Três milhões para integrar ciganos no mercado

Portugal é dos países com menos ciganos integrados no mercado de trabalho, razão pela qual o Alto Comissariado para as Migrações vai aplicar cerca de 3 milhões de euros das verbas do Fundo Social Europeu num “programa pioneiro”.

Em declarações à agência Lusa, Pedro Calado, Alto-comissário para as Migrações, adiantou que o ACM está já a planear o próximo quadro comunitário de apoios, até 2020, vendo “aqui oportunidades importantes para relançar alguns projetos”.

Na opinião de Pedro Calado, “não há plena integração sem acesso ao mercado de trabalho”, pelo que pretende arrancar com “um programa pioneiro em Portugal para fomentar a transição das comunidades ciganas para o mercado de trabalho, seja por via da formação intensiva, da colocação em estágios ou eventualmente com a criação de negócios”.

“Queremos muito criar estes ambientes protegidos para garantir que os ciganos que se qualificam e passam, como todo os outros portugueses, por um processo de formação e de aumento das suas competências, têm uma oportunidade de trabalhar”, defendeu o Alto-comissário.

Pedro Calado revelou que o ACM já tem garantia de verbas por parte do Fundo Social Europeu.

“Estamos a falar na ordem dos 500 mil euros por ano até 2020, o que vai perfazer à volta de 3 milhões de euros de investimento para de facto começarmos a ter ciganos integrados no mercado de trabalho”, adiantou.

O responsável apontou que Portugal é dos países europeus com menos ciganos integrados no mercado de trabalho, revelando que é objetivo do ACM ter estes projetos no terreno a partir de julho de 2015.

O alto-comissário revelou também o objetivo de relançar o programa de mediadores municipais, “um projeto que tem sido claramente apontado como boa prática, inclusive pelo Conselho da Europa”.

Outras das metas do ACM passa pelo lançamento do Observatório das Comunidades Ciganas, uma meta igualmente prevista na ENICC, e que irá recolher dados e produzir informação para “ajudar a desconstruir alguns dos preconceitos” que prevalecem sobre as comunidades ciganas.

/Lusa

PARTILHAR

2 COMENTÁRIOS

  1. E estão convencidos que os transformam em pessoas normais ?
    O que eles querem é o RSI ao fim do mês. Para irem tomar o pequeno almoço à pastelaria mais próxima.
    Uma raça que só vive de expedientes, para não dizer outra coisa, há séculos, e agora querem fazer deles umas pessoas normais ?
    Já agora pergunto se também estão a pensar em pôr-los a pagar impostos também ?
    Porque tanto quanto sei eles também se usam dos nossos serviços de saúde.
    Ou seja é só REGALIAS. Mas pagar, tá quieto…

  2. Não é desta forma que os ciganos se vão integrar na nossa sociedade, simplesmente porque eles não querem!!

    O primeiro passo seria responsabilizá-los pelos seus atos, a comprirem as Leis como qualquer cidadão Normal.

RESPONDER

Depois do veto de Marcelo, PSD chumba lei do lóbi

O grupo parlamentar do PSD vai votar conta as propostas de alteração do CDS e PS à lei do lóbi, fazendo cair o diploma. A 7 de junho, data da aprovação da lei do lóbi no …

Bloco defende fim das propinas na próxima legislatura

O Bloco de Esquerda vai propor o fim das propinas durante a próxima legislatura, anunciou esta quinta-feira, em Coimbra, a coordenadora nacional do partido, Catarina Martins, que defendeu também o financiamento plurianual para as universidades. “O …

Neto de Moura também processou outros juízes

O juiz Neto de Moura apresentou uma participação crime contra os juízes do Tribunal de Loures que absolveram um agente da PSP num processo apresentado pelo magistrado em 2012. Após os polémicos acórdãos sobre casos de …

PCP incita Parlamento a condenar ciganofobia do PAN

O grupo parlamentar do PCP apresentou um voto de condenação no Parlamento, que será votado esta sexta-feira, sobre a “atitude discriminatória e xenófoba” de uma representante do PAN para com a comunidade cigana na Moita, …

Computadores da PSP não têm acesso a base de dados de criminosos

Milhares de computadores da PSP estão sem acesso ao Sistema Estratégico de Informações (SEI), que permite controlar e gerir toda a atividade operacional diária da polícia, incluindo registos de ocorrências e identificação de suspeitos. O Jornal …

Os nossos antepassados acasalaram com pelo menos 5 espécies diferentes

A análise genética revelou que os ancestrais dos humanos modernos cruzaram com pelo menos cinco grupos humanos arcaicos diferentes quando se mudaram da África e passaram pela Eurásia. Embora dois dos grupos arcaicos sejam conhecidos atualmente …

A Loja do Gato Preto

Loja do Gato Preto suspeita de envolvimento em esquema de contrabando

Os sócios da Loja do Gato Preto e vários funcionários da empresa são arguidos numa investigação relacionada com suspeitas de contrabando e falsificação de documentos, no âmbito de importações de utensílios de mesa e cozinha …

PS alarga fosso em relação ao PSD (mas ainda está longe da maioria absoluta)

O PS segue destacado nas intenções de voto relativas às próximas legislativas, alargando o fosso em relação ao PSD de Rui Rio para quase 14 pontos percentuais, segundo a sondagem da Aximage divulgada esta sexta-feira. De …

Desde a saúde ao trabalho, quase 170 diplomas em votação no último dia do Parlamento

Parlamento realiza o seu último dia de votações antes das férias de verão, uma “maratona” para votar 59 projetos de lei, 19 propostas de lei do Governo e 90 projetos e propostas de resolução. O parlamento …

Inteligência artificial criou uma nova vacina contra a gripe sozinha (e é melhor do que as atuais)

Uma inteligência artificial criada pela Universidade de Flinders, na Austrália, desenvolveu, sozinha, uma nova vacina para a gripe. Apelidada de “SAM” (sigla em inglês para “Algoritmos Inteligentes para Descobertas Médicas”), a tecnologia criou uma medicação tão …