeBron James juntou-se à polémica entre a NBA e a China, após apelidar de “mal-informado” o treinador dos Houston Rockets, Daryl Morey, que expressou apoio aos manifestantes em Hong Kong …

Acordo para o Brexit está "prestes a ficar fechado"

A chanceler alemã, Angela Merkel, e o Presidente francês, Emmanuel Macron, disseram esta quarta-feira que um acordo para o Brexit está em finalização e poderá ser apresentado quinta-feira para aprovação no Conselho Europeu. "Quero acreditar que …

Em Chernobyl, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram para trás"

Chernobyl é, atualmente, a maior atração internacional da Ucrânia e o novo presidente, Volodymyr Zelenski, já apresentou um projeto para trazer ainda mais turistas. No entanto, estão a desaparecer "as memórias que as pessoas deixaram …