Três mísseis atingem aeroporto de Bagdad onde estão tropas dos Estados Unidos

Três mísseis atingiram esta quinta-feira o aeroporto de Bagdad, onde se situa uma base militar onde estão estacionados soldados norte-americanos, tendo provocado um ferido iraquiano, revelaram fontes da segurança citadas pela AFP.

Os projéteis atingiram a secção da base aérea ocupada por militares iraquianos – que dividem o espaço com os soldados destacados por Washington no âmbito da coligação anti-jihadista, adiantou um responsável dos serviços de segurança, que pediu anonimato.

Este é o segundo ataque com mísseis contra os norte-americanos em menos de uma semana, já que, no domingo, cinco mísseis atingiram uma base aérea no norte de Bagdad, ferindo três soldados iraquianos e dois estrangeiros.

O ataque não foi reivindicado imediatamente, mas Washington acusa regularmente grupos armados iraquianos próximos do Irão de atacar os seus militares e diplomatas no Iraque.

No total, cerca de 20 ataques com bombas ou mísseis atingiram bases que abrigam soldados norte-americanos ou representações diplomáticas dos Estados Unidos desde que Joe Biden assumiu a presidência, no final de janeiro. E dezenas de outras aconteceram desde o outono de 2019, na administração de Donald Trump.

Em meados de abril, os ataques atingiram um novo nível, tendo, pela primeira vez, fações iraquianas pró-Irão realizado um ataque suicida com drones a um quartel norte-americana no aeroporto de Erbil, no Curdistão iraquiano.

Os ataques são frequentemente reivindicados por grupos obscuros, que escondem grupos armados pró-Irão, presentes há muito tempo no Iraque, dizem os especialistas, citando discursos dos seus líderes quando ameaçam “atacar com mais frequência e com mais força” os 2.500 militares norte-americanos ainda estacionados no Iraque.

Washington e Bagdad retomaram, em 7 de abril, um “diálogo estratégico” que deverá levar à calendarização da retirada da coligação internacional que combate, desde 2014, o grupo jihadista Estado Islâmico.

A República Islâmica do Irão e os Estados Unidos têm ambos presença ou aliados no Iraque.

O Irão conta, entre outros, com o apoio de Hachd al-Chaabi, uma coligação de grupos paramilitares integrados no Estado e o Governo iraquiano de Mustafa al-Kazimi, considerado mais pró-americano do que o seu antecessor, é regularmente ameaçado.

A cada ataque mortal, Washington promete fazer o Irão pagar um preço alto, sendo que, em janeiro de 2020, essa espiral de tensão esteve prestes a transformar-se num conflito aberto no Iraque, quando um drone norte-americano matou o poderoso general iraniano Qassem Soleimani, em Bagdad, em resposta à mortes de vários norte-americanos no Iraque.

Lusa // Lusa

 

PARTILHAR

RESPONDER

Emprego, formação e pobreza. Cimeira Social marca "o mais ambicioso compromisso" da UE

A Cimeira Social arrancou, nesta sexta-feira, no Porto, com a presença de 24 dos 27 chefes de Estado e de Governo da UE, num evento que pretende definir a agenda social da Europa para a …

"Uma cena da Idade Média". Refugiado encontrado morto e cercado de ratos em acampamento grego

O jovem, proveniente da Somália, foi encontrado morto dentro de uma tenda no início desta semana. No momento em que as autoridades chegaram ao local, cerca de 12 horas após a morte do rapaz, o …

Coreia do Norte alega que a covid-19 poderia flutuar em balões vindos do Sul

A Coreia do Norte pediu aos seus cidadãos que não leiam panfletos de propaganda enviados através de balões do Sul, alegando que a covid-19 poderia entrar no país através das gotículas. De acordo com a agência …

Autoagendamento a partir dos 60 anos deve arrancar no final da próxima semana

O autoagendamento para a vacinação contra a covid-19 deverá passar a contemplar as pessoas a partir dos 60 anos, em vez dos atuais 65, já no final da próxima semana, adiantou hoje à Lusa fonte …

Comandos. MP pede condenação de cinco arguidos a penas entre dois e 10 anos de prisão

O Ministério Público (MP) pediu hoje a condenação de cinco dos 19 arguidos no processo relativo à morte de dois recrutas dos Comandos, em 2016, a penas de prisão entre dois e 10 anos. Nas alegações …

Juventus quer Zidane para o lugar de Pirlo

O insucesso desportivo da Juventus esta temporada deve fazer com que Pirlo saia do clube. Zidane, que também estará de saída do Real Madrid, é o favorito da vecchia signora. Zinédine Zidane estará a pensar seriamente …

“Incompetência e arrogância”. Cabrita está (novamente) debaixo de fogo. Partidos pedem a sua demissão

Eduardo Cabrita, ministro da Administração Interna, está mais uma vez no centro da polémica. Depois de ter avançado com uma requisição civil para que mais de 20 imigrantes fossem transportados para o Zmar, durante a …

Fernando José é o candidato do PS a Setúbal. Ana Catarina Mendes concorre à Assembleia Municipal

O deputado e vereador socialista Fernando José é o cabeça de lista do PS às próximas eleições autárquicas para a Câmara de Setúbal e Ana Catarina Mendes à Assembleia Municipal, revelou fonte oficial do Partido …

Portugal na zona de queda dos restos do foguetão chinês

O foguete de Longa Marcha chinês que foi lançado a 29 de abril, e agora está a preocupar o mundo. As previsões é que a reentrada na atmosfera se dê até ao próximo dia 9 …

CIP propõe "almofada" pública de 8.000 milhões para resolver moratórias

A Confederação Empresarial de Portugal (CIP) propôs ao Governo criar uma "almofada" de garantias públicas no valor de oito mil milhões de euros para dar poder às empresas e levar a banca a renegociar os …