Três pessoas detidas em França por suspeita de ajudar Sid Ahmed Ghlam

Yoan Valat / EPA

Gilles Jean Portejoie, advogado de Sid Ahmed Ghlam, presta declarações à imprensa

Gilles Jean Portejoie, advogado de Sid Ahmed Ghlam, presta declarações à imprensa

Três pessoas foram hoje detidas em França, alegadamente por terem ajudado o estudante argelino Sid Ahmed Ghlam, indiciado por homicídio e por planear um ataque contra uma igreja perto de Paris, de acordo com várias fontes.

Um francês de 27 anos foi interpelado hoje de manhã em Sain-Quen, subúrbio no norte de Paris, segundo informou uma fonte policial, citada pela agência France Presse.

O seu ADN foi identificado numa escova de cabelo descoberta na casa em Paris do estudante argelino, suspeito de matar uma mulher e de ter preparado um atentado, segundo a mesma fonte.

Esta detenção foi já confirmada por uma fonte judiciária, adianta a agência francesa de notícias.

Um outro homem foi igualmente detido, após elementos policiais terem identificado o seu ADN numa viatura ligada a Sid Ahmed Ghlam, e uma terceira pessoa, suspeita de ter prestado apoio logístico ao estudante argelino, foi também se encontra sob custódia, segundo fonte próxima do processo.

Após a detenção de Sid Ahmed Ghlam, a 19 de abril, os investigadores têm tentado apurar os apoios prestados ao suspeito, conhecido dos serviços franceses de informações, desde a primavera de 2014.

EPA

Aurelie Chatelain, 32 anos, de cuja morte Sid Ahmed Ghlam é o principal suspeito.

Aurelie Chatelain, 32 anos, de cuja morte Sid Ahmed Ghlam é o principal suspeito.

Sid Ahmed Ghlam, um estudante de informática de 24 anos de origem argelina, foi detido causalmente no domingo passado, 19 de abril, em Paris, depois de ter chamado uma ambulância, devido a um ferimento de bala que tinha numa perna.

A polícia iria encontrar, posteriormente, armas de guerra, na residência de estudantes onde morava, a par de documentos que o ligavam a grupos ‘jihadistas’.

De acordo com a polícia, o jovem argelino teria recebido instruções, a partir da Síria para planear ataques contra igrejas católicas, em França.

Ghlam foi acusado do homicídio de uma mulher e de tentativa de homicídio, assim como do planeamento de ataques.

/Lusa

PARTILHAR

RESPONDER

Jerónimo frisa que passes de transportes mais baratos foram obra da CDU

O secretário-geral comunista vincou o papel do PCP e "Os Verdes" na redução dos preços dos passes dos transportes públicos, numa sessão pública com trabalhadores das empresas do setor, na estação de comboios de Santa …

Morte de menina de oito anos com bala perdida revolta Brasil

A morte de Ágatha Félix, uma menina de oito anos atingida, alegadamente, por uma bala perdida da polícia do Rio de Janeiro, está a provocar indignação no Brasil. Ágatha Felix tinha oito anos e foi baleada …

Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do PGR para combater corrupção

O presidente do partido Nós, Cidadãos! defende mudanças na escolha do Procurador-Geral da República, afirmando que boa parte dos 42 mil milhões de euros que a corrupção custou aos portugueses se deveu à inoperância desta …

"Estranhos sintomas" que afligiam diplomatas em Cuba podem ter sido causados por pesticidas

A misteriosa origem dos estranhos sintomas (entre eles, zumbidos, tonturas, náuseas, perdas de audição e de memória e outras dificuldades cognitivas) que afligiram diplomatas canadianos e norte-americanos em Cuba entre 2016 e 2018 dever-se-á a …

Testes rápidos ao VIH já podem ser feitos em casa

A partir da próxima semana vai ser possível comprar nas farmácias autotestes ao vírus da SIDA para fazer em casa. Os resultados demoram apenas 15 minutos. As farmácias portuguesas vão começar a vender, a partir da …

Polícia dispara balas de borracha sobre manifestantes em Hong Kong

A polícia disparou no domingo balas de borracha em confrontos com manifestantes pró-democracia, em Hong Kong, perto de um centro comercial no qual causaram distúrbios. Pelo décimo sexto fim de semana de mobilização, milhares de manifestantes …

Portugal já paga juros mais baixos que Itália e Espanha, diz Costa

"Todos em Portugal estão hoje a viver melhor do que viviam há quatro anos", afirmou António Costa, durante uma ação de campanha do PS. António Costa disse, este domingo, que Portugal já está a pagar a …

Os últimos cinco anos foram os mais quentes de sempre

Um relatório das Nações Unidas revelou que, entre 2015 e 2019, foram atingidos níveis históricos. Desde 1850, as temperaturas aumentaram 1,1ºC. O período entre 2015 a 2019 é o mais quente alguma vez registado, indicou este …

Duarte Lima perde último recurso e deve ser julgado pela morte de Rosalina Ribeiro em Portugal

O Supremo Tribunal brasileiro indeferiu um novo recurso de Duarte Lima que assim está mais próximo de ser julgado em Portugal, pelo homicídio de Rosalina Ribeiro, em Maricá, em 2009. Ao recurso extraordinário, interposto de uma …

Governo britânico cumprirá decisão do Supremo sobre suspensão do Parlamento

O Governo britânico cumprirá a decisão do Supremo Tribunal do Reino Unido sobre a legalidade ou ilegalidade da suspensão do Parlamento, uma decisão que deverá ser anunciada esta semana. A garantia foi dada este domingo à …