Das três linhas de apoio à cultura, só uma estará disponível esta segunda-feira

André Kosters / Lusa

A ministra da Cultura, Graça Fonseca

O Ministério da Cultura tinha anunciado que três linhas de apoio iam estar disponíveis esta segunda-feira, para trabalhadores, empresas artísticas e espaços culturais. No entanto, só uma abriu.

Das três linhas de apoio social que foram anunciadas pela ministra da Cultura, só uma vai estar disponível esta segunda-feira – a linha de apoio social.

Segundo o Observador, só esta linha vai ter o formulário disponível já esta segunda-feira. O apoio destina-se a técnicos, artistas, autores e outros profissionais, que tenham solicitado ou recebido apoio extraordinário da Segurança Social enquanto trabalhadores independentes, e que se candidatam a um máximo de 1.316,43 euros.

Na quinta-feira, o Ministério da Cultura tinha anunciado que eram três as linhas que iam estar disponíveis, tanto para trabalhadores como para empresas artísticas e espaços culturais. Em declarações à Antena 1, a Ministra da Cultura, Graça Fonseca, explicou que a linha de apoio aos trabalhadores independentes é a mais urgente e que será a primeira a estar em vigor.

De acordo com o ministério, o atraso nas linhas de apoio às artes surge na sequência de um pedido dos representantes do setor. Ao Observador, a tutela explicou que, na semana passada, os representantes do setor pediram uma alteração que tem impacto no desenvolvimento tecnológico dos formulários que precisam de preencher para terem direito à ajuda, que para já fica disponível só para os artistas.

O ministério não esclareceu que alterações foi essa, mas justificou o atraso com as mudanças que têm de ser feitas a nível informático para garantir o processamento automático de todos os pedidos.

Os requerentes que forem aceites nesta linha terão de descontar o apoio extraordinário de 219 euros que receberam da Segurança Social em abril e em maio. Isto significa que, em vez de um máximo de 1.316,43 euros, receberão 877 euros.

O diário adianta que o apoio será pago em duas prestações, em agosto e em setembro.

Apesar de o documento do Programa de Estabilização Económica e Social (PEES) indicar que a linha de apoio social tem uma dotação de 34,3 milhões de euros, a informação disponibilizada pelo Ministério da Cultura indica a existência de 30 milhões de euros, porque aquele outro montante é o teto máximo de apoio.

O apoio social está disponível para 18.000 beneficiários, mas Graça Fonseca admitiu que o universo de abrangidos poderá vir a ser maior.

ZAP // Lusa

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Gostava de perceber porque quem trabalha na cultura é mais que os outros trabalhadores?!..
    Não tem descontos , mas recebem?!.. só para eles?!.. e vejo jornalistas ridículos, sem raciocínio nenhum, ainda a defender los!..
    Em que eles sao mais que os outros portugueses?!..
    Não descontam e metem tudo ao bolso, assumem !.. não ficam as espera que os outros paguem, ou são parasitas?!..

RESPONDER

UEFA investiga incidentes discriminatórios no Hungria-Portugal

A UEFA anunciou ter aberto um inquérito para apurar “eventuais incidentes discriminatórios” nos jogos da Hungria, no Euro 2020 de futebol, com Portugal (0-3) e França (1-1), disputados na Arena Puskás, em Budapeste. De acordo com …

Financiamento da TAP travado em Bruxelas

O plano de reestruturação da TAP, que prevê injetar na empresa até 3,72 mil milhões de euros até 2024, continua à espera de uma resposta de Bruxelas. O Governo esperava obter luz verde de Bruxelas em …

Jogos Olímpicos vão poder ter até 10 mil japoneses nas bancadas

As autoridades japonesas decidiram permitir que até 10 mil espetadores possam assistir aos eventos dos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 nas bancadas, mesmo reservando o direito de reverter a decisão. Segundo o anúncio dos organizadores, as autoridades …

Arqueólogos descobriram que viveram pessoas no "Stonehenge alemão"

Arqueólogos descobriram que viveram pessoas no "Stonehenge alemão", um local arqueológico conhecido pelas evidências de rituais e sacrifícios humanos. De acordo com o site Live Science, uma equipa de arqueólogos encontrou cerca de 130 casas no …

Preços das casas não subiam tanto há mais de dois anos

Os preços da habitação registaram uma subida de 2,5% em relação ao mês anterior. Não subiam tanto há mais de dois anos. O preço de venda das casas em Portugal Continental registou um aumento de 2,5% …

Tragédia de Pedrógão pode "repetir-se em vários locais deste país"

Após quatro anos do grande incêndio que vitimou 66 pessoas, a região de Pedrógão Grande está de novo em ponto de combustão. A 17 de junho de 2017 o incêndio de Pedrógão Grande matou 66 …

"Apocalipse dos insetos". Novos dados associam queda de população a barragens

A população de insetos está em declínio, naquilo a que chamam de "Apocalipse dos insetos". Um novo estudo associa este problema às barragens. Os insetos são o grupo de animais mais numeroso do planeta. Existem cerca …

PS com o pior resultado desde março de 2020. Direita rejubila

Na nova sondagem da Intercampus, realizada para o Jornal de Negócios e o CM/CMTV, todos sobem nas intenções de voto menos o PS. A mais recente sondagem da Intercampus, realizada para o Jornal de Negócios e …

Nova tabela de preços da ADSE adiada para setembro

A nova tabela de preços da ADSE sofreu mais um adiamento e só entrará em vigor em setembro, revelou a ministra da Modernização do Estado e da Administração Pública, Alexandra Leitão. A nova tabela de preços …

Vacinação da faixa etária 20-29 começa a "meio de julho"

No habitual espaço de comentário na SIC, este domingo à noite, Luís Marques Mendes anunciou que a vacinação dos jovens entre os 20 e os 29 anos vai, afinal, começar a "meio de julho". A vacinação …