Tribunal inglês decidiu entregar o bebé Santiago para adoção

(dr) ourbabywassnatchedbythesocialservices / Facebook

Iolanda Menino com o filho Santiago

Iolanda Menino com o filho Santiago

Um tribunal inglês decidiu hoje entregar para adoção o bebé retirado pelos serviços sociais britânicos a um casal luso-britânico, após a falta de resposta às tentativas de contacto, adiantou fonte da secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

“O Tribunal de Portsmouth decidiu que a criança será encaminhada para adoção”, confirmou a mesma fonte, adiantando que a audiência final do processo foi marcada para 22 de Julho.

O caso refere-se a Santiago, filho da portuguesa Iolanda Menino e do britânico Leonardo Edwards, nascido a 1 de fevereiro e retirado pelos serviços sociais ao fim de nove dias.

Segundo a fonte, os pais não estiveram presentes na audiência nem se fizeram representar na sessão à qual assistiu uma funcionária do Consulado Geral de Portugal em Londres.

“As autoridades portuguesas solicitaram, na última audiência do Tribunal, algum tempo para tentar estabelecer contacto com os avós de Santiago, que residem na Figueira da Foz”, informou a secretaria de Estado.

“Infelizmente, nem os avós nem os pais responderam às muitas tentativas de contacto feitas presencialmente, por assistentes sociais, por ‘email’, por telefone e por correio registado”, acrescentou a fonte da SEC.

“Assim, o Consulado informou o Tribunal de que as nossas tentativas foram infrutíferas”, adiantou a fonte da secretaria de Estado das Comunidades Portuguesas.

Os pais da criança viajaram para Portugal em abril.

Nessa altura, abordaram o presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, o primeiro-ministro, António Costa, e o ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.

Foram também recebidos pelos deputados Paulo Pisco (PS) e, numa outra ocasião, pelos deputados Carlos Gonçalves (PSD), Isabel Santos (PS), Carla Cruz (PCP) e Domicilia Costa (BE) e fizeram uma manifestação junto à Assembleia da República.

Entretanto, iniciaram uma campanha intitulada “Justiça para o Santiago” nas redes sociais, onde acusam os serviços sociais de “rapto” e de “tráfico de crianças”.

Segundo relataram à Lusa, tudo começou após um parto em casa que correu mal.

Iolanda Menino sofreu uma hemorragia e foi internada, no mesmo dia, para a remoção da placenta, tendo alta no dia seguinte.

No terceiro dia de vida da criança, duas enfermeiras dirigiram-se à residência, em ocasiões diferentes, para observar o bebé, mas os pais recusaram-se a abrir a porta, alegando que a mãe estava cansada e que as visitas não tinham sido marcadas.

Posteriormente, um agente da polícia deslocou-se à casa e observou a criança.

Porém, aos cinco dias de vida, Santiago contraiu icterícia e os pais levaram-no ao hospital, onde ficou internado para um tratamento de três dias.

Foi então que foram informados de que o tribunal decidira que a criança lhes seria retirada.

Desde então, o casal ficou limitado a ver o filho por períodos diários de 90 minutos, mas não diariamente, até 4 de março, data em que o viram pela última vez.

Devido à denúncia que fizeram na comunicação social e na Internet, Iolanda e Leonardo foram alvo de uma providência cautelar para pararem de falar publicamente sobre o caso, sob ameaça de prisão, razão pela qual se recusam a regressar ao Reino Unido.

/Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

RESPONDER

Vizela 0-1 Benfica | Milagre de São Rafa no último suspiro

A ressaca pós-goleada frente ao Bayern, na Liga dos Campeões, foi difícil para o Benfica. Os comandados de Jorge Jesus sentiram muitas dificuldades frente a um Vizela que sabia que o seu adversário iria patentear …

Otoniel, o camponês paramilitar (e criminoso mais procurado da Colômbia) foi capturado

O governo da Colômbia anunciou este sábado a captura do narcotraficante mais procurado do país, Dairo Antonio Úsuga (com a alcunha de 'Otoniel'), por quem os Estados Unidos ofereciam uma recompensa de cinco milhões de …

"Tratam as doentes como histéricas". O longo caminho da Medicina até levar a sério a dor feminina está a custar vidas

Muitos dos avanços na medicina tiveram apenas metade da população em conta. Para além da falta de representação das mulheres nos estudos médicos, a dor e os relatos das pacientes são muitas vezes desvalorizados nas …

Bloco faz ultimato: vota contra o OE se até 4ª feira o Governo "insistir em impor recusas"

A coordenadora do Bloco de Esquerda, Catarina Martins, avisou este domingo que o BE votará contra o orçamento se até quarta-feira “o Governo insistir em impor recusas onde a esquerda podia ter avanços”, mantendo, no …

Nova faca de madeira é três vezes mais afiada do que as de aço - e pode ser lavada após ser usada

Através do uso de métodos alternativos, uma equipa de cientistas criou uma nova forma endurecida da madeira que pode ser transformada em facas afiadas. A equipa da Universidade de Maryland, nos Estados Unidos, refere que as …

Áustria planeia confinar quem não estiver vacinado contra covid-19

O governo austríaco anunciou que, se ocupação de camas de Unidades de Cuidados Intensivos com pacientes covid-19 atingir nível crítico, pessoas não imunizadas poderão sair de casa apenas em casos excepcionais, como compras essenciais e …

"Deixa os homens cantar". Ex-paraquedistas vaiam e pedem demissão do ministro da Defesa

Centenas de ex-paraquedistas vaiaram e pediram hoje a demissão do ministro da Defesa e do Chefe do Estado Maior do Exército durante a cerimónia militar nas comemorações do Dia do Exército, em Aveiro. A iniciativa, que …

Portugal com mais quatro óbitos e 604 casos de covid-19

Portugal regista hoje mais 604 novos casos de covid-19 confirmados e quatro óbitos pela doença, assim como mais 243 pessoas recuperadas e menos internamentos em enfermaria e unidades de cuidados intensivos, segundo o boletim oficial. De …

Retrato de Monsieur Lavoisier e a sua esposa Marie-Anne-Pierrette Paulze.

Análise revela composição secreta debaixo de retrato de Lavoisier

Um icónico retrato do químico francês Antoine-Laurent de Lavoisier e da sua esposa, Marie-Anne, mostrou ter uma composição escondida debaixo dele. Antoine-Laurent de Lavoisier foi um químico francês fundamental para a revolução deste campo científico no …

Combustíveis: governantes "não fizeram o trabalho de casa"

A presidente executiva da OZ Energia, Micaela Silva, defendeu que o “Governo devia intervir menos” no mercado dos combustíveis, porque é liberalizado e não tem margens excessivas de comercialização, mas é “muito penalizado” pela quantidade …