Tribunais de Lisboa nem sequer têm dinheiro para papel higiénico

O orçamento atribuído aos Tribunais da comarca de Lisboa não chega sequer para pagar o papel higiénico e pode mesmo colocar em causa a segurança nestes locais, por não haver dinheiro para substituir os detectores de metais avariados.

Dados que constam do relatório de gestão da comarca de Lisboa, analisando a situação nos tribunais desde Setembro de 2014 até Agosto de 2015, divulgado pelo Diário de Notícias.

Segundo o jornal, este documento sustenta que o orçamento superior a três milhões de euros não é suficiente para suportar as despesas correntes dos tribunais, não chegando nomeadamente para pagar impressoras, papel, lâmpadas, envelopes e papel higiénico.

O relatório refere também “a necessidade de assegurar a substituição de três pórticos de detectores de metais no Campus de Justiça” que estão avariados.

Um detalhe que pode colocar em causa a segurança dos edifícios, até porque a revista feita por seguranças privados a quem entra nos tribunais não estará a ser feita de forma regular.

A juíza presidente da comarca de Lisboa, Amélia Correia de Almeida, garante contudo, que “estas avarias dos pórticos não põem em causa a segurança”.

A magistrada assume também que, mais do que proceder a uma reparação, o ideal é “substituir estes por novos já que os valores das intervenções são muito elevados”.

No relatório citado pelo diário aponta-se ainda “a imperiosa necessidade de reparação do sistema de aquecimento do Palácio da Justiça (caldeira)” e lamenta-se que “não existe disponibilidade financeira para a urgente, imperiosa necessidade de proceder à reparação de veículos afectos à comarca”.

ZAP

PARTILHAR

5 COMENTÁRIOS

  1. parece impossível com selvagem aumento das custas processuais ainda não chega o dinheiro então o que foi que fizeram? seria uma boa alternativa pagar o salário aos magistrados e todos os demais funcionarios e acabar com os subsídios que não sei como os privados vivem e isso não ha subsídios para ninguem e nem sequer de renda de casa nem telemovel para uns a marmelada para outros o marmeleiro. Tudo tem solução em vez de papel e por la um serrote que assim fica-lhe a m.. agarrada aos dentes

RESPONDER

Astrónomos mapeiam grãos de poeira interestelar na Via Láctea

Entre as estrelas da Via Láctea, grandes quantidades de pequenos grãos de poeira flutuam sem rumo. Apesar de formarem os blocos de construção de novas estrelas e planetas, ainda não se sabe quais os elementos …

Inteligência Artificial aprendeu a pintar como Rembrandt

Investigadores ensinaram uma rede neural de Inteligência Artificial a recriar a magnum opus de Rembrandt, à qual lhe faltavam partes da obra original. O cientista Robert Erdmann trabalhou lado a lado com o Rijksmuseum, o museu …

Tempestade de areia "engoliu" cidade na China

Uma forte tempestade de areia "engoliu" a cidade de Dunhuang, no noroeste da China, no passado domingo. De acordo com o South China Morning Post, a forte tempestade de areia, que provocou nuvens de poeira com …

Raíssa faz bolachas com o lema "Fora Bolsonaro". Já se tornaram virais

Uma brasileira começou a fazer bolachas com o lema "Fora Bolsonaro" em jeito de brincadeira, mas agora já vende centenas todos os dias. Aquilo que começou como uma simples brincadeira, acabou por tornar-se viral. A ideia …

Zara, 19 anos, quer ser a mulher mais nova de sempre a voar sozinha à volta do mundo

Uma jovem, de 19 anos, pôs mãos à obra para levar a cabo um "gap year" (o chamado ano sabático) com um propósito muito fora do comum: tornar-se a mulher mais nova de sempre a …

Francês diz ter usado método matemático para ganhar o Euromilhões

O francês, que não quis revelar a sua fórmula à imprensa, ganhou, no dia 11 de junho, 30 milhões de euros com a combinação com a qual jogava há um mês. A história foi contada, esta …

Mais de metade da população portuguesa já tem a vacinação completa

Mais de metade da população residente em Portugal (52%) já tem a vacinação completa contra a covid-19, revela o relatório semanal de vacinação divulgado esta terça-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Segundo o último relatório semanal …

Campeão olímpico criou problemas no seu país natal

Richard Carapaz, medalha de ouro no ciclismo, foi direto: "O país nunca acreditou em mim". Presidente do Equador, ministro e Comité Olímpico reagiram. Poucos dias depois de ter subido ao pódio final da Volta a França …

Jovens preocupados com fertilidade e efeitos secundários das vacinas contra a covid-19

Com o avanço das campanhas de vacinação, um grande número de pessoas das faixas etárias baixo dos 30 anos mostra-se relutante em tomar a vacina contra a covid-19. Os jovens falam de preocupações com fertilidade …

Dois gestos de Cla(ri)sse que ficam para a memória olímpica

Clarisse Agbégnénou foi campeã olímpica no judo, pela primeira vez - mas a atitude que demonstrou, mal venceu a final, ficará também nos registos. Campeã mundial cinco vezes, mais duas medalhas de prata. Cinco medalhas em …