Trevor, o pato mais solitário do mundo, morre em ilha do Pacífico

Trevor, o “pato mais solitário do mundo”, que vivia em Niue, uma pequena ilha do Pacífico, morreu depois de ser atacado por cães selvagens.

Na página do Facebook dedicada ao pato, as autoridades informaram que “foi visto morto num arbusto depois de ser atacado por cães” selvagens.

“É um tempo triste para Niue. Ele cativou a população de 1.600 habitantes e os nove mil turistas que nos visitam todos anos”, disse o chefe da Câmara de Comércio de Niue, Rae Findlay, no domingo. Findlay é o responsável pela página de Facebook do pato Trevor.

Great weekend at The Puddle, great for ducks!! Not so good for the Christmas on the Rock concert. It was postponed from Saturday to Sunday and indoors to the Niue High School. I flew down and listened from the roof of the school hall. Great concert, over 100 performers and sooo many people and I heard Frankie Stevens do a shout out to me Trevor the Duck. Starting to feel like Christmas. Tomorrow I might decorate The Puddle.

Publicado por Trevor the Duck – Niue em Terça-feira, 18 de dezembro de 2018

Trevor ficou famoso no ano passado durante uma visita de jornalistas da Nova Zelândia à ilha. O animal apareceu há um ano em Niue, onde não há lagoas naturais ou habitat adequado para um pato.

É por isso incerta a forma como foi parar a Niue, mas havia quem acreditasse que chegou com uma tempestade. Trevor era, por isso, único na zona e, assim, o “pato mais solitário do mundo”.

“Assume-se que veio da Nova Zelândia, mas também é possível que tenha vindo de Tonga ou de outra ilha do Pacífico”, disse Findlay.

Apesar de apelidado desta forma, Trevor era tudo menos solitário, sendo cuidado e alimentado por locais, incluindo os bombeiros. Durante o ano que viveu em Niue, Trevor instalou-se num charco e quando o nível da água descia demasiado eram os próprios bombeiros a resolver a situação.

Ainda se ponderou trazer companhia para Trevor, mas a sua “casa” era demasiado pequena para dois. Isso não o impediu de fazer pelo menos três amigos: uma galinha, um galo e um “weka”, uma ave nativa de Niue.

Trevor é um pato Mallard – ou pato real -, tendo sido batizado de Trevor Mallard em referência ao porta-voz da Câmara dos Representantes da Nova Zelândia, Trevor Mallard. O representante também lamentou a morte do animal, escrevendo nas redes sociais: “Profundos pêsames ao povo de Niue da parte do Parlamento da Nova Zelândia”.

ZAP // BBC

PARTILHAR

RESPONDER

Paços 0-2 Sporting | “Leão” competente estreia-se com triunfo

Após o adiamento do jogo da primeira jornada ante o Gil Vicente, devido a vários casos de Covid-19 nas duas equipas, o Sporting estreou-se na Liga NOS 2020/21 e não vacilou. Na visita ao Paços de …

Medicamentos para a tensão arterial diminuem mortalidade em doentes com covid-19

Um estudo de meta-análise concluiu que medicamentos para a tensão arterial, ao contrário do que se pensava, reduzem a mortalidade em pacientes com covid-19. No início da pandemia, havia a preocupação de que certos medicamentos para …

A ilha mais povoada do Hawai pode perder 40% das suas praias até 2050

A subida do nível das águas do mar pode fazer com que a ilha mais povoada do Havai perca 40% das suas praias, alerta uma nova investigação. Em causa está a ilha de Oahu, a …

Pela primeira vez em 10 anos, a Wikipédia vai mudar de aparência

A icónica Wikipédia vai, pela primeira vez em 10 anos, ser modificada para tornar o site mais acessível - e menos "assustador" - para novos utilizadores. A Wikipédia tem sido parte integrante da cultura da web …

Encontrados medicamentos ilegais em suplementos para o cérebro

Cientistas encontraram medicamentos ilegais, não aprovados nos Estados Unidos, em suplementos que alegadamente melhoram o desempenho cognitivo. Clareza mental, criatividade aprimorada e uma memória extremamente nítida são algumas das promessas feitas a quem compra suplementos de …

Voluntários oferecem-se para cumprir pena de jovem acusado de blasfémia

Num ato de solidariedade, 120 voluntários pediram para cumprir a pena de um jovem nigeriano condenado a 12 anos de prisão por blasfémia. Entre os voluntários está o diretor do Memorial de Auschwitz. Ao todo, 120 …

ADN ajuda a identificar assassino em série num dos mais infames casos da Austrália

Uma amostra de ADN ajudou a justiça australiana a considerar um homem como culpado pelo assassinato de duas mulheres na década de 1990, encerrando um caso que permaneceu sem solução durante quase 25 anos. Durante quase …

Mais 665 casos e nove mortes por covid-19 em Portugal

Portugal regista, este domingo, mais 665 novos casos positivos e nove mortes por covid-19, segundo boletim epidemiológico da Direção-Geral da Saúde (DGS). Assim, desde o início da pandemia, Portugal conta com 73.604 infetados e 1.953 …

De guerreiros a anciões. Grupo étnico no Quénia faz cerimónia única de "transformação"

Milhares de homens Maasai vestidos com xales vermelhos e roxos e com as suas cabeças revestidas de ocre vermelho reuniram-se esta semana para uma cerimónia que os transforma de Moran (guerreiros) em Mzee (anciãos). De acordo …

Há 60 anos, Richard Nixon tricou uma sanduíche (e este homem guardou-a desde então)

Há 60 anos, o então vice-Presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon, trincou uma sanduíche - e Steve Jenne, um homem que vive em Illinois, guardou-a os restos desde então. De acordo com o The New York …