Foram mortos 15 mil judeus por dia nos três meses mais negros da História da Humanidade

jechstra / Flickr

Entrada do antigo campo de concentração de Auschwitz, na Polónia.

Agosto, setembro e outubro de 1942 foram os meses mais terríveis da História da Humanidade. Neste período, os nazis mataram um quarto de todos os judeus que haveriam de matar durante todo o Holocausto.

Num estudo recente, publicado no segundo dia do ano na revista Science Advances, Lewi Stone, um biomatemático da Universidade de Telavive que analisou os registos dos caminhos-de-ferro que transportavam judeus para os campos de concentração, concluiu que Adolf Hitler mandava matar 15 mil judeus por dia, e não seis mil como indicavam estudos anteriores.

Em apenas três meses do ano de 1942, foram assassinados 1,5 milhões de judeus, de um total de mais de seis milhões de mortos durante o Holocausto.

Agosto, setembro e outubro de 1942 foram os três meses mais terríveis e sangrentos da História. Esta concentração de execuções num determinado período do Holocausto, no auge da operação batizada de “Reinhard”, é a principal descoberta do estudo conduzido por Lewi Stone.

De acordo com o investigador, a Operação Reinhard foi a mais mortífera de toda a Segunda Guerra Mundial e concentrou-se principalmente em três campos específicos do oeste ocupado da Polónia – Belzec, Sobibor e Treblinka.

Quer no cinema, quer na literatura, o maior palco de todos os horrores é Auschwitz. No entanto, o investigador argumenta que estes três locais têm que ser investigados de forma mais minuciosa porque, segundo ele, eram ainda mais violentos.

Segundo a análise de Stone, depois dos três meses mais sangrentos, a taxa de mortalidade decai, mas não pelos melhores motivos: a Alemanha não começou a sofrer reveses na Guerra, só não havia mais judeus para matar na Polónia. Stone afirma que a campanha de extermínio nazi na Polónia seria ainda maior se houvesse mais judeus na região, e, como vemos, não é à toa que o diz.

“Além de ter sido a maior campanha de assassinatos em massa durante o Holocausto, a Operação Reinhard aconteceu também a um ritmo incrivelmente rápido“, sustenta Stone, citado pela BBC.

Quando juntou os dados, o investigador ficou “completamente chocado” com o pico destes três meses. “Quase 500 mil pessoas por mês foram mortas nesses três meses. Os nazis tentaram mesmo tudo o que podiam para assassinar pessoas com o menor esforço possível.”

Na verdade, os números que constam no estudo de Stone mostram que quase um quarto das vítimas do Holocausto foram assassinadas nesse período. Além disso, registos de comunicações de guerra, tornadas públicas pelo Governo alemão, mostram que, nesse ano, Hitler ordenou que “toda a operação fosse acelerada”.

Reinhard, o “homem com coração de ferro”

A Operação Reinhard ganhou o nome do oficial nazi Reinhard Tristan Eugen Heydrich (1904-1942). Nas palavras de Adolf Hitler, Reinhard Heydrich era “o homem com coração de ferro”.

Durante a Segunda Guerra Mundial, na Conferência de Wannsee, Reinhard foi incumbido pelo comandante militar Henrich Luitpold Himmler de coordenar a “solução” para a “questão judaica” – a forma segundo a qual os nazis se referiam ao facto de todos os judeus residentes em territórios ocupados pela Alemanha deverem ser exterminados.

Embora a Operação Reinhard tenha começado oficialmente em maio de 1942, o facto de as mortes se terem intensificado em agosto reflete os relatos históricos: foi nesta altura que Hitler ordenou que os esforços da famigerada “solução final” contra os judeus ocorressem “à velocidade máxima“.

Reinhard Heydrich foi morto após um atentado executado pela então resistência checoslovaca. O seu carro alvo de uma emboscada e, uma semana depois, a 4 de junho de 1942, não resistiu aos ferimentos.

Liliana Malainho LM, ZAP //

PARTILHAR

RESPONDER

Sporting 2-1 Santa Clara | Super-Coates volta a ser herói

Arrancado a ferros… à campeão? O Sporting esteve a poucos segundos de registar o terceiro empate em casa, perante um Santa Clara que não foi em nada inferior aos “leões” e até conseguiu ser superior em …

Os gatos demonstram ser menos leais do que os cães (mas pode haver uma razão)

Ainda existe um estereótipo sobre a diferença entre cães e gatos. Normalmente as pessoas associam os cães a animais amorosos e leais, enquanto os gatos são tidos como distantes e indiferentes. Um novo estudo pode …

O mistério do "lago dos esqueletos" na Índia intriga cientistas há décadas

O Roopkund, localizado na parte indiana dos Himalaias, é um lago glacial com centenas de ossos humanos. E ninguém sabe como foram lá parar. Em 1942, um guarda florestal revelou ao mundo a existência deste lago …

A fronteira mais importante da China é imaginária: a Linha Hu

A Linha Hu, também conhecida como linha Heihe-Tengchong, é uma linha imaginária que divida a China em duas partes com áreas quase iguais. Estende-se da cidade de Heihe até Tengchong. Desenhada pela primeira vez em 1935, …

Algumas pessoas moram em aeroportos durante meses (ou até mesmo anos)

Aeroportos não servem de casa apenas para os sem-abrigo. Há pessoas que, involuntariamente ou não, ficam lá durante meses e, em alguns casos, até mesmo anos. Em janeiro, as autoridades de Chicago prenderam um homem de …

Senado da Carolina do Sul aprova fuzilamento como método de execução

Com esta decisão, a Carolina do Sul poderá converter-se no quarto estado do país a incorporar este método de execução de pena de morte, depois do Utah, Oklahoma e Mississípi. De acordo com a agência noticiosa …

"Oxigénio tornou-se ouro". Criminosos lucram com a sua escassez no México

A pandemia de covid-19 deixou a Cidade do México a atravessar uma grande escassez de oxigénio médico. Criminosos estão a aproveitar para lucrar com a situação. A capital mexicana registou um pico de infeções e hospitalizações …

Meteorito do tamanho de um damasco caiu em França (e os astrónomos precisam de ajuda para encontrá-lo)

Os entusiastas do Espaço estão a ser instados a procurar um meteorito do tamanho de um damasco que caiu no fim de semana passado no sudoeste de França.  O meteorito, com peso estimado em 150 gramas, …

Professora pediu a alunos para fingir que eram escravos e escreverem carta para África

Uma professora de uma escola secundária no Mississippi, nos Estados Unidos, está a ser alvo de críticas devido a uma fotografia de um trabalho de casa divulgada nas redes sociais. Foi pedido aos alunos do 8.º …

Obra de Churchill que pertencia a Angelina Jolie vendida por valor recorde

O quadro pintado pelo antigo primeiro-ministro britânico foi vendido por 8,3 milhões de libras. A pintura foi um presente de Winston Churchill para o presidente dos Estados Unidos, Franklin D. Roosevelt, e agora foi leiloada …