Terapia antienvelhecimento vai ser testada em humanos (e custa 1 milhão de dólares)

Uma empresa vai iniciar os testes clínicos em humanos para uma terapia antienvelhecimento. Os voluntários terão de pagar 1 milhão de euros para participarem.

O “elixir da juventude” é uma realidade cada vez maior. A Libella Gene Therapeutics está a dar um grande passo na indústria ao iniciar os testes em humanos de uma terapia de antienvelhecimento. Os voluntários que estejam interessados em participar terão de pagar 1 milhão de dólares.

Apesar de ainda estar em fase experimental, a empresa garante que esta terapia consegue reverter o envelhecimento em até 20 anos. Ainda sem a aprovação da Food and Drug Administration (FDA), os testes clínicos serão feitos na Colômbia.

Segundo o SingularityHub, à medida que envelhecemos, os nossos telómeros — extremidades dos cromossomas — vão diminuindo. O objetivo da terapia é tentar reparar os telómeros, que são uma das estruturas que se acredita serem responsáveis pelo envelhecimento.

Embora seja apelativo a muitas pessoas, esta terapia poderá ter algumas consequências que não foram calculadas pelos cientistas da Libella Gene Therapeutics. Alguns especialistas defendem que os testes são antiéticos, mal planeados e representam um sério risco para os voluntários, podendo ativar células cancerígenas adormecidas.

Cada vez mais os investigadores acreditam que é possível reverter o envelhecimento e os esforços para o conseguir fazer são contínuos. Apesar do preço, muitos milionários não se importarão de gastar uma parcela da sua fortuna para parecem e sentirem-se mais novos.

Ainda em maio deste ano, cientistas anunciaram que uma experiência no Espaço pode ajudar no desenvolvimento de novas terapias antienvelhecimento. O objetivo é testar os efeitos da microgravidade em células vivas misturadas com pequenas partículas de cerâmica.

No futuro, estes possíveis avanços poderiam resultar em terapias promissoras. A nanoceria tem o potencial de prevenir a atrofia muscular em astronautas, além de agir como uma terapia antienvelhecimento para pessoas idosas ou vítimas de Parkinson e outras formas de atrofia muscular.

A Agência Espacial Europeia prevê ainda aplicações cosméticas, como “tratamentos para uma pele mais brilhante e jovem”.

ZAP //

PARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Meus caros, isto já é conhecido há uns aninhos, apenas as massas não o sabem. Tudo graças aos programas espaciais secretos!!! Full Disclosure em andamento, finalmente progressos.

RESPONDER

Cientistas criam algoritmo para identificar covid-19 a partir do som da tosse

Investigadores de vários países criaram um algoritmo que afirmam poder identificar se uma pessoa tem covid-19 a partir do som da sua tosse. Cientistas do México, Estados Unidos, Espanha e Itália, liderados por uma equipa do …

Para proteger o fundo do mar, novo sistema permite atracar vários barcos com uma só "âncora"

Quando vários barcos se amontoam numa enseada durante a noite, cada um deles lança uma âncora que pode potencialmente danificar os corais e a vida marinha no fundo do mar. O sistema Seafloat foi criado …

Japão e Estados Unidos assinam acordo de cooperação para exploração da Lua

O Ministério da Educação, Cultura, Desporto, Ciência e Tecnologia do Japão e a agência espacial dos Estados Unidos (NASA) assinaram um acordo de colaboração entre os dois países no programa Artemis, para a exploração da …

Washington Redskins mudam de nome por ser considerado racista

A equipa de futebol americano, até aqui denominada de Washington Redskins, vai abandonar essa designação, considerada de teor racista, para designar nativos da América do Norte. Em comunicado, a equipa de Washington explicou que, depois de uma …

Flores precisaram de cerca de 50 milhões de anos para se tornarem o que são hoje

As plantas com flor evoluíram há cerca de 100 milhões de anos, mas precisaram de outros 50 milhões de anos para diversificar e tornarem-se aquilo que são hoje, sugere uma equipa de investigadores. Os cientistas documentaram …

Estudo sugere que imunidade à covid-19 pode desaparecer em poucos meses

A imunidade adquirida por anticorpos após a cura da covid-19 pode desaparecer em alguns meses, o que poderá complicar o desenvolvimento de uma vacina eficaz a longo prazo, sugere um estudo britânico divulgado esta segunda-feira. "Este …

60 anos depois, já se sabe o que aconteceu aos 9 russos que desapareceram na Montanha da Morte

Passados 61 anos, o mistério da morte de nove esquiadores russos que faziam uma caminhada pelos Montes Urais, perto da chamada Montanha da Morte, foi finalmente resolvido. Em 1959, nove viajantes russos que faziam uma caminhada …

Médicos Sem Fronteiras é "institucionalmente racista", acusam atuais e ex-colaboradores

Uma declaração assinada por mil atuais e ex-funcionários revela que a Organização Não Governamental (ONG) Médicos Sem Fronteiras (MSF) é "institucionalmente racista" e reforça o colonialismo e a supremacia branca no trabalho humanitário que pratica. Na …

Empresa culpada pela crise de opioides fez contribuições políticas após declarar falência

A Purdue Pharma, empresa culpada pela crise de opioides nos Estados Unidos, fez contribuições políticas após ter sido processada e declarado falência. Os opioides são usados para aliviar a dor, mas também provocam uma sensação exagerada …

Norte-americano morre após ir a festa para provar que a covid-19 é uma farsa

Um norte-americano de 30 anos, de San Antonio, no estado do Texas, morreu de covid-19 depois de ir a uma festa para provar que a doença era uma farsa, informou a media local. O homem foi …