Transportes gratuitos em Lisboa vão custar 15 milhões por ano

7

ppdpsd / Flickr

Carlos Moedas, presidente da Câmara de Lisboa

Carlos Moedas, presidente da Câmara de Lisboa

Carlos Moedas quer que os transportes públicos em Lisboa sejam gratuitos para menores de 18 anos, estudantes até aos 23 e maiores de 65. A medida vai ter um custo de 15 milhões por ano.

A proposta será discutida na próxima quinta-feira, em reunião de Câmara, e terá um custo de cerca de 14,9 milhões de euros por ano, sendo que para 2022 o montante será cerca de 6,3 milhões.

Segundo o jornal Público, a intenção é que os passes sejam gratuitos para menores de 18 anos, estudantes até aos 23 e maiores de 65, e ainda jovens inscritos nos cursos de Medicina e Arquitetura, até aos 24 anos.

No entanto, só poderá beneficiar quem tenha domicílio fiscal na capital, o que exclui os estudantes deslocados.

O objetivo da medida é que se revele “um grande incentivo à captação das novas gerações para o transporte público” e que possa também permitir a quem tem mais limitações ao nível da mobilidade ter um “acesso mais universal ao transporte” e ao direito à mobilidade.

“Não inventamos um novo bilhete porque isso era muito complicado tecnologicamente. O que acontece é que a pessoa pode ir comprar o seu passe normal e se tiver a idade o valor é zero”, explicou o presidente da autarquia lisboeta, Carlos Moedas.

Para já, ainda não há uma data prevista para a entrada em vigor destes benefícios, mas o autarca espera que possam entrar em vigor ainda antes do verão.

No ano passado, a vereadora do Bloco de Esquerda Beatriz Gomes Dias apresentou uma proposta semelhante, mas que abrange também pessoas com deficiências de grau igual ou superior a 60%.

A medida tem levado a um bate-boca entre PSD e BE no executivo municipal, com os sociais-democratas a acusarem os bloquistas de quererem “protagonismo político” e os vereadores a refutarem as acusações, dizendo que a medida já fazia parte do seu programa antes de Moedas a propor.

  ZAP //

7 Comments

  1. Se saír dos bolsos dos lisboetas tudo bem, senão que pague o moedas com aquilo que já roubou!
    Não aceito pagar dos meus impostos transportes que não uso!

  2. Lisboa é Portugal, todo o resto é paisagem.
    Quem mora em Lisboa pode dizer que tem: transporte de borla, TAP para lisboetas, Metro e travessia do Tejo.
    Eu sou viseense, a que tenho direito. Pagar para os desvios DAS ESTRADAS, PARA OS SUBMARINOS, DESVIOS DO RENDEIRO, DO SR SALGADO OS NEGOCIOS RUINOSOS DA COMPRA DA TAP.
    que pais é este em que vivo, alguém me pode explicar.

  3. Beneficiar, beneficiam os lisboetas! Pagar, possivelmente pagará desde o transmontano até ao algarvio! O habitual neste país tão democrático como humanista!

  4. E os trabalhadores que ganham o salário mínimo? São menores que os pensionistas que ganham altas pensões?

  5. Vai custar a quem ? Se os transportes vão ser grátis, vai sair do bolso do Estado e se saí do bolso do Estado, vai sair do bolso dos contribuintes. Será que são só os contribuintes de Lisboa ou vão ser os contribuintes de todo o país?

Deixe o seu comentário

Your email address will not be published.