Tribunal já decidiu: atletismo russo está fora dos Jogos Olímpicos

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou esta quinta-feira o pedido de 68 atletas russos que queriam competir nos Jogos Olímpicos, que acontecem no próximo mês de agosto, no Rio de Janeiro.

O Tribunal Arbitral do Desporto, localizado em Lausanne, na Suíça, rejeitou o pedido de recurso da equipa de atletismo da Rússia que tinha a intenção de competir nos Jogos Olímpicos 2016.

“O painel do TAS confirmou a validade da decisão da IAAF de aplicar as regras, segundo as quais os atletas de uma federação que esteja suspensa pela IAAF são inelegíveis para competições organizados sob as regras da IAAF”, lê-se no comunicado.

Em causa estava a participação de 68 atletas, de nacionalidade russa, depois da anterior suspensão imposta pela Associação Internacional das Federações de Atletismo.

A federação russa de atletismo tinham recorrido da decisão da IAAF de suspender os atletas russos de todas as provas, na sequência do relatório da Agência Mundial Antidopagem que revelou um sistema de doping apoiado pelo próprio Governo.

A IAAF afirmou estar “satisfeita por o Tribunal Arbitral do Desporto apoiar a sua posição”, considerando que esta medida “cria condições iguais para todos os atletas”, divulgou uma nota, citada pela BBC.

O presidente da entidade, Lord Coe, também deixou um reparo sobre a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto, alertando para o facto de não ser um “dia de triunfos”.

“Este não é um dia para fazer comunicados triunfantes. Não vim para este desporto para impedir os atletas de competirem”, declarou, também citado pela emissora britânica.

“Além do Rio de Janeiro, a IAAF vai continuar a trabalhar com a Rússia para criar um ambiente limpo e seguro para os seus atletas, para que a sua federação e a sua equipa possam regressar ao reconhecimento internacional e à competição”, concluiu.

A decisão de alargar a suspensão a toda a comitiva olímpica russa está agora nas mãos do Comité Olímpico Internacional, uma decisão que deverá acontecer nos próximos dias.

Os Jogos Olímpicos 2016 realizam-se na cidade brasileira do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto.

“Obrigada a todos por este funeral do atletismo”

A campeã mundial de salto com vara Yelena Isinbayeva, uma dos 68 atletas que pediu o recurso, já reagiu e mostrou-se indignada perante a suspensão.

A atleta, que ganhou a medalha de ouro nos Jogos de Londres, em 2012, considera que esta é uma decisão “puramente política”.

Em declarações à agência Tass, a atleta russa agradeceu ainda em tom irónico: “Obrigada a todos por este funeral do atletismo”.

Também o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, lamenta a decisão do TAS, mostrando o seu desagrado.

“O princípio de responsabilização coletiva não pode ser aceite. As notícias não são boas”, expressou.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É, de facto, muito injusto.
    Será que todos os atletas russos se doparam?
    É evidente que não.
    Há, seguramente, muitos atletas russos que estão limpos e se sentem injustiçados com tal decisão.
    Além disso – e talvez ainda mais importante – não há muitos outros atletas doutros países que também usaram substâncias proibidas?
    Certamente que há… e entre eles, atletas dos EUA, da Jamaica, do Quénia, da China, etc, etc, etc.
    Esta decisão soa um pouco a “justiça salomónica”, pagando o justo pelo pecador… para além do facto de ser uma decisão muito mais política que desportiva.

RESPONDER

Assassino da jornalista Daphne Caruana Galizia condenado a 15 anos de prisão

Vincent Muscat, um dos três homens acusados do assassínio, em outubro de 2017, da jornalista anticorrupção de Malta Daphne Caruana Galizia, foi condenado a uma pena de 15 anos de prisão pelo tribunal da La …

Venezuela avisa embaixadora da UE : tem 72 horas para abandonar o país

Isabel Brilhante Pedrosa, embaixadora da União Europeia, foi declarada persona non grata pelo Governo venezuelano e deverá abandonar o país. O Governo venezuelano notificou, esta quarta-feira, a embaixadora da União Europeia (UE), a portuguesa Isabel Brilhante …

Diplomacia da vacina. Israel doa doses à República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém

A República Checa, que prometeu abrir representação diplomática em Jerusalém, já recebeu as vacinas de Israel. De acordo com o Público, Israel doou vacinas à República Checa, que prometeu abrir uma representação diplomática em Jerusalém; à …

Há uma "grande probabilidade" de variante de Manaus se tornar dominante em Portugal, diz Sociedade Brasileira de Virologia

A variante do SARS-CoV-2 detetada em dezembro em Manaus, no Brasil, pode vir a tornar-se dominante em Portugal, disse o presidente da Sociedade Brasileira de Virologia, Flávio Guimarães da Fonseca, apesar de no momento ainda ser …

Voo humanitário para o Brasil chegou a custar mais de 1.350 euros

O Público avança que o bilhete de um "voo humanitário" da TAP para o Brasil estava a ser vendido por 837 euros no início desta terça-feira. Horas depois, os "últimos lugares" estavam a ser disponibilizados …

Afinal, grupo de trabalho para a vacinação no Parlamento não vai existir

Afinal, ao contrário do que foi avançado esta terça-feira, o grupo de trabalho que devia coordenar o processo de vacinação dos deputados não vai existir. A Assembleia da República esclareceu esta tarde, em comunicado, que não …

Novo estudo indica que coronavírus pode sobreviver na roupa até 72 horas

De acordo com um estudo britânico, o novo coronavírus pode sobreviver na roupa ao longo de até 72 horas. Os especialistas alertam que pode ainda ser transferido da roupa para outras superfícies. Um estudo da universidade …

Polícia espanhola apreende 387 quilos de cocaína em navio chegado do Brasil

A polícia espanhola apreendeu 387 quilos de cocaína no porto de Santa Cruz de Tenerife, nas ilhas Canárias, numa inspeção feita a um camião que viajava num navio chegado do Brasil. O Ministério do Interior (Administração …

SEF detém suspeito de auxiliar pessoas a emigrar ilegalmente para a Irlanda

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, na segunda-feira, um cidadão europeu por suspeitas da prática do crime de auxílio à imigração ilegal. O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve, em Lisboa, um cidadão …

Afinal, primeira morte por covid-19 na Europa foi na Sérvia

Um trabalhador da construção civil morreu de covid-19 em fevereiro de 2020 em Belgrado, 10 dias antes de outra pessoa ter morrido em França, podendo ter sido afinal a primeira morte pela doença no continente, …