Tribunal já decidiu: atletismo russo está fora dos Jogos Olímpicos

O Tribunal Arbitral do Desporto rejeitou esta quinta-feira o pedido de 68 atletas russos que queriam competir nos Jogos Olímpicos, que acontecem no próximo mês de agosto, no Rio de Janeiro.

O Tribunal Arbitral do Desporto, localizado em Lausanne, na Suíça, rejeitou o pedido de recurso da equipa de atletismo da Rússia que tinha a intenção de competir nos Jogos Olímpicos 2016.

“O painel do TAS confirmou a validade da decisão da IAAF de aplicar as regras, segundo as quais os atletas de uma federação que esteja suspensa pela IAAF são inelegíveis para competições organizados sob as regras da IAAF”, lê-se no comunicado.

Em causa estava a participação de 68 atletas, de nacionalidade russa, depois da anterior suspensão imposta pela Associação Internacional das Federações de Atletismo.

A federação russa de atletismo tinham recorrido da decisão da IAAF de suspender os atletas russos de todas as provas, na sequência do relatório da Agência Mundial Antidopagem que revelou um sistema de doping apoiado pelo próprio Governo.

A IAAF afirmou estar “satisfeita por o Tribunal Arbitral do Desporto apoiar a sua posição”, considerando que esta medida “cria condições iguais para todos os atletas”, divulgou uma nota, citada pela BBC.

O presidente da entidade, Lord Coe, também deixou um reparo sobre a decisão do Tribunal Arbitral do Desporto, alertando para o facto de não ser um “dia de triunfos”.

“Este não é um dia para fazer comunicados triunfantes. Não vim para este desporto para impedir os atletas de competirem”, declarou, também citado pela emissora britânica.

“Além do Rio de Janeiro, a IAAF vai continuar a trabalhar com a Rússia para criar um ambiente limpo e seguro para os seus atletas, para que a sua federação e a sua equipa possam regressar ao reconhecimento internacional e à competição”, concluiu.

A decisão de alargar a suspensão a toda a comitiva olímpica russa está agora nas mãos do Comité Olímpico Internacional, uma decisão que deverá acontecer nos próximos dias.

Os Jogos Olímpicos 2016 realizam-se na cidade brasileira do Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto.

“Obrigada a todos por este funeral do atletismo”

A campeã mundial de salto com vara Yelena Isinbayeva, uma dos 68 atletas que pediu o recurso, já reagiu e mostrou-se indignada perante a suspensão.

A atleta, que ganhou a medalha de ouro nos Jogos de Londres, em 2012, considera que esta é uma decisão “puramente política”.

Em declarações à agência Tass, a atleta russa agradeceu ainda em tom irónico: “Obrigada a todos por este funeral do atletismo”.

Também o porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, lamenta a decisão do TAS, mostrando o seu desagrado.

“O princípio de responsabilização coletiva não pode ser aceite. As notícias não são boas”, expressou.

ZAP / Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. É, de facto, muito injusto.
    Será que todos os atletas russos se doparam?
    É evidente que não.
    Há, seguramente, muitos atletas russos que estão limpos e se sentem injustiçados com tal decisão.
    Além disso – e talvez ainda mais importante – não há muitos outros atletas doutros países que também usaram substâncias proibidas?
    Certamente que há… e entre eles, atletas dos EUA, da Jamaica, do Quénia, da China, etc, etc, etc.
    Esta decisão soa um pouco a “justiça salomónica”, pagando o justo pelo pecador… para além do facto de ser uma decisão muito mais política que desportiva.

RESPONDER

Ninguém sabe o que fazer com duas estátuas de Salazar

Nem o Estado, nem a Câmara Municipal de Santa Comba Dão parecem saber o que fazer com duas estátuas de António de Oliveira Salazar. Haveria planos para as exibir no Museu Salazar, mas como o …

Tancos. Principal suspeito vai ser libertado em janeiro

João Paulino, o principal suspeito do roubo de material militar dois paióis de Tancos, e mais sete suspeitos vão ser libertados a 28 de janeiro. A informação é avançada esta sexta-feira pela revista Sábado, que dá …

Filhos de imigrantes nascidos em Portugal podem ser portugueses desde que um progenitor seja residente

A Assembleia da República aprovou, esta quinta-feira, na generalidade, as alterações à lei da nacionalidade do PAN e do PCP, e rejeitou, com os votos do PS, o projeto do Livre. Horas antes da votação em …

Instituição de caridade do Vaticano só entrega 10% das doações para os necessitados

O Vaticano arrecada anualmente mais de 55 milhões de dólares (aproximadamente 49 milhões de euros) em doações através do fundo de caridade de Peter's Pence. Contudo, apenas 10% desse montante chega aos necessitados, com o …

Um aumento de 2 euros por mês para quem ganha mil. Proposta do Governo revolta a Função Pública

O aumento salarial de 0,3% proposto pelo Governo para a Função Pública em 2020, vai garantir um acréscimo líquido anual de 26,25 euros para um trabalhador que ganhe cerca de mil euros por mês, segundo …

Tribunal ordena ao Facebook que reative conta de partido neofascista italiano

Um tribunal de Roma ordenou que o Facebook reativasse a conta do partido italiano neofascista CasaPound, obrigando ainda a rede social a pagar 800 euros por cada dia que a conta esteve desativada. De acordo com …

Franceses não dão tréguas. Greves podem durar até ao Natal

As mobilizações em França contra a reforma dos sistema de pensões, que paralisam vários setores mas sobretudo os transportes públicos, entraram no seu nono dia esta sexta-feira e podem continuar até ao Natal. Os sindicatos de …

Treinadores portugueses dominam provas europeias. Vão 9 a sorteio

Nove treinadores portugueses vão continuar das provas europeias, que incluem a Liga Europa e a Liga dos Campeões. Ao todo, seguem nas competições 48 clubes, que vão ver o seu futuro decidido no sorteio da …

Aumentos da Função Pública. Frente Comum abandona negociações com o Governo (e já pensa em formas de luta)

A Frente Comum dos Sindicatos da Administração Pública abandonou as negociações com o Governo sobre as medidas a incluir no próximo Orçamento do Estado, indignada com os aumentos salariais de 0,3% propostos pelo Executivo. Segundo relatou …

Alphonso Davies. De refugiado no Gana a um dos maiores prodígios da Baviera

Alphonso Davies é um dos maiores talentos do futebol mundial na atualidade. O jogador nasceu num campo de refugiados no Gana e brilha agora nos relvados de Munique. Nascido já no novo milénio, Alphonso Davies é …