Tribunal emite mandado de captura para ex-primeira-ministra da Tailândia

worldeconomicforum / Flickr

Yingluck Shinawatra, ex-primeira-ministra da Tailândia

A antiga primeira-ministra tailandesa esteve, esta sexta-feira, ausente da leitura da sentença, o que levou o tribunal a emitir um mandado de captura, anunciou o Supremo Tribunal da Tailândia.

“O advogado disse que Yingluck Shinawatra está doente e que pede para adiar a sentença (…) O tribunal não acredita que ela esteja doente (…) e decidiu emitir um mandado de captura”, disse o juiz de Cheep Chulamon.

O julgamento da ex-primeira-ministra da Tailândia, acusada de negligência, começou em janeiro de 2016 em Banguecoque.

Milhares de apoiantes de Shinawatra estavam concentrados no exterior do Supremo Tribunal, onde se encontravam também mais de quatro mil elementos das forças de segurança, indicou a agência France Presse.

O tribunal adiou a leitura da sentença, na sequência da ausência de Yingluck Shinawatra, que incorre numa pena de dez anos de prisão.

Entretanto, um alto responsável do partido a que pertence a antiga governante afirmou que Shinawatra abandonou o país para evitar um processo judicial. “Ela já não está cá, partiu na quarta-feira”, disse a fonte do Pue Thai, que pediu para não ser identificado.

Antes, a imprensa de Banguecoque noticiava que a ex-PM tinha abandonado o país, num voo com destino a Singapura, para evitar a sentença. Segundo o jornal Khaosod, a antiga chefe do governo encontra-se em Singapura na companhia do irmão mais velho que foi ministro e que já tinha abandonado a Tailândia em 2008 para evitar uma pena de dois anos de prisão.

Yingluck foi acusada de responsabilidade nas falhas de supervisão de um plano de ajudas alimentares (arroz) que, segundo a comissão anti-corrupção, causou prejuízos de 17.100 milhões de euros ao Estado, além de ter fomentado a corrupção. A ex-governante tem afirmado que está inocente e que está a ser “vítima” de um “jogo político”.

Yingluck venceu as eleições gerais de 2011, como líder de um dos partidos políticos fundados pelo irmão, Thaksin, tendo sido deposta poucos dias antes do golpe de Estado militar de maio de 2014, na sequência de uma polémica decisão do Tribunal Constitucional.

As plataformas políticas ligadas a Thaksin, deposto em 2006, tinha vencido todas as eleições desde 2001 graças ao apoio do eleitorado rural do nordeste, apesar da oposição ligadas aos setores monárquicos e militares do país.

A Tailândia enfrenta uma profunda crise política há mais de uma década, marcada por protestos anti-governamentais e períodos ditatoriais encabeçados pelo Exército.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Ah!!!!! Eu quero aplaudir!!!! Eles tambem “dão de frosques”. Oh abre, daqui me sirvo. Com licença quero passar, Ai que aqui eu não me sinto mesmo nada bem!!!!

RESPONDER

"Navio fantasma" dá à costa na Irlanda depois de mais de um ano à deriva

Um "navio fantasma" abandonado, que esteve mais de um ano à deriva, apareceu agora na costa de Ballycotton, uma vila costeira no condado de Cork, na Irlanda. Segundo o Irish Post, o navio MV Alta, de 77 metros …

12.º caso suspeito de coronavírus em Portugal deu negativo

O mais recente caso suspeito de coronavírus deu negativo, anunciou, esta terça-feira, a Direção-Geral da Saúde (DGS). De acordo com a Direção-Geral da Saúde, citada pelo jornal online Observador, a criança regressada da China que foi …

Vinte governadores brasileiros assinam carta com críticas a Bolsonaro

Vinte dos 27 governadores do Brasil subscreveram esta terça-feira uma carta dirigida ao Presidente do país, Jair Bolsonaro, que acusam de falta de diálogo, criticando também algumas das suas declarações públicas. "Recentes declarações de Jair Bolsonaro …

Super Bock e Sagres aliam-se em campanha contra o racismo

As duas marcas de cerveja aliaram-se numa campanha contra o racismo, depois do episódio ocorrido, no passado domingo, com Moussa Marega, no Estádio D. Afonso Henriques. "Contra o racismo, não há rivais" é o mote da …

Conselho de Disciplina abre processo disciplinar ao Vitória de Guimarães

O Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol (FPF) anunciou, esta terça-feira, a abertura de um processo disciplinar ao Vitória de Guimarães, devido aos insultos racistas a Moussa Marega. O avançado do FC Porto recusou-se …

Pinto da Costa confirma fim da carreira de Casillas. E diz que episódio com Marega é um caso de polícia

O presidente do FC Porto confirmou, esta terça-feira, o fim da carreira do guarda-redes espanhol, que anunciou a intenção de se candidatar à presidência da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF). O dirigente portista falou aos …

Águias-de-Bonelli encontradas mortas no Douro Internacional

Duas águias-de-Bonelli jovens foram encontrados mortas no Douro Internacional, após terem sido marcadas com emissores GPS em 2018 e 2019, anunciaram na segunda-feira técnicos ligados a um projeto ibérico de salvaguarda destas aves. "O facto de …

Governo ficou perto da promessa de contratar 5000 doutorados

A anterior legislatura ficou a apenas 49 contratos de cumprir a meta estabelecida pelo ministro da Ciência, Tecnologia e Educação Superior. De acordo com o jornal Público, a promessa do ministro da Ciência, Manuel Heitor, de …

Fundador da Amazon investe nove mil milhões de euros para combater alterações climáticas

O fundador da empresa tecnológica norte-americana Amazon, Jeff Bezos, revelou na segunda-feira que vai investir dez mil milhões de dólares (mais de nove mil milhões de euros) da fortuna pessoal para encontrar soluções para combater …

Conselho de Ética desfavorável a projetos de lei sobre eutanásia

O Conselho Nacional de Ética para as Ciências da Vida (CNECV) deu "parecer ético desfavorável" a quatro projetos de lei para a despenalização da morte medicamente assistida, que vão ser debatidos no Parlamento esta quinta-feira. Os …